Dormir mais de 10 horas aumenta risco de doenças cardiovasculares

quinnanya / Flickr

-

A conclusão chegou através da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e do Instituto do Sono, na última edição do World Congress on Brain, Behavior and Emotions, congresso sobre o cérebro realizado em Porto Alegre, Brasil.

Os cientistas apresentaram evidências de uma série de estudos nacionais e internacionais que identificaram os riscos à saúde associados à prática de dormir muito ou pouco.

Por exemplo, numa pesquisa da Universidade do Nevada (EUA) e publicada no periódico Sleep Medicine este ano, os autores concluíram que dormir de duas a quatro horas por noite aumenta em duas vezes o risco de sofrer enfarte ou Acidente Vascular Cerebral (AVC). Já entre os que dormem mais de dez horas, esse risco é sete vezes maior.

E segundo falou no congresso a investigadora da Unifesp e palestrante, Lenise Jihe Kim, o fenómeno pode estar associado às características do sono de quem dorme demais.

“Basicamente, as pessoas que dormem mais teriam maiores despertares durante a noite, ou seja, um sono mais fragmentado. E a cada despertar elevam a pressão arterial e a frequência cardíaca. Isso, cronicamente, leva à hipertensão e à inflamação, alterações cardiometabólicas que favorecem um AVC ou um enfarte”, disse a especialista, citada pelo O Estado de S. Paulo.

Até há poucos anos, os estudos dessa temática ficavam mais restritos aos riscos da privação do sono e não do excesso dele. “A temática das pessoas que dormem demasiado é muito recente.Temos registos de alguns estudos um pouco mais antigos, mas pesquisas epidemiológicas com evidências populacionais são de 2016 para 2017”, disse.

Um dos primeiros estudos que já apontavam os riscos de passar muitas horas na cama – conduzido por pesquisadores de Baltimore, nos Estados Unidos, e publicado em 2009 no Journal of Sleep Research – mostrou que o risco de morrer por uma doença cardiovascular era 38% maior entre os que dormem muito em comparação com quem dorme oito horas por noite.

O índice é bem maior do que o encontrado entre os que dormem pouco. Nesse grupo, o risco de mortalidade era 6% maior.

Lenise explica que uma das hipóteses é que a pessoa que dorme demais, ao contrário daquele que sofre com insónia, não percebe que se trata de um problema de saúde. “Ela não reconhece bem os sintomas, acha que, por ter a oportunidade de dormir mais, não tem problemas e não procura serviços médicos. Mas a verdade é que os que dormem mais horas costumam sofrer mais com problemas como ronco e apneia do sono”, relatou.

E não é só o número de horas que define uma “pessoa que dorme muito”. “São aquelas pessoas que dormem mais do que a média da população, que é de sete a oito horas por noite, mas que fazem isso porque precisam dessa quantidade de horas. Não é simplesmente porque têm uma oportunidade de dormir mais num fim-de-semana, por exemplo, é porque tem a necessidade de dormir muito para se sentirem bem no dia seguinte”, afirma.

No outro extremo, o dos que passam poucas horas na cama, os investigadores apontaram como riscos problemas cardiovasculares, obesidade e outras doenças associadas ao excesso de peso. Dormir de duas a quatro horas por noite eleva o risco de ganhar peso em 200%.

O motivo é que a restrição de sono provoca alterações metabólicas que alteram hormonas. Isso aumenta a nossa fome e diminui a sensação de saciedade. Ou seja, sem dormir bem, acabamos por comer mais do que comeríamos num dia normal e vamos preferir comidas calóricas, ricas em gordura e açúcares, segundo explicou Monica L. Andersen, diretora do Instituto do Sono, professora da Unifesp e também palestrante do congresso.

O sistema de defesa do organismo também fica mais frágil com a privação de sono, segundo Sergio Tufik, presidente do instituto e também professor da Unifesp. “Dormir pouco prejudica o sistema imunológico e deixa o nosso corpo mais suscetível até mesmo ao crescimento de células tumorais. Essas células estão presentes em todas as pessoas, mas, com o sistema de defesa funcionando bem, a chance de as combatermos é maior”, contou.

ZAP // Move

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro conclui que o tabaco faz bem aos pulmões e que as gorduras saturadas melhoram o bom colestrol”.

RESPONDER

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …