Dois terços dos médicos em Portugal estão em situação de exaustão

Dois terços dos médicos em Portugal admitem estar em elevado estado de exaustão emocional, um dos indicadores relevantes associado ao stress profissional crónico designado como ‘burnout’.

Segundo dados de um estudo de âmbito nacional sobre ‘burnout’ na classe médica, os profissionais das especialidades de neurocirurgia e de medicina legal são os mais afetados, a par dos médicos mais jovens.

Aliás, são os médicos mais jovens que apresentam os níveis mais elevados nos três indicadores de ‘burnout’ avaliados no estudo: exaustão emocional, distanciamento face ao doente (despersonalização) e diminuição da realização profissional.

Segundo dados parcelares do estudo, a que a agência Lusa teve acesso, além da exaustão emocional, 39% de todos os médicos indicaram níveis elevados de despersonalização e 30% mostraram altos níveis de diminuição da realização profissional.

O estudo, uma iniciativa conjunta da Ordem dos Médicos e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, foi feito através de inquéritos a cerca de dez mil médicos portugueses, dos perto de 50 mil convidados a responder.

O bastonário da Ordem dos Médicos confessa ter ficado surpreendido com a dimensão do problema: “Não estava à espera que o problema fosse tão grave, o que exige que se olhe para esta questão com muita atenção”.

José Manuel Silva lembra que os médicos em exaustão não estão em condições de prestarem os melhores cuidados aos doentes, embora “o inquérito tenha mostrado um elevado grau de empenhamento e dedicação aos doentes”.

“A verdade é que os médicos portugueses não estão bem e isto exige medidas da parte da tutela”, frisou o bastonário, que pede melhores condições de trabalho, investimento na manutenção das instalações e na renovação das tecnologias.

Sobre os médicos mais jovens, que apresentam os mais elevados níveis de ‘burnout’, José Manuel Silva lembra que são colocados “perante enormes dificuldades e pressão”, “muitas vezes sem as devidas condições de trabalho” e instados “a trabalhar até à exaustão, nomeadamente nos serviços de urgência”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Este títulos… autentica palhaçada e com a verdade totalmente distorcida. Se alguém se deu ao trabalho de ler a noticia e não apenas o titulo deparasse com um facto curioso, 50.000 médicos foram convidados ao inquérito mas dos quais apenas 10.000 responderam, ou seja apenas 1/5. Como é que se podem tirar conclusões de um estudo em que apenas aceitaram participar 20% dos convidados???? Quem aceitou responder, a grande maioria será a que tem algo para se queixar, isso deturpa os resultados… Honestamente, não percebo nada deste tipo de estudos mas acho que é censo comum, que isto nem se deveria tornar publico porque passa uma imagem completamente distorcida da realidade, tipo a treta das sondagens e depois acontecem brexits e trumps…

RESPONDER

Pandemia ameaça agricultura portuguesa. Cereais e setor do vinho em risco

Não é surpresa que alguns setores vão ser fortemente prejudicados pela pandemia de covid-19. A agricultura é um deles. Um grupo de trabalho criado pelo Governo - o Grupo de Acompanhamento e Avaliação das Condições de …

Governo dos Açores impõe cercas sanitárias em todos os concelhos de São Miguel

O Governo dos Açores decidiu fixar cercas sanitárias nos seis concelhos da ilha de São Miguel, para fazer face à pandemia de covid-19 na região, anunciou esta quinta-feira o líder do executivo. Ficam interditadas, segundo Vasco …

Espanha vai rastear mais de 40 milhões de telemóveis para enfrentar pandemia

Mais de 40 milhões de telemóveis vão ser rastreados em Espanha num estudo de mobilidade anónima que permitirá conhecer os movimentos da população entre territórios e contribuir para tomar decisões para enfrentar a pandemia causada …

Assistência a filho paga a 100% deixa de fora funcionários públicos inscritos na CGA

O pagamento a 100% do subsídio de assistência a filho que entrou em vigor este mês não abrange os funcionários públicos inscritos na Caixa Geral de Aposentações (CGA), revelou fonte oficial do Ministério da Administração …

Câmara do Porto quer isentar rendas de 257 estabelecimentos até junho

A Câmara do Porto vai propor a isenção total das rendas de 257 estabelecimentos situados em prédios municipais, no período de 18 de março a 30 de junho, no valor global de cerca de 112 …

Deslocações na Páscoa limitadas ao concelho de residência

O Governo vai limitar as deslocações dos portugueses durante o período de Páscoa aos concelhos de residência de permanência. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia esta quinta-feira, entre a sexta-feira Santa …

"Dos mais novos no mundo a morrer." Bebé de seis semanas morre de covid-19 nos EUA

Morreu, nos Estados Unidos, um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim de semana, na sequência de uma infeção provocada pela covid-19. Um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim …

Reyes seguia a 187 km/h quando sofreu acidente mortal

O futebolista José Antonio Reyes conduzia a 187 km/h quando rebentou um pneu do carro, provocando o acidente que causou a morte ao antigo jogador do Benfica, indica o relatório pericial da Guarda Civil. A investigação …

OMS está "muito preocupada com o rápido aumento da infeção"

A OMS mostra-se preocupada com a evolução do número de infetados pelo novo coronavírus e pede o perdão da dívida para os países mais vulneráveis. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) diz estar muito …

Cerco sanitário prolongado em Ovar. "Situação ainda não está controlada"

A Direção-Geral de Saúde decidiu prolongar a cerca sanitária no concelho de Ovar por mais 15 dias, avança o Jornal de Notícias esta quinta-feira. De acordo com o matutino, as autoridades de saúde vão permitir …