Dois jogos da II Liga vão testar regresso dos adeptos aos estádios

FPF

Dois jogos da II Liga vão juntar-se ao grupo de jogos em que será testado o regresso dos adeptos aos estádios, anunciou, esta sexta-feira, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Os jogos entre Académico de Viseu e Académica, agendado para 8 de outubro, e entre Feirense com o Desportivo de Chaves, marcado para 15 de outubro, serão monitorizados por um grupo de acompanhamento criado entre a Direção-Geral da Saúde (DGS), Liga de clubes e o pneumologista consultor da Liga, Filipe Froes.

Estes dois jogos, referentes à primeira jornada da II Liga e que foram adiados devidos a casos de covid-19, vão juntar-se ao jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente, da I Liga, marcado para este sábado, e aos dois jogos da seleção com Espanha (7 de outubro) e Suécia (14 de outubro) no grupo de testes-piloto.

O presidente da Liga, Pedro Proença, e os diretores-executivos, Sónia Carneiro, Helena Pires e Tiago Madureira, o diretor de planeamento e estratégia, Rui Caeiro, bem como o pneumologista Filipe Froes estiveram, na tarde desta sexta-feira, reunidos com o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, com a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, e com o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

“Desta reunião saiu um compromisso claro de ambas as partes em avançar para um grupo de jogos-teste, de forma a que se faça uma posterior análise ao comportamento dos adeptos nos estádios, numa altura de precauções especiais devido à covid-19″, refere a Liga em comunicado.

O documento acrescenta que foi ainda decidida a criação de um grupo de acompanhamento do futebol profissional, constituído por elementos da DGS, da Liga e por Filipe Froes, que, “além da monitorização contínua destes três jogos, irá analisar relatórios exaustivos sobre cada um dos três encontros do futebol profissional”.

“No dia seguinte à realização do relatório haverá uma reunião de trabalho, com a última a estar marcada para 19 de outubro, data em que se definirão os passos seguintes”, acrescenta o documento.

A Liga salienta que assumiu o compromisso de efetuar relatórios detalhados após os três jogos, das I e II ligas, de forma a que a autoridade de saúde possa analisar vários fatores, como a entrada e saída dos adeptos, bem como ao comportamento revelado nas bancadas.

Segundo o documento da Liga de clubes, no final da reunião, António Lacerda Sales, acompanhado por Graça Freitas e João Paulo Rebelo, explicou, precisamente, o compromisso de se fazerem esses relatórios para uma posterior avaliação, tal como Pedro Proença evidenciou o facto de se ter dado “um passo importante” com estes testes-piloto no futebol profissional.

Foi uma grande conquista que aqui tivemos. Efetivamente, aquilo que inicialmente seria para as regiões autónomas, vai começar, também, em Portugal continental. Vamos ter cinco testes-piloto para a integração gradativa de público, sabendo que a taxa inicial será de 10%. A seguir a cada jogo será emanado um relatório de avaliação”, afirmou Pedro Proença, que estará presente no jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente.

O presidente da Liga mostrou-se satisfeito pelo facto de o Governo ter “anuído às pretensões da Liga”. “Vamos seguir o nosso caminho. Dia 19 [de outubro], esperamos ter uma reunião conclusiva, para que o público volte aos estádios”, concluiu.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …