Dois casos levantam suspeita de transmissão do Zika por via sexual

aoisakana / Flickr

O Aedes aegypti pode transmitir três doenças: Zika, dengue e chikungunya

O Aedes aegypti pode transmitir três doenças: Zika, dengue e chikungunya

Enquanto especialistas em saúde global se esforçam para entender como o vírus Zika se espalha e pode levar a problemas congénitos, dois casos sugerem que o vírus pode ser transmitido através de relações sexuais, e não apenas pelo mosquito.

O Zika, que se está a espalhar de forma rápida no continente americano, poderá afinal transmitir-se também por via sexual, com a descoberta de dois novos casos, foi hoje anunciado.

Segundo a directora dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA, Anne Schuchat, foi identificado um caso de infecção com o vírus Zika por transmissão sexual e outro em que o vírus foi detectado no sémen de um homem que, duas semanas antes, tinha sido infectado.

“Há um caso relatado de vírus Zika através de possível transmissão sexual”, revelou a directora dos CDC, citada pela AFP.

Na segunda-feira, o The Times revelou que o único caso conhecido de vírus Zika no sémen envolveu um homem do Tahiti de 44 anos de idade, que tinha sido exposto durante um surto de Zika na Polinésia Francesa, em 2013.

“Ou seja, isto poderá dar-nos uma plausibilidade biológica de transmissão”, disse Schuchat, sublinhando que o vírus é transmitido aos seres humanos principalmente por um mosquito infectado.

“A ciência é muito clara até agora: o Zika é principalmente transmitido às pessoas através da picada de um mosquito infectado, pelo que é nisso que estamos a colocar a ênfase neste momento”, acrescentou Anne Schuchat.

edlabordems / Flickr

Anne Schuchat, directora dos Centers for Disease Control (CDC) dos EUA

A Organização Mundial de Saúde alertou hoje que a epidemia do vírus Zika poderá vir a afectar entre três a quatro milhões de pessoas no continente americano.

O vírus Zika é transmitido aos seres humanos pela picada de mosquitos infectados e está associado a complicações neurológicas e malformações em fetos.

O Brasil e a Colômbia são os países onde se registam mais casos de infectados e de suspeitos.

O Brasil registou o seu primeiro foco de Zika o ano passado, e de acordo com o ministério da Saúde tem visto o número de casos de microcefalia subir, de 163 por ano, em média, a mais de 3.718 casos suspeitos.

Em vários casos o Zika vírus foi identificado em fetos e bebés com malformações de nascença, mas as autoridades de saúde dizem que são necessários mais dados para poder confirmar uma relação de causa e efeito entre o Zika e as malformações.

Os investigadores acreditam que se uma mulher grávida for mordida por um mosquito infectado, principalmente no primeiro trimestre, corre um risco maior de ter uma criança com defeitos de nascimento.

A OMS vai determinar na próxima semana se o surto do vírus Zika constitui uma emergência sanitária de alcance internacional.

Em Portugal, de acordo com informações de hoje da Direção-Geral da Saúde, foram notificados seis casos de doença, todos importados da América do Sul.

Nenhum deles ocorreu em grávidas.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Caro Ahahah,
    Obrigado pelo seu reparo.
    No entanto, consideramos que o uso do termo popular “mordida” em vez de “picada” não causa dano ao teor informativo da notícia, pelo que decidimos mantê-lo.

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …