Doentes com pulseira branca, azul ou verde não são atendidos nas urgências hospitalares

Durante a pandemia, os doentes sem gravidade não vão ser atendidos nas urgências hospitalares. Os casos triados com pulseira branca, azul ou verde estão a ser transferidos para o centro de saúde.

A decisão, imposta pelo Ministério da Saúde, tem como objetivo transferir os casos triados com as cores branca, azul ou verde para os centros de saúde e, assim, libertar as urgências hospitalares. O reencaminhamento tem de ser autorizado pelo doente e já está a ser feito em várias unidades. No entanto, os médicos de família garantem não ter capacidade de resposta.

O utente tem de aceitar, de forma expressa, esta referenciação para os cuidados de saúde primários. Caso haja recusa, mantém todos os seus direitos no âmbito da concretização do episódio de urgência hospitalar”, informa o gabinete da ministra Marta Temido, citado pelo Expresso.

“Todos os doentes são triados na urgência geral e, de acordo com o motivo da vinda, podem ou não ser endereçados aos cuidados primários. Se se trata de trauma, doentes crónicos seguidos no hospital ou situações similares, são observados e tratados na urgência, por carecerem de exames complementares e especialidades hospitalares”, explicou ainda a administração do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental.

Apesar de parecer uma medida positiva, a verdade é que os médicos de família não concordam com a mesma.

A triagem não é para decidir quem entra no hospital, é para saber quem entra primeiro. Portanto, não faz sentido que as urgências hospitalares recusem atender os casos ‘azuis’ e ‘verdes’. Neste momento, não há outra capacidade de resposta”, contou o presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, Rui Nogueira.

Esta semana, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) emitiu um comunicado contra esta medida, afirmado que a referenciação exigida “é irresponsável, por ­criar expectativas de atividades e procedimentos que implicam o aumento da atual sobrecarga” sobre os profissionais.

“Fazemos as consultas da nossa lista, a consulta aberta, consultas para recuperar a atividade parada durante o confinamento, teleconsultas e a orientação e tratamento de mais de 90% dos casos suspeitos ou confirmados de covid-19. Só em contactos telefónicos são perto de 40 a 50 todos os dias. E agora ainda teremos de ver os casos com pulseira azul ou verde”, criticou Rosa de Fátima Ribeiro, da comissão executiva da FNAM.

“O que está a acontecer é mais uma sequência de medidas avulsas. Não se muda a realidade por decreto”, rematou o presidente da FNAM, Noel Carrilho.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Barry Jenkins vai realizar sequela de "O Rei Leão"

O realizador e argumentista de Moonlight foi escolhido pela Walt Disney Studios para realizar a sequência do blockbuster de 2019, O Rei Leão. Ainda não há uma data de lançamento prevista para o segundo filme, mas …

"Não me sinto seguro sem uma". Venda de armas aumentou drasticamente nos EUA

Os EUA continuam a ser um dos países onde os cidadãos comuns têm mais facilidade em comprar armas de fogo. Esta é uma prática recorrente, e mais de um terço das famílias norte-americanas têm uma …

Pássaros de São Francisco aprenderam uma nova (e mais complexa) melodia durante a pandemia

Uma nova investigação científica relata que os pardais-de-coroa-branca de São Francisco, ave que vive nas zonas urbanas e rurais da cidade norte-americana, aprenderam uma nova e mais complexa melodia durante a pandemia. De acordo com …

Enorme espinha dorsal de tubarão-branco dá à costa em Massachusetts depois de uma tempestade

A espinha dorsal que se acredita pertencer a um espécime de tubarão-branco (Carcharodon carcharias) deu à costa numa praia em Massachusetts, nos Estados Unidos, depois de uma tempestade ter atingido a região. A espinha foi encontrada …

A China está a tornar-se o país com maior influência na ONU

Há dez anos, a China começou uma operação que lhe tem vindo a garantir mais influência nas Nações Unidas. Agora, o poder que possui na organização mundial protege o país asiático do escrutínio internacional. De acordo …

Uma droga pode tratar o nanismo (mas há quem defenda o "orgulho anão")

Um estudo vem agora revelar que uma droga pode tratar o nanismo. Porém, a possibilidade de haver um tratamento para esta condição clínica não é consensual. Um novo estudo, financiado pela BioMarin Pharmaceutical e publicado no …

Meghan Markle perde batalha judicial. Em causa está carta que enviou ao pai (divulgada por jornal britânico)

Depois de no passado mês de agosto, Meghan Marke vencer uma batalha judicial contra o Mail on Sunday, desta vez a Duquesa de Sussex não pode festejar mais uma vitória. A norte-americana perdeu a última …

Após acidente, robô-piloto voltou a levantar voo (e pilotou avião durante 2 horas)

O ROBOpilot, um piloto robótico não tripulado, levantou voo pela primeira vez no ano passado, mas sofreu danos durante um dos seus voos. Agora, está apto para voar novamente. No ano passado, um acidente forçou o Laboratório …

David Attenborough bateu um recorde mundial no Instagram (e destronou Jennifer Aniston)

O naturalista britânico David Attenborough destronou a atriz norte-americana Jennifer Aniston e tornou-se a pessoa a alcançar mais rapidamente um milhão de seguidores no Instagram, segundo os números do Guinness. David Attenborough, de 94 anos, …

Indonésia planeia atração turística com dragões de Komodo ao estilo de Jurassic Park

A Indonésia planeia construir uma atração ao estilo da saga Jurassic Park para que os turistas possam ver os famosos dragões de Komodo. De acordo com a revista Vice, em causa está uma proposta de …