Doente com covid-19 mentiu ao INEM e hospital. Arrisca pena de 8 anos de prisão

1

Na quarta-feira, um homem de 57 anos, residente no Bairro de Francos, no Porto, ligou para o INEM e queixou-se de dor torácica. Porém, não avisou que estava infetado com o novo coronavírus, pondo em risco vários profissionais de saúde.

De acordo com o Jornal de Notícias, o homem foi atendido por um operador do Centro de Orientação de Doentes Urgentes, que lhe fez perguntas sobre os sintomas que tinha que não pareciam ser compatíveis com a doença covid-19.

Uma equipa do INEM, constituída por um enfermeiro e uma médica, foi encaminhada à casa do homem que, quando questionado se teria conhecimento de estar infetado com o novo coronavírus, disse que não.

A médica teve contacto direto com o homem, tendo prestado os primeiros cuidados sem proteção individual acrescida.

No hospital, depois de ter sido transportado pelos Bombeiros Portugueses e de ter sido submetido à triagem de Manchester na unidade hospitalar, descobriu-se, ao consultar a ficha clínica, que tinha covid-19.

Os dois bombeiros encontram-se em quarentena profilática.

O hospital comunicou o caso à PSP. O homem pode ser indiciado por crime de propagação de doença infecciosa e pode ser condenado a uma pena de prisão até oito anos.

  ZAP //

 

1 Comment

  1. Estranho …………….O pobre homem, foi testado ????……….Foi informado de forma explicita por o SNS que era Positivo au Covid????………….Será que tem problemas cognitivos ????……Teve algum acompanhamento Medico por ser Positivo ???. Algo está mal ou incompleto neste Artigo !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.