Estes insetos “beijam” durante a noite, mas estão a espalhar uma doença pelo mundo

(dr) Gabriel Hamer / Texas A&M University

Os insetos que “beijam” as pessoas durante a noite não são tão inofensivos quanto parecem. Estes sugadores se sangue, chamados triatomíneos, estão a espalhar a doença parasitária de Chagas pelo mundo inteiro.

A doença de Chagas, que não tem tratamento, causa sérias complicações cardíacas ou intestinais em cerca de 30% dos doentes. Estas complicações podem, inclusivamente, levar à insuficiência cardíaca e, até, morte súbita.

Como a maior parte dos pacientes não mostram qualquer indício de infeção, os cientistas descreveram a doença de Chagas como um “assassino silencioso“.

Comum na América Central e do Sul, esta doença parasitária está agora a espalhar-se pelo mundo, tornando-se comum nos Estados Unidos, Canadá, Europa, Austrália e Japão, segundo uma declaração da American Heart Association (AHA) e da Sociedade Interamericana de Cardiologia.

A doença, que está agora a ser espalhada pelos triatomíneos, insetos que mordem as pessoas durante a noite, merece especial atenção da comunidade médica, que deve tornar-se mais consciente da existência desta doença de modo a reconhecê-la, tratá-la e controlá-la.

Durante a noite, certas espécies de insetos triatomíneos rastejam em pessoas, cães e outros mamíferos para se alimentarem e, normalmente, mordem o rosto das suas “vítimas”, especialmente perto dos olhos ou da boca. Das mais de 100 espécies de triatomíneos, cerca de 12 são considerados importantes transmissores de Trypanosoma cruzi, o parasita causador da doença de  Chagas.

Depois de se alimentarem, estes parasitas defecam, e as suas fezes podem conter o parasita. O perigo encontra-se aí mesmo e na possibilidade de as fezes ficarem sob a ferida da mordida ou nas membranas mucosas do olho ou da boca, aumentando a possibilidade de as pessoas ficarem infetadas.

Apesar de alguns infetados ficarem com as pálpebras inchadas, a verdade é que a maioria das pessoas não apresenta qualquer sinal de infeção.

Segundo o ScienceAlert, numa fase inicial, algumas pessoas experimentam sintomas bastante comuns como febre, fadiga, dores no corpo e erupções cutâneas. Os médicos conseguem diagnosticar esta doença através de análises ao sangue e tratá-la com medicamentos antiparasitários.

No entanto, se não forem devidamente tratados, os doentes podem desenvolver a forma crónica da doença, que pode levar a maiores complicações no futuro, incluindo acidente vascular cerebral (AVC) ou insuficiência cardíaca.

Nos Estados Unidos há, pelo menos, 11 espécies de triatomíneos. A doença de Chagas está a espalhar-se cada vez mais graças à migração, que fez com que outras formas de transmissão se tornassem mais comuns. A doença pode também ser transmitida através de transfusões de sangue ou doações de órgãos.

Os autores alertam que estes tipos de transmissão “são um problema global e podem ocorrer onde quer que os indivíduos infetados residam”.

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Sei que há em Portugal uma infestação de insetos chupadores de sangue nas camas mas não me recordo do nome deles. São estes insetos que causam a doença das Chagas?

  2. Sabe ?, convém que diga como obteve esse conhecimento.
    Vivo em Portugal e não sei isso.
    De qualquer maneira julgo que está falando, dum parasita chamado ‘percevejo’.
    Ele ‘vive’ em colchões velhos e em geral em ambientes não limpos, tal como as pulgas.

    • Sim, são os percevejos. Parece que há uma infestação em hotéis e no turismo de habitação. Hoje em dia, estas pragas também viajam nas malas e de avião.

  3. MF: Procure por um artigo que diz “Doença de Chagas pode afectar 1000 em Portugal”. Pelos vistos, esse percevejo não existe em Portugal, mas existem emigrantes latino americanos que são portadores da doença…

RESPONDER

Estudo europeu releva que carros híbridos são “desastre ambiental”

Um estudo europeu chamou aos carros híbridos plug-in um "desastre ambiental" - as emissões de dióxido de carbono destes carros encontrar-se-ão acima do legalmente declarado e a associação ambientalista Zero pede o fim dos benefícios …

Fisco alerta para mensagens falsas enviadas a contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou os contribuintes, numa mensagem no portal das Finanças, para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em 'links' que são …

"Pandemia do medo". Crianças brincam cada vez menos e isso pode aumentar a ansiedade

A pandemia assim o obriga. Mais tempo fechadas em salas de aula e sem oportunidades para brincarem com os amigos, as crianças estão cada vez mais sedentárias e isso não é positivo para o seu …

Convívio deve ser limitado às pessoas com quem se vive, apela DGS

A diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses, esta segunda-feira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, para limitarem os contactos físicos às pessoas com quem vivem. "Ao conviver em presença com familiares …

"Lembranças da Lua." China prepara missão para recolher amostras do solo lunar

A China vai fazer a primeira tentativa desde os anos 70 de ir à Lua recolher rochas. A missão ficará a cargo da Chang'e 5, que será lançada esta terça-feira. A Chang'e 5 vai realizar a …

Hotéis já podem ser usados como escritórios e centros de dia

Os estabelecimentos hoteleiros, de turismo de habitação e resorts já estão autorizados a serem temporariamente usados como escritórios, showrooms e centros de dia, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República. O diploma publicado no domingo, …

Bolsonaro critica "ataques injustificados" sobre a desflorestação da Amazónia

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considerou durante a cimeira virtual do G20, que as críticas sobre o aumento da desflorestação são "ataques injustificados" e "demagógicos" que surgem de países "menos competitivos". “Eu apresento factos, dados …

Dois novos casos de legionella diagnosticados no Grande Porto

Mais duas pessoas foram diagnosticadas com legionella, esta segunda-feira, na região do Grande Porto, elevando para 87 o número de casos identificados desde o início do surto. Fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) …

Reformaram-se 1.649 professores este ano. É o valor mais alto desde 2013

Este ano, reformaram-se mais 1.649 professores em Portugal continental. É o valor mais alto dos últimos sete anos. De acordo com o Correio da Manhã, entre janeiro e dezembro deste ano, aposentaram-se 1.649 professores em Portugal …

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …