Documentos da CIA revelam colisão de submarinos que quase provocou 3ª Guerra Mundial

US Navy / Wikimedia

O USS James Madison, submarino nuclear norte-americano classe Poseidon

O USS James Madison, submarino nuclear norte-americano classe Poseidon

A Agência Central de Inteligência dos EUA desclassificou documentos sobre uma colisão entre um submarino norte-americano e um soviético em 1974, em plena Guerra Fria.

O jornal britânico The Times analisou o caso e as suas possíveis consequências, que felizmente nunca chegaram a acontecer.

Há muito tempo que correm boatos sobre uma colisão entre um submarino norte-americano e outro soviético. Porém, até agora não havia nenhuma confirmação oficial de qualquer incidente do género. Mas tudo mudou depois de a imprensa britânica ter tido acesso a um documento desclassificado da CIA que confirma o acidente.

“Acabamos de receber uma mensagem do Pentágono segundo a qual um dos nossos submarinos Poseidon colidiu com um submarino soviético”, diz uma comunicação datada de 3 de novembro de 1974.

Na época, a Marinha dos Estados Unidos tinha uma base nuclear na localidade escocesa de Holy Loch. O submarino de mísseis balísticos USS James Madison (SSBN-627), que transportava 160 ogivas nucleares, estava a partir da base naval quando chocou com um submersível soviético, que se preparava para seguir o navio norte-americano.

“Ambos os navios subiram à superfície, mas o submarino soviético submergiu imediatamente a seguir. Por enquanto, não há informações quanto aos danos. Manteremos contacto”, acrescenta a mensagem secreta.

Segundo o Daily Mail, este acidente podia ter acarretado consequências muito graves para o mundo inteiro, e poderia até ter provocado uma 3ª Guerra Mundial.

Em declarações ao The Times, o perito militar Hans Kristensen diz que a colisão poderia ter sido interpretada por qualquer das partes como um ataque, e provocado uma retaliação em cadeia – eventualmente conduzindo à 3ª Guerra Mundial.

Além disso, diz Kristensen, as ogivas nucleares poderiam ter simplesmente detonado com a colisão e provocado o afundamento de ambos os submarinos, com mortes massivas de ambos os lados.

A mensagem que anuncia a colisão foi mantida em segredo durante mais de 40 anos, e foi agora encontrada entre mais de 13 milhões de documentos desclassificados pela CIA este mês de janeiro.

Os arquivos contêm documentos de um período entre os anos de 1947 e 1992, havendo dados sobre as atividades da CIA durante a Guerra Fria, guerras da Coreia e do Vietname, os programas de estudo dos OVNI, percepções extra-sensoriais e outros fenómenos paranormais.

PARTILHAR

RESPONDER

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …

"Nem de perto nem de longe". DGS não recomenda reabertura de parques infantis

A reabertura de parques infantis não é “nem de perto nem de longe” recomendada pela Direção-Geral de Saúde (DGS), disse a diretora-geral que explicou que as crianças devem brincar no modelo de “bolhas familiares”. “Pela sua …