Divulgados áudios de Zuckerberg com “ameaças” ao Governo e a Elizabeth Warren

JD Lasica / Wikimedia

Mark Zuckerberg, o criador da rede social Facebook

O CEO do Facebook viu serem divulgadas gravações áudio de uma das sessões de perguntas e respostas, feita em julho, com os funcionários da empresa.

O cofundador e administrador-delegado da Facebook, Mark Zuckerberg, prometeu aos empregados do grupo “lutar e ganhar”, caso a aspirante à candidatura pelos democratas à Casa Branca, Elizabeth Warren, for eleita e quiser desmantelar as grandes empresas tecnológicas.

Num estilo mais agressivo do que o habitual nas suas intervenções públicas, Zuckerberg dirigiu-se aos funcionários do Facebook, no passado mês de julho, para discutir o presente e o futuro da empresa, intervenção que foi agora divulgada pelo The Verge.

“Se Warren for eleita, apostaria que iremos ter uma batalha legal e apostaria que a iremos ganhar. Isso vai ser mau para nós? Sim, não quero colocar um grande processo ao nosso próprio Governo. Mas se alguém fizer ameaças existenciais, então entras no ringue e lutas”, disse o fundador da rede social.

“As atuais grandes empresas de tecnologia têm muito poder — muito poder sobre a nossa economia, a nossa sociedade e a nossa democracia”, disse ainda Zuckerberg aos seus colaboradores, citado pelo Expresso.

O CEO do Facebook justificou a sua oposição ao plano de Warren com o argumento, entre outros, de que a divisão destes conglomerados não vai reduzir as interferências nos processos eleitorais, bem pelo contrário, e que, na sua opinião, “as empresas não podem coordenar-se e trabalhar em conjunto”.

As suas palavras aludem à proposta da senadora democrata eleita pelo Estado do Massachusetts que, por várias vezes, tem reclamado a divisão das grandes empresas tecnológicas, por considerar “excessivo” o seu poder de mercado e na relação com os utilizadores.

Warren e o próprio Zuckerberg reagem às gravações

Hoje, depois de terem sido divulgadas as gravações áudio das declarações de Zuckerberg, Warren reafirmou a sua intenção e garantiu, através do Twitter, que o “verdadeiramente mau” seria não eliminar “um sistema corrupto que permite às empresas gigantes como o Facebook terem práticas anticoncorrenciais, desrespeitar o direito à privacidade e hesitar repetidamente na sua responsabilidade de proteger” a democracia.

“Não me assusta exigir responsabilidades às grandes empresas tecnológicas como Facebook, Google e Amazon. É a hora de dividir as grandes tecnológicas”, insistiu a senadora noutra mensagem.

Na sua conta do Facebook, Zuckerberg reagiu ao artigo do The Verge, partilhando mesmo o link do artigo do portal norte-americano e explicando que se trata de mais uma das habituais sessões de perguntas e respostas com os seus funcionários.

“Todas as semanas faço uma sessão de perguntas e respostas no Facebook na qual os funcionários me perguntam coisas e partilho abertamente o que penso sobre todos os tipos de projetos e questões. A transcrição de uma dessas sessões de há alguns meses acabou de ser publicada online — e, mesmo que fosse para ser interna e não pública, agora que está disponível, pode vê-la se estiver interessado em ver uma publicação não filtrada do que penso e digo aos funcionários sobre vários temas como responsabilidade social, desmantelamento de empresas de tecnologia, a Libra, interfaces de computação neural e fazer o que está certo a longo prazo”.

Criptomoeda Libra e condições dos moderadores

Nestes encontros, escreve o semanário, Zuckerberg também falou sobre a resistência de vários países em relação à sua criptomoeda Libra. “Penso que aquilo que é público tem sempre tendência a ser mais dramático. Mas uma grande parte passa pela negociação privada com os reguladores de todo o mundo e isso é mais relevante e menos dramático”.

Relativamente às condições em que trabalham os moderadores de conteúdo do Facebook, o cofundador diz que as notícias que têm saído “são um pouco melodramáticas”, garantindo ainda que nem todos “passam o dia a olhar para coisas terríveis”.

“Mas há coisas muito más com as quais os moderadores têm de lidar. Garantir que as pessoas recebam aconselhamento, espaço e a capacidade para fazer pausas e obter o apoio à saúde mental de que precisam é algo realmente importante”, diz ainda.

A empresa com sede em Menlo Park, na Califórnia, tem-se visto envolvida nos últimos anos em vários escândalos, que afetaram negativamente a sua imagem, o maior dos quais foi o que envolveu a Cambdrige Analytica, que utilizou uma aplicação para recolher informação pessoal de milhões de internautas sem o seu consentimento e com fins políticos.

Esta empresa serviu-se de dados do Facebook para elaborar perfis psicológicos de eleitores, que alegadamente vendeu depois à campanha eleitoral de Donald Trump, nas eleições Presidenciais de 2016.

O Facebook está a ser investigado pela Comissão Federal do Comércio, que a multou em cinco mil milhões de dólares, cerca de 4,6 mil milhões de euros, por más práticas em relação à privacidade dos seus utilizadores.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Olha, olha… o parasita que não paga impostos já pensa que é o Hitler e que as estas multinacionais estão acima da lei e do governo!…
    Muito cuidado com o poder destas empresas (com capital superior ao de muitos países do mundo) porque são grandes demais e podem corromper tudo!
    O dinheiro e o poder são a raiz de todos os males!…

RESPONDER

A nova aquisição da NASA é uma "balança" para exoplanetas

No ponto mais alto das montanhas Quinlan, com vista para o deserto de Sonora, que se estende pelo sul do Arizona, o NEID recolheu as suas primeiras observações, conhecidas coloquialmente pelos astrónomos como a "primeira …

Dois satélites "reformados" podem estar prestes a colidir na órbita da Terra

Dois satélites desativados passarão muito próximos um do outro em 29 de janeiro e, de acordo com a empresa de rastreamento de satélites LeoLabs Inc, há uma probabilidade de 1 em 100 de colidirem. Embora a …

FC Porto 2-1 Gil Vicente | “Dragão” afasta crise com reviravolta

O FC Porto voltou a sorrir. Após dois desaires – ambos diante do Braga – nos últimos três jogos, os “azuis-e-brancos” regressaram aos triunfos e derrotaram o Gil Vicente por 2-1 esta terça-feira, num embate …

Aeroporto de Southampton tem uma equipa canina para acalmar os passageiros

O Aeroporto de Southampton, no Reino Unido, tem uma equipa canina para acalmar os nervos dos passageiros que não gostam muito de andar de avião. Se alguma vez aterrar em Southampton, no Reino Unido, não se admire …

"Padres-robôs" dão bênçãos, fazem casamentos e até funerais

A Inteligência Artificial está a pavimentar o seu caminho em várias religiões espalhadas pelo mundo. "Padres-robôs" são capazes de dar bênçãos, fazer casamentos e até funerais. Há um novo padre em Kodaiji, um templo budista com …

Livro sugeria que o 11 de setembro tinha sido "orquestrado pela CIA". Editora obrigada a corrigir

A editora francesa Ellipses Publications teve que corrigir um livro de História no qual era sugerido que os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos (EUA), foram "orquestrados pela CIA". Segundo noticiou …

Paulo Coelho vai destruir rascunho de livro infantil escrito com Kobe Bryant

O escritor brasileiro Paulo Coelho anunciou hoje que pretende apagar o rascunho de um livro infantil que se encontrava a escrever em conjunto com o antigo basquetebolista norte-americano Kobe Bryant, que morreu no domingo num …

Encontrado famoso navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos

Os destroços de um navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos foram descobertos na costa da Florida, nos Estados Unidos. O SS Cotopaxi - um navio mercante norte-americano - deixou Charleston, na …

Ana Gomes diz que diretiva europeia sobre branqueamento de capitais é aplicável a Rui Pinto

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes disse hoje em Lisboa que pode aplicar-se ao ‘hacker’ Rui Pinto a diretiva europeia sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, sem esperar pela transposição de legislação sobre o …

"Há grandes chances de Jesus sair em maio para o FC Porto", diz Carlos Alberto

Carlos Alberto, atual comentador desportivo e antigo jogador do FC Porto, acredita que os 'dragões' vão avançar para a contratação de Jorge Jesus, em maio. Recentemente, a ideia de Jorge Jesus no FC Porto tem ganho …