Dívida pública cresceu o dobro da economia entre Janeiro e Maio

Tiago Petinga / Lusa

António Costa e Mário Centeno

A dívida pública portuguesa continua a crescer sem travão e nos cinco primeiros meses do ano cresceu 2,8%, o que representa o dobro do crescimento da economia neste mesmo período.

Os dados da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), citados pelo Correio da Manhã, mostram a tendência de endividamento do Estado, nos últimos anos, e apontam que em Maio passado a dívida pública de Portugal se situava nos 232,8 mil milhões de euros.

Trata-se de um aumento de 2,8% só nos primeiros cinco meses do ano, o que representa o dobro do crescimento da economia durante o mesmo período.

Estamos a falar de um aumento de 6,2 mil milhões de euros, refere o Correio da Manhã.

“A despesa com juros e outros encargos líquidos da dívida directa do Estado nos primeiros cinco meses do ano fixou-se em 3,054 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 10,3%, valor superior ao implícito para o conjunto do ano (6,4%)”, nota ainda o CM, numa citação de um alerta da Unidade Técnica de Apoio Orçamental.

O jornal sustenta que no período de 2005 a 2012, a dívida do Estado cresceu, em média, 10% ao ano, enquanto a economia registou um crescimento quase nulo. Nos últimos três anos, o endividamento foi de 4,7% ao ano.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Povo burro vai-me fazer pagar mais um resgate, pelo menos metam o Sócrates lá mais um bocadinho, a culpa é da conjuntura mundial, do Brexit, do aquecimento global e do Pokemon, a mim só me apetece mandar a todos mais o pokemon para o poc%#$

    Curti em especial a segunda noticia da almofada financeira que vai ser usada para equilibrar a dívida, quem é que deixou mesmo essa almofada? quem foi? fomos nós com tanto sacrificio e com o governo do PSD, mais 2 ou 3 anos e estamos outra vez enrascados a pedir novo resgate e a queicharmo-nos dos juros

  2. Bem, se a divida pública nos anos anteriores cresceu, em média, 10% ao ano, e se agora em 5 meses cresceu apenas 2.8% significa que já estamos a melhorar, mas precisamos melhorar ainda mais…este crescimento tem a ver, muito provavelmente ao BANIF e às dividas da EDP que, como já vai sendo costume, é o Zé a pagar…isso sim, é que devia mudar…

  3. Obrigado usurpadores e geringonceiros!
    .
    Depois do Europeu 2016 precisávamos de voltar rapidamente ao terror que tem sido as nossas vidas desde que decidiram fazer deste país um antro de democratas.

  4. O iceberg que afundou o titanic foi detetado uns minutos antes. A bancarrota e afundanço deste país foi detetado com mais antecedência por todas as entidades estrangeiras e por todos os economistas com 2 dedos de testa. Não há desculpa para este governo. Os únicos que continuam a acreditar em contos de fadas são António Costa, SemTino e a extrema esquerda.
    Há aumento de dívida pública e diminuição de exportações, do investimento e do crescimento económico.
    Costa não tem nada para mostrar à UE, de modo a evitar sanções, cortes dos fundos estruturais, todos os ratings em Lixo, e taxas de juro em crescida exponencial. É a Tempestade Perfeita !

  5. Então boas noticias, nos outros anos aproximadamente 10% ( desde 2005) e este 6,4%. O articulista devia explicar, porque não o faz?

  6. … no período de 2005 a 2012, a dívida do Estado cresceu, em média, 10% ao ano,”
    “… Nos últimos três anos, o endividamento foi de 4,7% ao ano.”
    “… dívida directa do Estado nos primeiros cinco meses do ano fixou-se em 3,054 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 10,3%, valor superior ao implícito para o conjunto do ano (6,4%)”…”
    a GERINGONÇA está a começar a desengonçar e não há demagogia que a safe.

  7. Quem não calculava isto?, se uma família gasta mais do que recebe o que acontece?, se um país esbanja sem ganhar dá nisto, falta de dinheiro, acho estranho um economista aceitar um cargo de ministro das finanças e permitir um esbanjar de dinheiro que é obra, será que é competente ou acomodou-se?, e os outros partidos que se juntaram ao partido esbanjador, perderam o pio?. tanto apoiavam o povo?, mostram agora que apenas apoiam o povo publico, pois permitiram um esbanjar até dizer chega para o povo privado pagar, claro que para mim não é surpresa, mas será certamente para muitos que acreditam em heróis e milagres.

RESPONDER

Défice fica nos 0,8% do PIB no primeiro semestre do ano

O défice situou-se em 0,8% do PIB no primeiro semestre deste ano, em contas nacionais, abaixo dos 2,2% registados no período homólogo, mas longe da meta para o conjunto do ano, de 0,2%. "No conjunto do …

Pelo menos sete crianças morreram após colapso de escola no Quénia

Pelo menos sete crianças morreram e 57 ficaram feridas após o colapso do edifício de uma escola em Nairobi, no Quénia, esta segunda-feira, confirmaram os serviços de socorro e as autoridades locais. "Depois do colapso do …

“Há uma mudança histórica na Madeira”

Este domingo, no seu espaço habitual de comentário, Luís Marques Mendes disse que, embora ainda não tenham sido apurados todos os resultados das eleições na Madeira, tudo aponta para que haja uma “mudança histórica” no …

O outono chegou e traz aguaceiros. Mas o calor ainda pode aparecer em outubro

O outono começou oficialmente às 8h50 desta segunda-feira. Este é o dia do equinócio, a data em que, segundo o saber popular, o dia e a noite têm a mesma duração. A data que assinala o …

Portugal não aderiu a programa da UE criado de propósito após os incêndios de 2017

No ano passado, a União Europeia criou um programa de proteção civil devido aos incêndios de 2017 em Portugal. Contudo, o país não aderiu ao mecanismo. Em 2017, Portugal viveu momentos difíceis devido aos incêndios que …

Boris responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Boris Johnson diz que o país atribui ao Irão, "com muito alto grau de probabilidade, os ataques à gigante petrolífera saudita". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou esta segunda-feira o Irão de ser, muito provavelmente, responsável …

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se formarem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …