Dívida pública cresceu o dobro da economia entre Janeiro e Maio

Tiago Petinga / Lusa

António Costa e Mário Centeno

A dívida pública portuguesa continua a crescer sem travão e nos cinco primeiros meses do ano cresceu 2,8%, o que representa o dobro do crescimento da economia neste mesmo período.

Os dados da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), citados pelo Correio da Manhã, mostram a tendência de endividamento do Estado, nos últimos anos, e apontam que em Maio passado a dívida pública de Portugal se situava nos 232,8 mil milhões de euros.

Trata-se de um aumento de 2,8% só nos primeiros cinco meses do ano, o que representa o dobro do crescimento da economia durante o mesmo período.

Estamos a falar de um aumento de 6,2 mil milhões de euros, refere o Correio da Manhã.

“A despesa com juros e outros encargos líquidos da dívida directa do Estado nos primeiros cinco meses do ano fixou-se em 3,054 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 10,3%, valor superior ao implícito para o conjunto do ano (6,4%)”, nota ainda o CM, numa citação de um alerta da Unidade Técnica de Apoio Orçamental.

O jornal sustenta que no período de 2005 a 2012, a dívida do Estado cresceu, em média, 10% ao ano, enquanto a economia registou um crescimento quase nulo. Nos últimos três anos, o endividamento foi de 4,7% ao ano.

ZAP

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Povo burro vai-me fazer pagar mais um resgate, pelo menos metam o Sócrates lá mais um bocadinho, a culpa é da conjuntura mundial, do Brexit, do aquecimento global e do Pokemon, a mim só me apetece mandar a todos mais o pokemon para o poc%#$

    Curti em especial a segunda noticia da almofada financeira que vai ser usada para equilibrar a dívida, quem é que deixou mesmo essa almofada? quem foi? fomos nós com tanto sacrificio e com o governo do PSD, mais 2 ou 3 anos e estamos outra vez enrascados a pedir novo resgate e a queicharmo-nos dos juros

  2. Bem, se a divida pública nos anos anteriores cresceu, em média, 10% ao ano, e se agora em 5 meses cresceu apenas 2.8% significa que já estamos a melhorar, mas precisamos melhorar ainda mais…este crescimento tem a ver, muito provavelmente ao BANIF e às dividas da EDP que, como já vai sendo costume, é o Zé a pagar…isso sim, é que devia mudar…

  3. Obrigado usurpadores e geringonceiros!
    .
    Depois do Europeu 2016 precisávamos de voltar rapidamente ao terror que tem sido as nossas vidas desde que decidiram fazer deste país um antro de democratas.

  4. O iceberg que afundou o titanic foi detetado uns minutos antes. A bancarrota e afundanço deste país foi detetado com mais antecedência por todas as entidades estrangeiras e por todos os economistas com 2 dedos de testa. Não há desculpa para este governo. Os únicos que continuam a acreditar em contos de fadas são António Costa, SemTino e a extrema esquerda.
    Há aumento de dívida pública e diminuição de exportações, do investimento e do crescimento económico.
    Costa não tem nada para mostrar à UE, de modo a evitar sanções, cortes dos fundos estruturais, todos os ratings em Lixo, e taxas de juro em crescida exponencial. É a Tempestade Perfeita !

  5. Então boas noticias, nos outros anos aproximadamente 10% ( desde 2005) e este 6,4%. O articulista devia explicar, porque não o faz?

  6. … no período de 2005 a 2012, a dívida do Estado cresceu, em média, 10% ao ano,”
    “… Nos últimos três anos, o endividamento foi de 4,7% ao ano.”
    “… dívida directa do Estado nos primeiros cinco meses do ano fixou-se em 3,054 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 10,3%, valor superior ao implícito para o conjunto do ano (6,4%)”…”
    a GERINGONÇA está a começar a desengonçar e não há demagogia que a safe.

  7. Quem não calculava isto?, se uma família gasta mais do que recebe o que acontece?, se um país esbanja sem ganhar dá nisto, falta de dinheiro, acho estranho um economista aceitar um cargo de ministro das finanças e permitir um esbanjar de dinheiro que é obra, será que é competente ou acomodou-se?, e os outros partidos que se juntaram ao partido esbanjador, perderam o pio?. tanto apoiavam o povo?, mostram agora que apenas apoiam o povo publico, pois permitiram um esbanjar até dizer chega para o povo privado pagar, claro que para mim não é surpresa, mas será certamente para muitos que acreditam em heróis e milagres.

RESPONDER

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …

Apoio do Governo para pagar conta da luz em Janeiro não passa dos 2,40 euros por família

O apoio extraordinário que o Governo vai dar às famílias portuguesas para o pagamento da conta da luz, neste mês de Janeiro, devido ao confinamento e às temperaturas anormalmente baixas, é modesto. A verba máxima …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: um clássico que valia 14 pontos

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-1-1-benfica-o-musical-1 Chegámos.   Chegámos ao grande jogo do campeonato. Desta vez aparece no calendário só a meio de Janeiro, mas cá está ele. O grande jogo. "Ai não! Há Sporting, há Boavista, há Braga!". O Sporting e o …

Armin Laschet sucede a Angela Merkel na liderança da CDU

Este sábado, Armin Laschet foi eleito líder do partido alemão União Democrata-Cristã (CDU), depois de Angela Merkel ter abandonado o cargo, em setembro. Armin Laschet, chefe do governo da Renânia do Norte-Vestfália, é o novo líder …