Disney debaixo de fogo. Críticas apelam ao boicote do novo filme Mulan

Divulgação / Walt Disney Pictures

A Disney está a ser alvo de fortes críticas por ter gravado o novo filme Mulan em locais da China onde há suspeitas de graves abusos dos direitos humanos.

O filme Mulan foi lançado na sexta-feira, dia 4 de setembro, depois de vários adiamentos devido à pandemia de covid-19. Parte do filme foi gravado em Xinjiang, o local de alegados abusos aos direitos humanos contra o povo indígena Uighur e outras minorias muçulmanas.

A Disney está agora a ser alvo de fortes críticas, nomeadamente pelo facto de os créditos finais do filme incluírem “agradecimentos especiais” a oito entidades do governo de Xinjiang, incluindo a Secretaria de Segurança Pública de Turpan, uma cidade no este de Xinjiang onde vários campos de re-educação foram identificados.

De acordo com a BBC, as estimativas apontam para cerca de um milhão de pessoas detidas contra a sua vontade, a maioria Uighurs muçulmanos. A China diz que os campos de detenção são necessários para melhorar a segurança.

O novo filme também expressa agradecimentos ao departamento de propaganda do Partido Comunista Chinês em Xinjiang.

Segundo o SAPO, apesar de o filme ter estreado este ano, em 2017, Niki Caro, a realizadora de Mulan, publicou fotografias da capital de Xinjiang (Asia/Urumqi) no Instagram. O ano seguinte é apontado como o ano do início da construção dos campos de re-educação em Xinjiang e, na altura, num comentário podia ler-se “Tenha vergonha, #BoycottMulan e fale contra o genocídio Uyghur”.

Por sua vez, Adrian Zenz, especialista em questões sobre a China, partilhou no Twitter um documento que prova que a menção mais recente a estes campos é de agosto de 2013.

O documento fala em campos “re-educação de “determinados grupos” para “erradicar o solo para a propagação de extremismos religiosos”. À BBC, o especialista disse que a Disney é uma “empresa internacional a lucrar na sombra de campos de concentração”.

“A Disney deve divulgar os detalhes sobre as devidas diligêncisa de direitos humanos que realizou – se as houve – antes de tomar a decisão de filmar em Xinjiang, que acordos fez com as autoridades de Xinjiang para fazer as filmagens e que assistência recebeu das autoridades”, escreveu Yaqiu Wang, investigadora da Human Rights Watch China, na mesma rede social

O filme foi diretamente para os serviços de streaming da Disney Plus, sem nunca ter passado pelas salas de cinema do mundo. Aliás, o único país onde Mulan figura nos grandes ecrãs dos cinemas é a China.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Com franqueza, já não sabem que inventar. Desliguem os vossos iphones e todos os telemóveis com um martelo… são todos feitos na China.

RESPONDER

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …