“Vocês têm sido… Esperem aí, o discurso não era este” – Guterres origina gargalhadas

ZIPI / EPA

Momento invulgar, mas descontraído, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

António Guterres ia falar novamente na COP27, a edição deste ano da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

E até começou a falar: “Vocês, têm sido implacáveis na responsabilização dos decisores políticos…”.

Mas, de repente, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas parou de falar.

Começou a olhar rapidamente para as folhas seguintes, uma após uma, e rapidamente reparou que algo estava mal.

E não escondeu, dizendo ao microfone: “Acho que me deram o discurso errado. É que vou falar com um grupo de jovens, depois desta sessão. Houve uma pequena confusão. Peço desculpa”.

Na plateia estavam, não jovens, mas precisamente alguns dos “decisores políticos” responsabilizados pelos jovens.

Durante a pausa de António Guterres, primeiro trocaram-se olhares entre os presentes, mas logo a seguir houve gargalhadas e um aplauso.

Na segunda-feira, no discurso de abertura desta conferência em Sharm el-Sheikh (Egipto), Guterres deixou um aviso sério aos líderes mundiais: “Estamos na autoestrada para o inferno climático, com o pé no acelerador”.

“O nosso planeta está a aproximar-se de pontos de viragem que vão tornar o caos climático irreversível”, reforçou, deixando dois caminhos possíveis: “Ou a solidariedade ou o suicídio em massa”.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.