Director de Informação da TVI diz que Santos Silva não voltou por ser malcriado

O director de Informação da TVI, Sérgio Figueiredo, pronunciou-se finalmente sobre o fim do espaço de comentário do ex-ministro do PS Augusto Santos silva na TVI24. Ele não voltou ao ecrã do canal “por ser malcriado, não porque a sua voz é incómoda”, garante.

Sérgio Figueiredo tinha-se mantido em silêncio sobre o caso, mesmo depois de Augusto Santos Silva ter acusado a TVI de censura.

O ex-ministro socialista tinha também durante o seu espaço de comentário “Os porquês da política“, em pleno directo, no passado dia 7 de Julho, acusado a direcção do canal de falta de “coragem” pela alegada rescisão unilateral do seu contrato.

A resposta do director de informação da TVI chega agora através da sua coluna de opinião no Diário de Notícias.

Num artigo intitulado “Para acabar de vez com um monólogo patético e deprimente“, Sérgio Figueiredo destaca que não está em causa a liberdade de expressão, mas “é de decência que se trata” e de “ética”.

Escreve ainda que Santos Silva não voltou à TVI24 “por ser malcriado, não porque a sua voz é incómoda”.

“Há limites para tudo”, lamenta também Sérgio Figueiredo, notando que foi acusado de “censura, prepotência” de uma forma “persistente, insistente, obsessiva, insultuosa”.

Sem se referir directamente a Santos Silva, Sérgio Figueiredo usa no seu texto termos como “cobardia”, “mentira” e “narcisismo” e fala em “pintarolas”, em “arrogantes senis” e em “figuras patéticas” que “praticam o culto da sua própria pessoa”.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O especialista trombonista do socratismo, dá-se mal com a democracia apenas porque se serve dela… A seguir a Sócrates era um vergado defensor do “regime” que os levou a pedir a troika… Também ele acreditava cegamente nos aeroportos, autroestradas, TGV, ‘magalhães’ ao serviço da PT,barragens, eólicas, etc.
    Ex ministro da Defesa e dos Assuntos Parlamentares em governos de José Sócrates, Augusto Santos Silva, enquanto Min.Defesa tinha um cartão de crédito com um plafond mensal de 10 mil euros bem como os dois militares seus ajudantes de campo.
    Sociólogo, prof.Universitário mal criado?

  2. o gajo figuredo para dizer o quão malcriado foi o Sr. Professor Santos Silva por lhe ter chamado aquilo que o gajo é cobarde vomita um cardume imenso de vernáculos num artigo de opinião onde nem um comentariozeco se pode fazer. então o que é um gajo que usa e abusa da prepotência para aventar borda fora uma pessoa que se encontra numa posição inferior e como se não bastasse vem já depois dos factos frios escrever num espaço reservado 300 milhões de vezes pior do que aquilo que acusa o outro.ganda COBARDE figuredo.

    • Ainda que prescinda de potentes holofotes sobre o txt contravapor do “monólogo patético e deprimente” de trombonista socratico, não se livra de iletrismo mesmo que seja uma vez só pior que o “verde” que lhe espuma da boca.

  3. O grande problema é que em Portugal há mais jornaleiros do que jornalistas. Fazem os lhes mandam, escrevem o que lhes ditam. Claro que se os designam pelo seu verdadeiro nome, sentem-se muito ofendidos. julgam-se acima da crítica, desfazem-se em verborreia e invocam o “interesse público” e os insondáveis “critérios jornalísticos” para nos impingirem os excrementos que vomitam todos os dias.

RESPONDER

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …

Pela primeira vez em 30 anos, Hong Kong proíbe vigília em memória de Tiannamen

Pela primeira vez em 30 anos, tanto Hong Kong como Macau não vão ter vigílias em homenagem às vítimas do massacre de Tiananmen. A Polícia de Hong Kong proibiu a vigília em memória do massacre de …

Portugal com mais 8 mortos e 331 casos positivos em 24 horas

Portugal registou mais oito mortes e 331 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde. Esta quinta-feira, Portugal registou 1.455 mortes por …

IL rejeita Marcelo Rebelo de Sousa e aposta em Adolfo Mesquita Nunes

O Iniciativa Liberal (IL) não vai apoiar a eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa. Para o partido, um dos nomes em cima da mesa para as Presidenciais é "fácil" e só depende da "vontade …

Comissão Europeia "otimista" na rápida retoma económica em Portugal

A Comissão Europeia diz estar "razoavelmente otimista" sobre uma "rápida recuperação" económica de Portugal após a crise gerada pela covid-19 e considera que a forma como o país "controlou" a pandemia beneficiará a retoma do …

Nova Zelândia decreta em junho erradicação de contágios. Está há 13 dias consecutivos sem novos casos

A Nova Zelândia, país que tem sido apontado internacionalmente como exemplar no combate à pandemia de covid-19, prevê decretar a “erradicação da doença” no país no próximo dia 15 de junho. A informação foi avançada esta …

Secretário da Defesa discorda de Trump no envio de tropas para conter distúrbios. Aliados europeus afastam-se

O Secretário norte-americano da Defesa, Mark Esper, rompeu na quarta-feira com o Presidente, Donald Trump, no apoio ao envio das forças armadas para as cidades e os estados que se recusarem "a tomar as medidas …