Director da Segurança Social de Braga afastado

Rui Barreira / Facebook

O ex-director do Centro Distrital de Braga da Segurança Social, Rui Barreira

O ex-director do Centro Distrital de Braga da Segurança Social, Rui Barreira

O director do Centro Distrital de Braga da Segurança Social, Rui Barreira, foi afastado do cargo, na sequência de um processo de inquérito que lhe tinha sido instaurado, informou o Instituto da Segurança Social (ISS).

Em nota enviada à agência Lusa, o ISS refere que, na sequência do processo, o Conselho Directivo daquele organismo deliberou a aplicação de sanção disciplinar a Rui Barreira.

“Por força do Estatuto do Pessoal Dirigente da Administração Pública, a aplicação da pena disciplinar tem como consequência legal a imediata cessação da comissão de serviço“, acrescenta a nota.

Barreira é militante do CDS e estava à frente da Segurança Social de Braga desde 2011.

Em Março de 2016, fonte do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social disse à Lusa que o Conselho Directivo do ISS deliberara abrir um processo de inquérito a Rui Barreira, com base em factos relatados pelo grupo parlamentar do PCP.

Na altura, o grupo parlamentar do PCP questionou o ministro Vieira da Silva sobre a actuação de Rui Barreira, alegando que teve conhecimento de que aquele dirigente vinha participando “em iniciativas de cariz partidário, inseridas nas suas actividades autárquicas, junto de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)” e alertando que aquilo poderia fazer com que fosse “confundido nos seus papéis“.

Sublinhando que “as mesmas IPSS eram, invariavelmente, beneficiadas por apoios da Segurança Social”, o grupo parlamentar do PCP queria saber quantos pedidos de acordos de cooperação tinham sido solicitados pelas IPSS do concelho de Guimarães ao Centro Distrital de Braga do Instituto de Segurança Social, bem como quantos pedidos tinham sido rejeitados e quais os critérios que sustentaram tal rejeição.

Também na mesma altura, um grupo de trabalhadores do Centro Distrital de Braga da Segurança Social enviou ao Governo um relatório dando conta de uma clima de “assédio moral” e “bullying profissional” naquele organismo, desde que Rui Barreira assumira a respectiva direcção.

Na sua página no Facebook, Rui Barreira publicou um “post” dizendo que hoje terminou “um ciclo” da sua vida. A Lusa tentou ouvir Rui Barreira, mas sem sucesso.

“Um ciclo onde dei o melhor que sei e pude e onde contei com profissionais de grande craveira, a todos os níveis. Quanto ao resto, em tempo oportuno os meus amigos saberão toda a verdade”, acrescenta o “post”.

Numa entrevista a uma revista de Braga, em 2013, Rui Barreira tinha dito que não ficaria “nem mais um dia” na função quando o Governo fosse liderado pelo PS.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Este ano não há São João nem Santo António. Festas populares canceladas em Lisboa e Porto

As Câmaras Municipais de Lisboa e do Porto resolveram cancelar as festividades de Santo António e de são João, respectivamente, por causa da pandemia de Covid-19. As marchas populares só voltam no próximo ano, com …

Sem ajudas do Governo, "não sei se os grandes vão continuar a ser grandes"

"É complicado encontrar soluções", assume o presidente do Marítimo numa altura em que o futebol está parado por causa da pandemia de Covid-19. A situação é "aflitiva" para muitos clubes, diz Carlos Pereira que acredita …

Governo dá tolerância de ponto nos dias 9 e 13 de abril

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 9 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado. “É …

Depois do papel higiénico, vendas de snacks e bebidas alcoólicas disparam

A Associação Espanhola de Supermercados fez um estudo sobre as alterações de consumo desde que foi decretado o estado de emergência. A procura por papel higiénico disparou meados de março, mas os produtos mais procurados …

Bloco quer proibir banca de distribuir lucros (e pede ajuda ao PSD)

O Bloco de Esquerda quer proibir os bancos de distribuírem dividendos em 2020 e pede ajuda ao PSD para o conseguir. Em videoconferência, Mariana Mortágua lançou um desafio ao líder social-democrata. O Bloco de Esquerda anunciou …

Ordens duvidam dos números de infetados (e admitem fazer o seu próprio levantamento)

Segundo os números anunciados na quarta-feira, havia 1.124 profissionais de saúde e oito deles estavam internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). Mas estes números não convencem as Ordens. De acordo com o Observador, o bastonário …

Europa tem que ser o seu "próprio Plano Marshall". Centeno defende solução sem o "estigma" da austeridade

Mário Centeno continua a incentivar uma solução conjunta assente na ideia da solidariedade europeia perante "uma crise inesperada e sem precedentes" devido à pandemia de Covid-19. Como presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças de …

Há mais de 10 mil infetados em Portugal. DGS vai fazer testes de imunidade à população

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos. Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados …

Quase meio milhão de portugueses estão em lay-off. "Sistema é errado", diz Francisco Louçã

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. Atualmente, há 425.287 trabalhadores nessa situação. Francisco Louçã considera este sistema …

Costa "chocado" com caso da morte no aeroporto. Enfermeira, médico e polícias também investigados

Além dos três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que são suspeitos de terem agredido um cidadão ucraniano, que acabou por morrer, também há outros elementos do SEF, um médicos e uma enfermeira, …