Dinamarqueses com filhos obrigados a fazer curso online para se divorciarem

Na Dinamarca, até agora, o divórcio estava à distância de um clique. Agora, os casais com filhos terão que fazer um curso online para dissolver o casamento.

Até agora, os dinamarqueses que queriam um divórcio mutuamente consensual podiam fazê-lo ao enviar um formulário online, não exigindo julgamento nem período de espera.

Contudo, desde o dia 1 de abril, cada elemento do casal deve concluir um módulo de cerca de trinta minutos, disponível online gratuitamente. A medida, que abrange filhos com idade inferior aos 18 anos, via a ponderação de como será a vida em separado e incluí ainda um período de reflexão de três meses antes de o divórcio ser finalizado.

Este curso integra o programa “Cooperação após o divórcio”, uma plataforma online criada por investigadores da Universidade de Copenhaga e adotada pela classe política para os casais que se separam.

“O curso digital responde a algumas das questões mais essenciais que surgem durante um divórcio”, defende o ministro da Infância e Assuntos Sociais em declarações à agência de notícias France-Presse (AFP).

Disponível no computador, mas também através de uma aplicação, o programa tem um total de 17 módulos que oferecem soluções concretas para situações potencialmente frustrantes: desde a organização de aniversários até passeios escolares. Em casos de separação de casais não casados, os pais também podem aceder ao programa gratuitamente, mediante solicitação.

Se os pais não conseguirem concluir o curso dentro do período de espera de três meses, o casal permanecerá casado. “É um bom começo”, disse Trine Schaldemose, vice-chefe da associação de ajuda familiar Moedrehjaelpen, afirmando que um curso online é uma “decisão fácil e barata”. Porém, é apenas útil “se o nível de conflito entre os pais não for muito alto”.

O país que tem a reputação de ser um dos países mais felizes do mundo tem também a maior taxa de divórcios na Europa Ocidental. Em 2018, o país escandinavo registou cerca de 15 mil divórcios  – 46,5% dos casamentos registados no ano passado.

O país tem sido um defensor dos direitos das crianças e da família, oferecendo licenças parentais de um ano e creches públicas universais. No ano passado, cerca de 70% das crianças viviam com ambos os pais, em comparação com 85% em 1980.

A guarda conjunta é cada vez mais comum em caso de divórcio, com muitos especialistas a considerar que é melhor do que viver a cada duas semanas com os pais para manter relações próximas. Em menos de 10 anos, a guarda conjunta aumentou de 16% das crianças em 2009 para mais de 30% em 2018.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PSD e CDS dão as mãos para ganhar a Madeira (e fecham a porta ao Chega)

Esta quarta-feira, o PSD e o CDS fecharam a porta ao Chega no acordo de coligação autárquica na Madeira, que ambos os partidos assinaram no Funchal. No início deste mês, o líder do PSD/Madeira Miguel Albuquerque …

"Milagre da multiplicação". Cientistas conseguiram tornar a luz ainda mais brilhante

Uma equipa de cientistas descobriu um fenómeno que aumenta a intensidade da luz emitida por um componente em nanoescala em mais de mil vezes, em relação ao que a teoria afirma ser possível. Os cientistas observaram …

Revelados novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto

Um estudo revela novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto, que supera os 4.700ºC e é considerado um "Júpiter quente". Descoberto em 2016, o longínquo Kelt-9 b, situado a 650 anos-luz da Terra, é …

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …