Dinamarqueses com filhos obrigados a fazer curso online para se divorciarem

Na Dinamarca, até agora, o divórcio estava à distância de um clique. Agora, os casais com filhos terão que fazer um curso online para dissolver o casamento.

Até agora, os dinamarqueses que queriam um divórcio mutuamente consensual podiam fazê-lo ao enviar um formulário online, não exigindo julgamento nem período de espera.

Contudo, desde o dia 1 de abril, cada elemento do casal deve concluir um módulo de cerca de trinta minutos, disponível online gratuitamente. A medida, que abrange filhos com idade inferior aos 18 anos, via a ponderação de como será a vida em separado e incluí ainda um período de reflexão de três meses antes de o divórcio ser finalizado.

Este curso integra o programa “Cooperação após o divórcio”, uma plataforma online criada por investigadores da Universidade de Copenhaga e adotada pela classe política para os casais que se separam.

“O curso digital responde a algumas das questões mais essenciais que surgem durante um divórcio”, defende o ministro da Infância e Assuntos Sociais em declarações à agência de notícias France-Presse (AFP).

Disponível no computador, mas também através de uma aplicação, o programa tem um total de 17 módulos que oferecem soluções concretas para situações potencialmente frustrantes: desde a organização de aniversários até passeios escolares. Em casos de separação de casais não casados, os pais também podem aceder ao programa gratuitamente, mediante solicitação.

Se os pais não conseguirem concluir o curso dentro do período de espera de três meses, o casal permanecerá casado. “É um bom começo”, disse Trine Schaldemose, vice-chefe da associação de ajuda familiar Moedrehjaelpen, afirmando que um curso online é uma “decisão fácil e barata”. Porém, é apenas útil “se o nível de conflito entre os pais não for muito alto”.

O país que tem a reputação de ser um dos países mais felizes do mundo tem também a maior taxa de divórcios na Europa Ocidental. Em 2018, o país escandinavo registou cerca de 15 mil divórcios  – 46,5% dos casamentos registados no ano passado.

O país tem sido um defensor dos direitos das crianças e da família, oferecendo licenças parentais de um ano e creches públicas universais. No ano passado, cerca de 70% das crianças viviam com ambos os pais, em comparação com 85% em 1980.

A guarda conjunta é cada vez mais comum em caso de divórcio, com muitos especialistas a considerar que é melhor do que viver a cada duas semanas com os pais para manter relações próximas. Em menos de 10 anos, a guarda conjunta aumentou de 16% das crianças em 2009 para mais de 30% em 2018.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os lagartos. Os jacarés também são capazes de regenerar a sua cauda

Os jovens jacarés americanos (Alligator mississippiensis) têm a capacidade de regenerar as suas caudas até 18% do comprimento total do seu corpo, concluiu uma nova investigação da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos. "O que …

"Morri no Paralelo79N". Diário revela as últimas horas de um explorador que morreu sozinho na Gronelândia

Os investigadores analisaram a última entrada do diário de explorador polar do século XX, Jørgen Brønlund, incluindo uma curiosa mancha negra, escrita antes de morrer sozinho no nordeste da Gronelândia, descobrindo o que lhe aconteceu …

Cybershoes. O problema de andar em Realidade Virtual pode já ter uma solução

Um dos problemas com os jogos de Realidade Virtual é que, normalmente, as experiências são definidas numa escala maior do que uma sala de estar. Assim, o jogador acaba por ter de ficar numa parte …

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …