De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O’Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O’Sullivan apresenta Paul O’Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O’Sullivan.

“Uma noite, estava apenas a adicionar indiscriminadamente Paul O’Sullivans no Facebook e uma boa quantidade deles aceitou o meu pedido de amizade”, disse Paul O’Sullivan, de Maltimore, que ficou conhecido como Baltimore Paul, em declarações à CBS News. “Eventualmente, as publicações deles começaram a aparecer no meu feed de notícias. E eu fiquei tipo: ‘Espere um minuto, somos todos músicos.’ Parecia que o universo me estava a desafiar a fazer algo com este cenário fortuito”.

Baltimore Paul contactou músicos chamados Paul O’Sullivan em todo o mundo. Eventualmente, três Pauls concordaram em formar um grupo musical com ele, apropriadamente chamado de The Paul O’Sullivan Band.

Manchester Paul toca baixo, Pensilvânia Paul está na percussão e Baltimore Paul e Roterdão Paul tocam guitarra e cantam.

“Neste mundo, às vezes, achamos que já tudo foi feito”, disse Manchester Paul, do Reino Unido, à CBS News durante uma entrevista com os quatro Paul O’Sullivans. “Particularmente com a Internet, tudo foi feito. Bem, na verdade, isso parecia a primeira vez. E ainda parece a primeira vez.”

Os Pauls lançaram um single no início de 2020. Quando o mundo fechou devido à pandemia de covid-19, perceberam que já estavam a trabalhar remotamente juntos de qualquer das formas, por isso decidiram usar o confinamento para gravar um álbum.

“É ótimo poder entrar em contacto com pessoas do outro lado do mundo quando se está confinado porque não se sente sozinho no momento“, disse Roterdão Paul, dos Países Baixos.

Os Pauls escreveram e gravaram o seu álbum como uma linha de montagem, disse Baltimore Paul. Ele e Roterdão Paul escreveram as letras e depois enviaram as ideias a Manchester Paul para aprovação final.

“Não sou um grande escritor de letras, mas no dia seguinte à primeira reunião, ele enviou-me uma página inteira do Microsoft Word com letras de músicas”, disse Baltimore Paul sobre Roterdão Paul. “Eu pensei: ‘Isto pode ser o começo de uma parceria Lennon-McCartney muito boa, se quiseres.”

Quando o Pensilvânia Paul perguntou qual é o Paul McCartney e qual é o John Lennon, Baltimore Paul disse que é complicado, já que os dois se chamam Paul.

Para todos os quatro Pauls, a música sempre foi uma válvula de escape – e mais importante do que nunca durante 2020. “Se se aprender a tocar um instrumento, isso pode ajudar em alguns momentos sombrios“, disse Manchester Paul.

Sempre usei a música para me ajudar nos momentos difíceis, sempre digo. Isso ajudou a atravessar todo o confinamento, eu acho. Na verdade, acho que o confinamento passou mais rápido porque eu estava a fazer isto”, acrescentou Roterdão Paul.

“Quando a covid-19 chegou, muitas portas se fecharam para os músicos”, disse Pensilvânia Paul. “E [Baltimore] Paul abriu essa porta, certo? Então tínhamos um propósito extra. E acho que para mim, isso deu-me muita satisfação, que não fui confinado de tudo. Que, de facto, poderíamos realizar coisas, apesar das novas adversidades”, continuou. “Todo mundo disse não e The Paul O’Sullivan Band disse sim.”

Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Morreu o poeta e tradutor Pedro Tamen, aos 86 anos

O poeta e tradutor, de 86 anos, morreu, esta quinta-feira, em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família. Pedro Tamen, que além de poeta também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …