/

Diana revela em gravações inéditas que se atirou das escadas grávida de William

2

US Federal Government

John Travolta com a Princesa Diana

Novas gravações feitas pela própria Princesa Diana revelam detalhes chocantes sobre o “desespero” que ela vivia, durante o casamento com o Príncipe Carlos. Ela conta que chegou a atirar-se das escadas, quando estava grávida de William, para chamar a atenção do marido.

O relançamento do livro “Diana: A sua verdadeira história”, escrito pelo jornalista britânico Andrew Morton, está a ser acompanhado pela divulgação de gravações inéditas feitas pela própria Diana, em 1991, onde ela revela detalhes chocantes sobre o seu casamento.

A obra foi publicada pela primeira vez em 1992, mas é agora relançada para homenagear Diana por altura da data em que se assinala o vigésimo aniversário da sua morte, a 31 de Agosto de 1997, num acidente de viação em Paris – que pode ter sido causado pelo facto de o carro onde seguia estar “avariado”.

Nestas gravações de 1991, cujas transcrições acompanham o livro, Diana fala da depressão em que vivia e da sua bulimia, que terá sido desencadeada por um comentário do próprio príncipe Carlos.

A Princesa também lamenta a falta de atenção do marido, e conta como vivia atormentada pelo seu caso com Camilla Parker-Bowles, com quem Carlos veio a casar depois da morte de Diana.

“Estava tão deprimida, andava a tentar cortar os meus pulsos com lâminas de barbear”, revela Diana, contando que ameaçou suicidar-se, por várias vezes, durante a lua-de-mel, para chamar a atenção do marido.

Numa das gravações, Diana lembra como “a Rainha ficou absolutamente horrorizada, a tremer” e “muito assustada” depois de ela se ter atirado das escadas.

“Quando estava grávida de quatro meses do William, atirei-me das escadas, para tentar chamar a atenção do meu marido, para que ele me ouvisse. Tinha dito ao Carlos que me sentia tão desesperada e não parava de chorar. Ele dizia que eram lágrimas de crocodilo”, desabafa a Princesa.

“Eu sabia que não ia perder o bebé, embora tenha ficado muito magoada, à volta do estômago. Quando Carlos voltou, foi apenas resignação, total resignação. Ele simplesmente continuou para lá da porta”, acrescenta Diana na gravação.

Diana relata ainda como se auto-mutilou nas coxas e no peito com uma faca-caneta, e como isso não provocou “qualquer reacção” em Carlos. A princesa relata também como o nascimento de Harry, o segundo filho, em 1984, terminou de vez com o casamento.

O Carlos sempre quis uma menina. Ele queria dois filhos e queria uma menina. Eu sabia que o Harry era um rapaz e não lhe disse. O Harry chegou, o Harry tinha cabelo ruivo, o Harry era um rapaz. O primeiro comentário foi: ‘Ó Deus, é um rapaz.’ O segundo comentário: ‘E até tem cabelo vermelho.’“, conta Diana.

A Princesa acaba por concluir, contudo, que Harry se tornou numa “alegria” para a família e que até ficou “mais próximo do pai” do que o Príncipe William.

  SV, ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE