Diana revela em gravações inéditas que se atirou das escadas grávida de William

US Federal Government

John Travolta com a Princesa Diana

Novas gravações feitas pela própria Princesa Diana revelam detalhes chocantes sobre o “desespero” que ela vivia, durante o casamento com o Príncipe Carlos. Ela conta que chegou a atirar-se das escadas, quando estava grávida de William, para chamar a atenção do marido.

O relançamento do livro “Diana: A sua verdadeira história”, escrito pelo jornalista britânico Andrew Morton, está a ser acompanhado pela divulgação de gravações inéditas feitas pela própria Diana, em 1991, onde ela revela detalhes chocantes sobre o seu casamento.

A obra foi publicada pela primeira vez em 1992, mas é agora relançada para homenagear Diana por altura da data em que se assinala o vigésimo aniversário da sua morte, a 31 de Agosto de 1997, num acidente de viação em Paris – que pode ter sido causado pelo facto de o carro onde seguia estar “avariado”.

Nestas gravações de 1991, cujas transcrições acompanham o livro, Diana fala da depressão em que vivia e da sua bulimia, que terá sido desencadeada por um comentário do próprio príncipe Carlos.

A Princesa também lamenta a falta de atenção do marido, e conta como vivia atormentada pelo seu caso com Camilla Parker-Bowles, com quem Carlos veio a casar depois da morte de Diana.

“Estava tão deprimida, andava a tentar cortar os meus pulsos com lâminas de barbear”, revela Diana, contando que ameaçou suicidar-se, por várias vezes, durante a lua-de-mel, para chamar a atenção do marido.

Numa das gravações, Diana lembra como “a Rainha ficou absolutamente horrorizada, a tremer” e “muito assustada” depois de ela se ter atirado das escadas.

“Quando estava grávida de quatro meses do William, atirei-me das escadas, para tentar chamar a atenção do meu marido, para que ele me ouvisse. Tinha dito ao Carlos que me sentia tão desesperada e não parava de chorar. Ele dizia que eram lágrimas de crocodilo”, desabafa a Princesa.

“Eu sabia que não ia perder o bebé, embora tenha ficado muito magoada, à volta do estômago. Quando Carlos voltou, foi apenas resignação, total resignação. Ele simplesmente continuou para lá da porta”, acrescenta Diana na gravação.

Diana relata ainda como se auto-mutilou nas coxas e no peito com uma faca-caneta, e como isso não provocou “qualquer reacção” em Carlos. A princesa relata também como o nascimento de Harry, o segundo filho, em 1984, terminou de vez com o casamento.

O Carlos sempre quis uma menina. Ele queria dois filhos e queria uma menina. Eu sabia que o Harry era um rapaz e não lhe disse. O Harry chegou, o Harry tinha cabelo ruivo, o Harry era um rapaz. O primeiro comentário foi: ‘Ó Deus, é um rapaz.’ O segundo comentário: ‘E até tem cabelo vermelho.’“, conta Diana.

A Princesa acaba por concluir, contudo, que Harry se tornou numa “alegria” para a família e que até ficou “mais próximo do pai” do que o Príncipe William.

SV, ZAP //

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Antigos romanos de Pompeia podem ter morrido envenenados pela água

Uma análise química feita a um cano de água do abastecimento da antiga cidade romana de Pompeia detectou a presença de antimónio em altas concentrações, o que leva os investigadores a concluir que os habitantes …

Pais da portuguesa desaparecida em Barcelona chamados a verificar identidade

Os pais da jovem portuguesa dada como desaparecida em Barcelona esta quinta-feira foram chamados pelas autoridades espanholas para verificarem a identidade de uma das vítimas no Instituto Forense, disse à Lusa o secretário de Estado …

Negócio de bunkers em crescimento devido à tensão com a Coreia do Norte

O aumento da tensão com a Coreia do Norte fez crescer o interesse pelos abrigos nucleares subterrâneos e em reforçar os protocolos de segurança na costa oeste dos Estados Unidos, a mais próxima de Pyongyang …

Adolescente convence presidente de Câmara a obrigar casas a ter painéis solares

Delaney Reynolds, adolescente norte-americana com 16 anos, conseguiu convencer o presidente da Câmara de South Florida a instalar painéis solares ou telhados verdes em todas as casas do Estado. A jovem adolescente ouviu falar na lei …

Matou-os a (quase) todos: quatro dos cinco terroristas foram mortos pela mesma agente

Podia ser apenas um filme de ação, mas aconteceu mesmo: sem olhar a medos, uma agente da polícia catalã disparou contra os atacantes quando estes se dirigiam a ela de facas, machados, machetes, cutelos e …

Serviços Secretos investigam senadora que "esperava que Trump fosse assassinado"

A senadora de Estado do Missouri, Maria Chappelle-Nadal, está a ser investigada pelos serviços secretos norte-americanos, depois de ter publicado um comentário no Facebook onde dizia que esperava que Donald Trump fosse assassinado. Segundo o St. …

Polícia detém suspeito de esfaqueamento em massa na Finlândia

A polícia finlandesa disparou sobre o suspeito que terá esfaqueado várias pessoas na cidade de Turku. Foi feita uma detenção. Há dois mortos e seis feridos. A polícia finlandesa abateu um homem suspeito de ter esfaqueado …

Terroristas de Barcelona preparavam grande atentado (mas a bomba explodiu em casa)

Os autores dos atentados de Barcelona e Cambrils, que provocaram pelo menos 14 mortos e 135 feridos, estavam a preparar uma ação de "grande envergadura", afirmou hoje em conferência de imprensa o porta-voz da polícia …

Greve dos SEF pode afetar 30 mil passageiros e 85 voos

A greve dos inspetores dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras que está marcada para os dias 24 e 25 - quinta e sexta-feira - da próxima semana, pode deixar em terra até 30 mil passageiros …

André Ventura defende prisão perpétua e trabalho obrigatório para os presos

André Ventura, o polémico candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, confessa-se "um defensor acérrimo da prisão perpétua" e diz que "o trabalho em prol da sociedade deve ser uma obrigação dos presos". Ideias defendidas …