Em dia de eleições, atentado no Paquistão faz pelo menos 30 mortos

Shahzaib Akber / EPA

Pelo menos 30 pessoas morreram e 30 ficaram feridas, esta quarta-feira, num ataque suicida, reivindicado pelo Estado Islâmico, perto de uma assembleia de voto na cidade paquistanesa de Quetta, em dia de eleições legislativas.

O bombista suicida “tentou entrar na assembleia de voto e, quando a polícia o tentou deter, fez-se explodir“, afirmou Hashim Ghilzai, responsável do governo local à agência de notícias francesa AFP.

O balanço oficial, inicialmente estimado em 28 mortos e 35 feridos, ascendeu a 30 vítimas mortais, incluindo três polícias e quatro crianças, depois da morte de duas pessoas que não resistiram aos ferimentos no hospital, segundo Wasim Baig, porta-voz do hospital provincial de Sandeman em Quetta.

O atentado foi reivindicado pelo Estado Islâmico, através da sua agência de propaganda, Amaq.

O ataque foi precedido hoje de manhã por um atentado com uma granada noutra assembleia de voto, no distrito de Khuzdar, também em Baluchistão, que resultou na morte de um polícia e três feridos.

Os ataques em Quetta, capital da província do sul de Baluchistão, são frequentes.

Foi registado também outro atentado suicida em meados de julho, num comício eleitoral em Mastung, a 40 quilómetros de Quetta. O ataque, que causou pelo menos 153 mortos, também foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

O Baluchistão, que faz fronteira com o Irão e o Afeganistão, é a província mais pobre do Paquistão, apesar das suas jazidas de hidrocarbonetos e minerais.

Quetta é uma das localidades mais conflituosas do Paquistão, com a presença de grupos armados separatistas, fações talibãs e grupos extremistas.

Eleições decorrem em clima de grande instabilidade

Cerca de 105 milhões de eleitores estão hoje convocados para eleições legislativas no Paquistão, depois de uma campanha eleitoral que decorreu num clima de instabilidade política e económica, crescentes conflitos religiosos e a ameaça do terrorismo.

Estas eleições são as segundas na história do país em que o Governo conclui um mandato completo e transmite o poder a um novo, após ter sido governado por ditaduras militares em metade dos seus 71 anos de história, desde a sua fundação em 1947.

O governo interino está em negociações preliminares com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para atribuição de um empréstimo, repetindo o panorama das últimas eleições, em 2013, quando o Estado recebeu um pacote de ajuda de 5,3 mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros), pago na totalidade no passado mês de outubro.

A nível político, novos partidos com ideologias radicais fizeram a sua entrada, para além de dúvidas de interferências nas eleições por parte do Exército.

As eleições de hoje põem frente a frente Shahbaz Sharif, líder da Liga Muçulmana do Paquistão (PML-N), partido vencedor das últimas eleições, e o ex-jogador de críquete Imran Khan, do Tehreek-i-Insaf (PTI), candidato pela segunda vez desde 2013.

Shahbaz Sharif é irmão de Nawaz Sharif, primeiro-ministro do Paquistão por três vezes, sem nunca ter cumprido um mandato completo (de 1990 a 1993, 1997 a 1999 e 2013 a 2017).

Bilawal Bhutto, na frente do Partido Popular do Paquistão (PPP) assume-se como um terceiro ator e com um papel determinante na possível formação de um governo de coligação.

Numa campanha caracterizada pela violência, as minorias religiosas do país têm protestado contra a discriminação de que se sentem alvo, com várias comunidades a anunciarem o boicote às eleições.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …