DGS avisa: Tabaco aquecido e cigarros electrónicos não são seguros

A Direção-Geral da Saúde (DGS) desaconselhou esta quinta-feira o uso de cigarros eletrónicos, por conterem nomeadamente substâncias associadas a lesões pulmonares. O alerta surge depois de os Estados Unidos terem reportado 47 casos mortais ligados à utilização destes dispositivos.

Numa nota à imprensa, a DGS e o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) desaconselham, em particular, o uso de cigarros eletrónicos que têm líquidos que contêm canabidiol e outros derivados de canábis, acetato de vitamina E e o aromatizante diacetil, substâncias que “parecem ser associadas a lesões pulmonares” comunicadas por vários países, como Estados Unidos, Canadá, Filipinas, Bélgica e Suécia.

A nota refere, citando os dados mais recentes, de 21 de novembro, do Centro de Controlo e Prevenção da Doença norte-americano, que nos Estados Unidos foram identificados, desde agosto, 2.290 casos de doença pulmonar grave, incluindo 47 óbitos, associados ao uso de cigarros eletrónicos ou ‘vaping’ (vaporização de substâncias).

“Casos semelhantes estão atualmente em investigação no Canadá, nas Filipinas, na Bélgica e na Suécia”, adiantam a DGS e o SICAD, assinalando que a “situação tem vindo a ser discutida ao nível da Comissão Europeia, em termos de avaliação e gestão de risco e eventuais medidas a adotar”.

A DGS e o SICAD avisam que “não existem cigarros eletrónicos nem produtos de tabaco seguros, nomeadamente tabaco aquecido”, pois “apresentam riscos para a saúde e não devem ser consumidos”.

Os consumidores de cigarros eletrónicos “devem estar atentos e procurar um médico imediatamente” se tiverem tosse, falta de ar, dor no peito, febre, calafrios, náuseas, vómitos, dor abdominal ou diarreia, sintomas que “podem desenvolver-se ao longo de alguns dias ou várias semanas”, frisa a nota.

De acordo com a Direção-Geral da Saúde e o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências, os adultos que usam cigarros eletrónicos para deixar de fumar “não devem voltar a fumar“, devendo antes procurar apoio médico, consultas de cessação tabágica ou tratamentos de substituição de nicotina aprovados pelo regulador do medicamento (Infarmed).

Tabaco aquecido é “melhor alternativa”

A Tabaqueira defendeu que o tabaco aquecido é uma “melhor alternativa” para os fumadores, apesar de ser prejudicial para a saúde.

Não sendo o tabaco aquecido um produto inócuo ou isento de riscos, consiste, não obstante, numa melhor alternativa para eles [fumadores] do que os cigarros”, refere a fabricante nacional de cigarros, subsidiária da Philip Morris International.

A empresa reagia assim, em comunicado, à Direção-Geral da Saúde e ao Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD).

A Tabaqueira cita “evidência científica independente”, entidades como o regulador do medicamento norte-americano e laboratórios da rede TobLabNet, da Organização Mundial de Saúde, para justificar o recurso ao tabaco aquecido, “uma solução sensata” para os fumadores. “Estamos absolutamente de acordo que a melhor opção é não começar a fumar e, para os fumadores, é deixar completamente de usar produtos de tabaco ou com nicotina. No entanto, a realidade é que muitos não o irão fazer”.

“Estes fumadores merecem uma solução sensata baseada em evidência e não simplesmente mensagens que podem afastá-los de melhores opções do que fumar cigarros”, refere o diretor-geral da Tabaqueira, Miguel Matos, citado no comunicado.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. falta saber a proporçao de nao ser seguro ,pois no fundo a maioria das coisas que fazemos nao sao seguras ! em comparaçao com o tabaco normal ,qual a tabela !

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …