Dezenas de múmias milenares descobertas no Egito

Ministério das Antiguidades do Egito

Uma equipa de arqueólogos descobriu um túmulo faraónico com mais de quarenta múmias datadas do período da dinastia ptolomaica (323 a.C a 30 a.C) numa escavação no centro do Egito.

Os restos mortais foram encontrados em quatro câmaras funerárias com nove metros de profundidade no complexo arqueológico de Tuna el-Gebel, na cidade de Minya, a 250 quilómetros ao sul da capital, Cairo.

“Todas [as múmias] estão em boas condições de conservação, e algumas estão embrulhadas em linho ou decoradas com manuscrito demótico [uma antiga escrita egípcia]”, revelou o Ministério de Antiguidades do Egito neste sábado em comunicado.

De acordo com a mesma nota, algumas múmias estavam dispostas no interior de caixões de barro ou em sarcófagos de madeira.

Em declarações à agência AFP, o arqueólogo Rami Rasmi adiantou que grande parte das múmias pertencia a homens e mulheres adultas, salientando, contudo, que foram também encontradas 12 crianças e seis animais, a maioria cães.

Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, revelou ainda que foram encontrados cacos de cerâmica e alguns fragmentos de papel antigo com escrituras no mesmo túmulo, objetos que ajudaram os investigadores a datar as múmias.

Segundo Waziri, não foi ainda possível verificar a identidade das pessoas que ali foram enterradas. “Não encontramos nomes escritos em hieróglifos”, disse, dando conta, contudo, que o método de mumificação indica que os embalsamados tinham posições relativamente importantes ou de prestígio.

As sepulturas de Minya, descobertas durante uma escavação que começou em fevereiro de 2018, estão num túmulo comunitário “que provavelmente pertenceu a uma família da pequena burguesia”, concluiu o Ministério de Antiguidades.

Apesar de a mumificação ser processo mais associado ao Antigo Egito, a prática continuou durante o Reino Ptolomaico, fundado por Ptolomeu, sucessor de Alexandre, o Grande. A descoberta, a primeira de 2019, deu-se graças a uma missão conjunta entre o Governo e o centro de pesquisa de estudos arqueológicos da Universidade de Minya.

Nos últimos meses, o Egito tem anunciado uma série de descobertas da Antiguidade, na esperança de animar a indústria turística do país, fonte primária de rendimento nacional. O setor foi muito afetado na última década pela instabilidade que se seguiu à turbulência popular de 2011, que derrubou o então ditador de longa dara Hosni Mubarak.

Entre as várias descobertas que alimentaram a Arqueologia no Egito durante o ano passado, sobressai um enorme sarcófago negro, descoberto em meados de julho. Encontrado em Alexandria, o túmulo captou desde logo a atenção de cientistas de vários quadrantes do mundo quer pelas suas dimensões e pela sua cor, quer por se desconhecer por completo quem estaria lá sepultado. Houve até quem pensasse que se trataria do sepultamento de Alexandre, o Grande.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …