Grupo de 78 detidos no Haiti aproveita manifestação política para fugir da prisão

ABr

Um grupo de 78 detidos da prisão de Aquin, sul do Haiti, evadiu-se no início na tarde desta terça-feira, anunciou um porta-voz da polícia nacional, em plena crise política no país caribenho.

As autoridades iniciaram um inquérito para determinar as circunstâncias da evasão. De acordo com testemunhas, decorria em simultâneo uma manifestação contra o Presidente haitiano frente ao estabelecimento prisional.

Esta evasão coincide com o agravamento da crise política no Haiti. Desde há seis dias que milhares de pessoas se manifestam, por vezes com violência, na capital, Port-au-Prince, e noutras regiões do país para exigir a demissão do Presidente, Jovenel Moïse.

As prisões do Haiti, com superlotação extrema, falta de higiene, de alimentação e de cuidados primários, são consideradas das mais inumanas do mundo por organizações de defesa dos direitos humanos. A lentidão da justiça é, em parte, responsável por esta situação.

Em outubro de 2018, o relatório de uma associação haitiana indicava que três quartos das 11.893 pessoas encarceradas no Haiti ainda aguardavam julgamento, algumas há mais de uma década. Os protestos surgiram após diversas campanhas nas redes sociais contra a corrupção e têm mobilizado milhares de jovens.

Mais de metade dos dez milhões de habitantes do Haiti tem menos de 25 anos, mas esta juventude está praticamente ausente da esfera do poder e do mercado de trabalho formal.

Face a um setor privado controlado por um círculo restrito de famílias, o Estado constitui o primeiro empregador do país, mas a administração está muito longe de representar a pirâmide das idades.

De acordo com o último recenseamento de efetivos do funcionalismo público publicado em fevereiro de 2018, mais de 80% das pessoas empregadas pelo Estado tem mais de 35 anos.

A corrupção implica que a administração esteja preenchida por senadores, deputados que utilizam esses espaços para colocar os amigos, a sua família, pessoas sem experiência ou saber”, denunciou Pascale Solages, 31 anos, citada pela agência noticiosa AFP e que participa na campanha Petrocaribe Challenge.

Esta mobilização nas redes sociais, desencadeada em 2018, exige a transparência na gestão dos fundos Petrocaribe, um programa de ajuda oferecido pela Venezuela ao Haiti desde 2008.

Em janeiro, o Supremo Tribunal de Contas publicou uma auditoria que assinalava uma gestão calamitosa e possíveis desvios destes fundos avaliados em cerca de 1,7 mil milhões de euros.

Em paralelo, cerca de 165 mil haitianos emigraram para o Chile nos últimos quatro anos. Perante esta vaga migratória sem precedentes, o Governo chileno impôs desde abril um visto de entrada para os cidadãos do país mais pobre do Caribe.

O estatuto migratório privilegiado que os EUA concederam ao Haiti após o sismo de 2010 deverá terminar em julho e caso a justiça norte-americana não se pronuncie em contrário.

Muitos habitantes da ilha continuam a arriscar a saída do país em condições muito perigosas. Cerca de 30 haitianos já morreram em fevereiro ao largo das Bahamas devido ao naufrágio da sua frágil embarcação.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Maher e Safa deixaram sonhos para trás. Mas reencontraram a paz em Portugal

Os sonhos de Maher e de Safa ficaram adiados com a guerra na Síria, mas reencontraram a paz em Portugal, onde residem há dois anos ao abrigo de um programa de acolhimento de refugiados. É no …

São Francisco poderá ser a primeira cidade a proibir venda de cigarros eletrónicos

Se esta decisão for aprovada pela FDA, São Francisco vai tornar-se a primeira cidade a banir a venda de cigarros eletrónicos. De acordo com o Observador, a Câmara de Supervisores de São Francisco, nos EUA, aprovou uma …

Nunca houve tantos deslocados no mundo. São mais de 70 milhões

Um novo recorde foi quebrado no mundo em 2018, com 70,8 milhões de pessoas deslocadas das suas casas ou dos seus países, devido às guerras ou perseguições, anunciou esta quarta-feira as Nações Unidas. O relatório anual …

A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre …

Morreu o DJ Zdar do duo electrónico Cassius. Caiu da janela de um prédio em Paris

O músico, produtor e DJ francês Philippe Cerboneschi, mais conhecido por Zdar, morreu aos 50 anos após ter caído da janela de um apartamento em Paris. O seu agente confirmou a "queda acidental" sem revelar …

PS quer o Estado a pagar licença sabática aos portugueses para voltarem a estudar

A criação de uma licença sabática para qualificar trabalhadores e um sistema de prémios e penalizações para combater a desigualdade salarial são medidas que o PS inclui no seu projecto de programa eleitoral. O director do …

Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros …

Marcelo, o "verdadeiro professor", é estrela em promo de La Casa de Papel

O novo vídeo promocional de La Casa de Papel tem um protagonista improvável. Marcelo Rebelo de Sousa, ou, na verdade, uma imitação do Presidente da República, faz uma chamada para a inspetora Raquel. Na chamada telefónica, …

Num só dia, derreteu 40% da área superficial da Gronelândia (e há fotografias)

Uma fotografia divulgada no Twitter do climatologista dinamarquês Rasmus Tonboe ilustra o degelo que ocorre na Gronelândia, evidenciando algumas das consequências que podem ser desencadeadas pelo fenómeno.   A imagem, que mostra um trenó a ser …

Juiz suspende pena a agressor que ameaçou a mulher com uma motosserra

"Vou-te pôr às postas como se põe um cação." Esta foi uma das ameaças, com uma motosserra ligada, que um homem de 52 anos fez à mulher com quem esteve casado durante 30 anos. O …