Detido jovem de 18 anos por suspeita de ligações ao atentado no metro de Londres

Andy Rain / EPA

Polícia britânico

A polícia britânica anunciou, este sábado, que fez “uma detenção relevante” associada ao atentado com uma bomba artesanal que provocou 30 feridos numa estação de metro de Londres, na sexta-feira, em plena hora de ponta.

Fizemos uma detenção importante no âmbito da nossa investigação esta manhã”, indicou a polícia num comunicado. O suspeito, um homem de 18 anos, foi detido hoje de manhã pela polícia de Kent, sudeste de Inglaterra, “na zona portuária de Douvres” associado a factos “terroristas”, precisou a polícia.

O Mayor de Londres, Sadiq Khan, já tinha dito à LBC Radio que “está em curso uma caça ao homem” para encontrar o culpado pelo ataque classificado como “terrorista”.

Entretanto, a estação de metro de Parsons Green, no sudoeste de Londres, foi reaberta depois da explosão desta sexta-feira, informou a Transport for London (TfL), operadora da rede de transportes.

Um engenho de fabrico artesanal, dentro de um balde branco, explodiu parcialmente numa composição de metro da linha District, que se dirigia para o centro da capital, de manhã à hora de ponta. Os feridos foram transportados para diversos hospitais de Londres.

O Serviço Nacional de Saúde disse que 21 pessoas estão a receber tratamento e oito outras já tiveram alta. Segundo a polícia, a maior parte dos ferimentos são queimaduras e não há registo de feridos graves.

O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico, através de um comunicado divulgado pelo seu órgão de propaganda (Amaq), apesar das forças da ordem ainda não terem indicado se esta organização pode ter estado por trás do incidente.

O nível de alerta foi elevado de “grave” para “crítico”, o mais alto numa escala de cinco, o que significa que um atentado “está iminente”, anunciou a primeira-ministra britânica, Theresa May, numa declaração ao país transmitida pela televisão.

Com a subida do alerta para “crítico”, soldados britânicos ajudarão a polícia para reforçar a segurança em postos chave de Londres, como a rede de transportes e os estádios de futebol.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A “political correctness” é tão grande que já não dizem que o homem é ÁRABE mais um terrorista islamico e que o ISIS reindivicou o ataque

RESPONDER

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …