Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana.

O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a equipa da Universidade de Liverpool, a máquina tem dimensões humanóides e trabalha num laboratório comum. No entanto, ao contrário de um ser humano, este robô de 400 kg tem uma “paciência infinita”: trabalha durante mais de 21 horas por dia e só faz uma pausa para recarregar a bateria.

Esta nova tecnologia, descrita num novo artigo científico publicado na Nature, consegue lidar com problemas de escala e complexidade que estão além do alcance humano. Ao contrário de um cientista comum, este robô autónomo consegue encontrar materiais para produção de energia limpa ou novas formulações de medicamentos, através da pesquisa de espaços químicos inexplorados.

Apesar de os robôs já terem sido usados em pesquisas químicas, normalmente são associados a uma só experiência. Este robô é móvel e consegue circular pelo laboratório, realizando uma ampla gama de tarefas diferentes.

A equipa, citada pelo portal EurekAlert, explicou que este robô-cientista realiza 688 experiências em 8 dias, trabalhando durante 172 horas. Para isso, realiza 319 movimentos, 6.500 manipulações e percorre uma distância total de 2,17 km.

O robô realiza todas as tarefas da experiência: pesa sólidos, distribui líquidos, remove ar, executa a reação catalítica e quantifica os produtos da reação.

O cérebro do robô usa um algoritmo para decidir que experiência deve ser realizada. Esta tecnologia já levou a máquina a descobrir, autonomamente, um catalisador seis vezes mais ativo, sem orientação adicional da equipa de investigadores.

“O maior desafio foi tornar o sistema robusto. Para trabalhar de forma autónoma durante vários dias, realizando milhares de manipulações delicadas, a taxa de falhas de cada tarefa necessita de ser muito reduzida”, explicou Benjamin Burger, da universidade britânica.

“Esta não é apenas uma máquina de laboratório. É um novo membro da equipa superpoderosa que ajuda a libertar tempo para que os cientistas humanos pensem criativamente”, rematou professor do Departamento de Química e Inovação em Materiais, Andrew Cooper.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Vamos lutar até aos portões do inferno". Plano de vacina obrigatória de Biden suscita críticas e processos

O anúncio do plano de vacinação Joe Biden suscitou aplausos do lado Democrata, mas muitas críticas de governadores Republicanos, que estão a processar a administração norte-americana. Ainda não passou uma semana desde o anúncio, mas o …

Constitucional contra saída "desprestigiante" de Lisboa. PS critica eleitoralismo da proposta do PSD

O Tribunal Constitucional caracterizou como "desprestigiante" a saída de Lisboa para Coimbra proposta pelo PSD, o que motivou críticas. A decisão final só vai ser conhecida depois das autárquicas. Em causa está o projecto de lei …

Hospital de Nova Iorque deixa de realizar partos face à demissão do pessoal médico que recusa vacinar-se

Antes de sair de cena Andrew Cuomo emitiu um mandato que visava estabelecer a vacinação obrigatória entre profissionais de saúde do estado de Nova Iorque. Um pequeno hospital do condado de Lewis, no estado de Nova …

"Foi um grande erro". Morte de 1400 golfinhos num dia nas Ilhas Faroé criticada até por adeptos da caça

Quase 1500 golfinhos foram mortos no domingo na caça tradicional das Ilhas Faroé, o que motivou críticas até entre os defensores do ritual. Activistas que defendem o fim da caça afirmam que este foi o …

Teorias da 'Síndrome de Havana' "violam as leis da física", dizem cientistas cubanos

Cuba divulgou um relatório, o mais detalhado até à data, no qual cientistas locais criticam as alegações de que diplomatas norte-americanos e canadianos foram submetidos a ataques misteriosos quando estavam destacados no país. O relatório, desenvolvido …

Bill Gates diz que não estamos prontos para a próxima pandemia

Um novo relatório da Fundação Bill e Melinda Gates referiu que as nações não estão a fazer o suficiente para se prepararem para a próxima pandemia, desafiando os países a investir a longo prazo em …

Grécia investiga acidente que vitimou testemunha no julgamento de Netanyahu

As autoridades gregas abriram na terça-feira uma investigação sobre a queda de um avião privado israelita na qual morreu uma testemunha de acusação no julgamento de corrupção do ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. O ex-oficial do Ministério das …

Gouveia e Melo: "Nós já ganhámos a este vírus"

O responsável pela 'task-force' que coordena o programa de vacinas contra a covid-19, vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, assumiu esta quarta-feira que Portugal "já ganhou a este vírus". "Nós já ganhámos a este vírus, pelo menos, …

Mais 1247 casos e 10 mortos por covid-19. Incidência e R(t) descem

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 1247 casos de covid-19 e 10 óbitos. O número de doentes internados também baixou e o R(t) continua a recuar, estando perto do verde na matriz de risco. De …

PSG na Liga dos Campeões: que plantel tinha em 2012?

Messi, Neymar e Mbappé são três das "estrelas" do clube francês, que vai iniciar a sua 10.ª participação consecutiva no torneio. Na primeira, o elenco era bem diferente. Não serão todos os olhos postos, mas quase: …