Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana.

O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a equipa da Universidade de Liverpool, a máquina tem dimensões humanóides e trabalha num laboratório comum. No entanto, ao contrário de um ser humano, este robô de 400 kg tem uma “paciência infinita”: trabalha durante mais de 21 horas por dia e só faz uma pausa para recarregar a bateria.

Esta nova tecnologia, descrita num novo artigo científico publicado na Nature, consegue lidar com problemas de escala e complexidade que estão além do alcance humano. Ao contrário de um cientista comum, este robô autónomo consegue encontrar materiais para produção de energia limpa ou novas formulações de medicamentos, através da pesquisa de espaços químicos inexplorados.

Apesar de os robôs já terem sido usados em pesquisas químicas, normalmente são associados a uma só experiência. Este robô é móvel e consegue circular pelo laboratório, realizando uma ampla gama de tarefas diferentes.

A equipa, citada pelo portal EurekAlert, explicou que este robô-cientista realiza 688 experiências em 8 dias, trabalhando durante 172 horas. Para isso, realiza 319 movimentos, 6.500 manipulações e percorre uma distância total de 2,17 km.

O robô realiza todas as tarefas da experiência: pesa sólidos, distribui líquidos, remove ar, executa a reação catalítica e quantifica os produtos da reação.

O cérebro do robô usa um algoritmo para decidir que experiência deve ser realizada. Esta tecnologia já levou a máquina a descobrir, autonomamente, um catalisador seis vezes mais ativo, sem orientação adicional da equipa de investigadores.

“O maior desafio foi tornar o sistema robusto. Para trabalhar de forma autónoma durante vários dias, realizando milhares de manipulações delicadas, a taxa de falhas de cada tarefa necessita de ser muito reduzida”, explicou Benjamin Burger, da universidade britânica.

“Esta não é apenas uma máquina de laboratório. É um novo membro da equipa superpoderosa que ajuda a libertar tempo para que os cientistas humanos pensem criativamente”, rematou professor do Departamento de Química e Inovação em Materiais, Andrew Cooper.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo europeu releva que carros híbridos são “desastre ambiental”

Um estudo europeu chamou aos carros híbridos plug-in um "desastre ambiental" - as emissões de dióxido de carbono destes carros encontrar-se-ão acima do legalmente declarado e a associação ambientalista Zero pede o fim dos benefícios …

Fisco alerta para mensagens falsas enviadas a contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou os contribuintes, numa mensagem no portal das Finanças, para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em 'links' que são …

"Pandemia do medo". Crianças brincam cada vez menos e isso pode aumentar a ansiedade

A pandemia assim o obriga. Mais tempo fechadas em salas de aula e sem oportunidades para brincarem com os amigos, as crianças estão cada vez mais sedentárias e isso não é positivo para o seu …

Convívio deve ser limitado às pessoas com quem se vive, apela DGS

A diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses, esta segunda-feira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, para limitarem os contactos físicos às pessoas com quem vivem. "Ao conviver em presença com familiares …

"Lembranças da Lua." China prepara missão para recolher amostras do solo lunar

A China vai fazer a primeira tentativa desde os anos 70 de ir à Lua recolher rochas. A missão ficará a cargo da Chang'e 5, que será lançada esta terça-feira. A Chang'e 5 vai realizar a …

Hotéis já podem ser usados como escritórios e centros de dia

Os estabelecimentos hoteleiros, de turismo de habitação e resorts já estão autorizados a serem temporariamente usados como escritórios, showrooms e centros de dia, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República. O diploma publicado no domingo, …

Bolsonaro critica "ataques injustificados" sobre a desflorestação da Amazónia

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considerou durante a cimeira virtual do G20, que as críticas sobre o aumento da desflorestação são "ataques injustificados" e "demagógicos" que surgem de países "menos competitivos". “Eu apresento factos, dados …

Dois novos casos de legionella diagnosticados no Grande Porto

Mais duas pessoas foram diagnosticadas com legionella, esta segunda-feira, na região do Grande Porto, elevando para 87 o número de casos identificados desde o início do surto. Fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) …

Reformaram-se 1.649 professores este ano. É o valor mais alto desde 2013

Este ano, reformaram-se mais 1.649 professores em Portugal continental. É o valor mais alto dos últimos sete anos. De acordo com o Correio da Manhã, entre janeiro e dezembro deste ano, aposentaram-se 1.649 professores em Portugal …

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …