Descobertos livros venenosos na biblioteca de Universidade dinamarquesa

Cientistas dinamarqueses descobriram níveis elevados de arsénio em três livros dos Séculos XVI e XVII que estavam nas estantes da Biblioteca de uma Universidade. Uma descoberta surpreendente e que poderia ser letal para quem consultasse os livros.

Especialistas da Universidade do Sul da Dinamarca fizeram a surpreendente descoberta quando estavam a estudar fragmentos de manuscritos medievais que foram reutilizados para fazer as capas de outros livros.

Os investigadores tentavam identificar o tipo de textos latinos usados para o efeito, quando se depararam com um pigmento verde na capa dos livros.

Com o recurso a tecnologia de fluorescência de micro-Raios-X, que é habitualmente utilizada para analisar as propriedades químicas de cerâmicas e pinturas, conseguiram detectar que o pigmento era, na verdade, arsénio, revelam os investigadores dinamarqueses Kaare Lund Rasmussen e Jakob Povl Holck no The Conversation.

As capas dos livros tinham “grandes concentrações de arsénio”. Acredita-se que o pigmento contendo este elemento químico altamente tóxico tenha sido usado no Século XIX, para proteger os volumes dos insectos e dos vermes.

“Estávamos à procura de escrita que mostrasse como a tinta pode conter cobre ou ferro ou cálcio. Contudo, no momento em que colocamos o feixe de Raios-X na superfície verde, vimos as fantásticas quantidades elevadas de arsénio”, sustentam os investigadores.

O arsénio está entre “as substâncias mais tóxicas do mundo”. O elemento químico pode causar “vários sintomas de envenenamento”, levar ao desenvolvimento de cancro e até à morte, acrescentam os investigadores.

Os livros que contêm arsénio são o “Anglica Historia” de Polydorus Vergilius (1570), o “Historia boiemica” de Johannes Dubravius (1575), e o “Vitæ Patrum Das ist: Das Leben der Altväter, Zu nutz Den Predigern Göttliches Worts” de Georg Maior (1604).

A Biblioteca da Universidade está, agora, a armazenar os livros venenosos em caixas separadas, com etiquetas de segurança, num gabinete ventilado.

“A razão para a última recomendação é que o arsénio tem uma tendência para se transformar em arsina que é transportada pelo ar (AsH3), dadas as condições adequadas de humidade e de luz”, explica Kaare Lund Rasmussen à Fox News.

A arsina ou hidreto de arsénio forma-se quando este elemento químico entra em contacto com um ácido. Trata-se de um gás incolor extremamente tóxico, que pode romper os glóbulos vermelhos e causar a morte através de falência renal.

“O próximo passo é avisar os bibliotecários e os leitores de livros antigos para usarem luvas protectoras, e avisar as bibliotecas para armazenarem qualquer livro antigo pintado de verde num ambiente seco e escuro, longe do risco de pessoas que inalem o ar acima dos livros”, salienta ainda Rasmussen na Fox News.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Livros que ninguém lê, felizmente a Dinamarca ainda tem bibliotecas, por aqui até as bibliotecárias acham que os livros são só um monte de papel velho.

RESPONDER

Ivanka Trump também usou email pessoal para assuntos oficiais da Casa Branca

Ivanka Trump, filha e assessora do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou uma conta pessoal de email para discutir assuntos oficiais da Casa Branca durante o ano passado. A notícia, avançada nesta segunda-feira pelo …

Companhia aérea polaca pede a passageiros que paguem reparação de avião para descolar

A companhia aérea polaca LOT pediu aos passageiros, que esperavam no aeroporto de Pequim para embarcar num voo para Varsóvia, que pagassem trabalhos de reparação no avião, informou esta terça-feira o Caixin. Segundo o portal de …

PJ apreendeu pergaminho do século XIV à venda no OLX

O pergaminho datado do século XIV, com um mandado para a entrega do Castelo de Lisboa e que esteve à venda no OLX, foi apreendido pela Polícia Judiciária. Se for autêntico, será entregue ao Arquivo …

Petição para referendo às touradas. Onze mil assinaturas em uma semana

Uma iniciativa popular de referendo à realização de corridas de touros em Portugal recolheu, através da Internet, quase onze mil assinaturas, sendo necessárias pelo menos 60 mil para dar entrada na Assembleia da República. As assinaturas …

Espanha ameaça chumbar o Brexit. Tudo por Gibraltar

O estatuto de Gibraltar é mais uma pedra na engrenagem do Brexit, com Espanha a ameaçar chumbar o acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia, caso não haja alterações relativamente ao território …

A tendência de conforto do PS: sondagens apontam para vitória segura

Com apenas três dias de diferença, foram divulgadas duas sondagens que revelam dados contraditórios sobre as intenções de voto nos dois principais partidos. Ainda assim, numa leitura global, o PS mantém-se a uma distância muito …

Mustafá tem vida de luxo, mas vai pedir ao Estado que lhe pague o advogado

O líder da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, mais conhecido por Mustafá, declarou em tribunal que só ganha 2 mil euros por ano, apesar de conduzir um BMW e de ter, segundo a investigação da …

Orçamento com “número elevado” de cativações “acaba por ser uma mentira”

O líder do PSD afirmou esta segunda-feira que um Orçamento do Estado (OE) com um “número elevado” de cativações “acaba por ser uma mentira”, porque o parlamento aprova um documento, “mas, depois, o Governo executa …

Paraquedista morre ao saltar de penhasco na Nazaré

Um vídeo de 22 segundos mostra dois homens que saltam do alto para a praia da Nazaré. Um deles, acaba por não conseguir abrir a tempo o paraquedas, caindo desamparado no solo. Um alemão de 50 …

Haddad acusado de corrupção passiva e branqueamento de capitais

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, terá recebido cerca de três milhões de reais da UTC, uma empresa brasileira de engenharia, para pagar despesas relativas à campanha de 2012. A Justiça brasileira abriu …