Descoberto o problema cognitivo que afecta os teóricos da conspiração

O nosso cérebro é treinado para ver padrões e explicar o mundo à nossa volta. Como um órgão preditivo, o cérebro está sempre ocupado com essa busca constante, tanto para explicar as coisas como para ter sucesso na sociedade.

Esta capacidade do cérebro ajuda os seres humanos a ver sentido no mundo. Por exemplo, todos nós sabemos que se virmos alguma coisa a vermelho, isso significa que devemos estar atentos ao perigo.

Mas segundo um novo estudo, publicado em agosto no European Journal of Social Psychology, por vezes as pessoas sentem o perigo mesmo quando não há padrões que nos permitam reconhecê-lo – e assim os nossos cérebros criam os seus próprios padrões.

Este fenómeno, chamado percepção de padrões ilusórios, é o que alimenta as pessoas que acreditam em teorias da conspiração. A percepção do padrão ilusório – o acto de procurar padrões que não existem – já foi anteriormente associada à crença em teorias da conspiração, mas essa suposição não tinha sido até agora apoiada em provas empíricas.

Os cientistas britânicos e holandeses responsáveis pelo estudo agora publicado são os primeiros a mostrar que esta explicação está, de fato, correcta, tendo chegado a esta conclusão depois de realizar cinco estudos, com 264 americanos, que se concentraram na relação entre crenças irracionais e percepção de padrões ilusórios.

Estudos iniciais revelaram que a compulsão de encontrar padrões numa situação observável estava, de fato, correlacionada com crenças irracionais. As pessoas que viram padrões em lançamentos de moedas aleatórias e pinturas caóticas e abstractas eram mais propensas a acreditar em teorias conspiratórias e sobrenaturais.

O estudo mostrou como as pessoas podem ser também susceptíveis a influências externas. Ler sobre crenças paranormais ou conspirações causou um “ligeiro aumento na percepção de padrões em lançamentos de moedas, pinturas e vida”, e ler sobre uma teoria da conspiração tornou as pessoas mais propensas a acreditar em outra teoria.

Após uma manipulação da crença numa teoria da conspiração, as pessoas viram eventos no mundo como mais fortemente interligados, o que, por sua vez, desencadeou crenças irracionais não relacionadas”, escrevem os autores.

Os investigadores sugerem que as crenças irracionais nascem da percepção do padrão devido à “tendência automática de dar sentido ao mundo, identificando relações significativas entre estímulos”. Mas as distorções podem acontecer, e o cérebro pode ligar pontos que são inexistentes.

As pessoas são más a avaliar o que é aleatório, e muitas vezes não acreditam que os padrões são coincidências, o que leva a ligações irracionais entre estímulos não relacionados. Por exemplo, só porque o poder social é dominado pelos ricos não significa que as pessoas ricas são satanistas Illuminati – algo em que muitacreditam.

Felizmente, outros cientistas encontraram uma forma de bloquear a omnipresença da percepção de padrões ilusórios: o pensamento crítico.

Anne McLaughlin, professora de psicologia da Universidade Estadual da Carolina do Norte, diz que o pensamento crítico é algo que pode ser ensinado, e que, se as pessoas forem treinadas a seguir o caminho certo, a pseudociência e falsas conspirações podem ser combatidas com a lógica e raciocínio.

Concluindo… o nosso cérebro pode tentar fazer ligações falsas, mas isso não significa que tenhamos mesmo que acreditar nelas.

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Um problema cognitivo que ainda não decifrei: está escrito, no segundo parágrafo, o seguinte: “… que se virmos a (???) em vermelho, …” virmos a quê, por favor??? Não é necessário um desenho em 3D, apenas o término da frase. Obrigado

  2. … “Anne McLaughlin, professora de psicologia da Universidade Estadual da Carolina do Norte, diz que o pensamento crítico é algo que pode ser ensinado, e que, se as pessoas forem treinadas a seguir o caminho certo, a pseudociência e falsas conspirações podem ser combatidas com a lógica e raciocínio.”
    A isto eu chamo de lavagem cerebral… O pensamento crítico deve ser livre e não padronizado em moldes que alguém “ensine” o que se deve ou não pensar. Onde é que esta pseudopsicóloga tirou o curso?

    • o pensamento crítico ensina-se sim, ao contrário do que o Sr. pensa. Pensamento crítico não é divagar na maionese – que é o que muitos destes senhores das teorias da conspiração e da pseudociência fazem. É preciso ter critérios lógicos e científicos e isso só vem do estudo da lógica e da ciência. Não vem da “liberdade” de pensar aquilo que me dá na tineta: porque as tinetas subjectivas hoje são elevadas a verdades absolutas pelos próprios sujeitos é que vivemos no mundo que vivemos hoje em dia. Antes o Descartes dizia: “Penso, logo existo”, hoje vivemos na era idiossincrática e absurda do: “Penso, logo acredito!” Acho triste é este estudo, quer dizer veio “provar” (menos de 300 americanos não é grande amostra) aquilo que já toda a gente sabe: quem lê muitos livros de teorias da conspiração, religiosidades e coisas que tal têm um hábito maior em acreditar nessas mesmas literaturas, do que pessoas cultas que lêem livros de não-ficção como ensaios científicos e filosofia. Enfim, é tudo uma questão de hábitos.

  3. Parabéns pela análise! No artigo publicado só falta dizer uma evidência: “descoberto o problema cognitivo que afecta os teóricos da conspiração”: Em primeiro lugar os teóricos, conspiram de facto, contra as evidências secretas e mafiosas destes pseudo-estudos, que têm por finalidade branquear as posturas criminosas de seitas secretas que dominam o mundo. Não esquecer que, a fotografia do artigo tem o tristemente famoso “olho que tudo vê”. Este simbolo está associado à maçonaria, aos illuminati e aos poderosos do clube de bilderberg. O artigo miserável, visa unicamente confundir os incautos e levá-los a crer que “aquilo que se fala, sobre os donos do mundo” (as tais seitas secretas) resultam de padrões ilusórios. Ou seja, o que as classes dominadas, imaginam (quer este artigo fazer crer) são meras teorias que não fazem sentido e que tudo no mundo acontece por acaso. Infelizmente não é assim, pesquise-se na internet sobre illuminatis, maçonarias e Bilderbergs para se ficar a saber sobre a teia monstruosa que domina a humanidade.

    • Lamento discordar: É impossível haver humanos (ou para-humanos) com desejo de dominar ou escravizar seres humanos. Nunca houve nem nunca haverá. Tudo o que se diz sobre escravatura nunca existiu. A portentosa criação do chamado 1º Mundo nada teve a ver com gente a trabalhar a salário perto ou igual a Zero. Isso só foi inventado agora, para os nossos filhos. Esta última, nada tebe a ver com a chamada crise financeira de 2008. Por sua vez, esta “crise” nada teve a ver com o Banco Goldman-Sachs, que vendeu produtos financeiros 100 vezes piores que os do BES com a classificação máxima pelas “agências de rating” (que nos chamavam lixo).
      Ainda assim, é absolutamente por acaso que esse mesmo banco tenha fornecido primeiros-ministros e semelhantes aos países anglo-saxónicos incl. australia, canadá, etc), responsáveis por bancos centrais (ex.: BCE), etc, não é segredo, é investigar um nico na wikipedia. Nada disto é propositado, Tem de ser obra do acaso, não há volta a dar, garantem-me as ‘autoridades’ que me rodeiam. Ah, o e “cherne” Barroso ter ido a correr para esse mesmo banco também é fruto do acaso, ai de quem discordar.

      • Resposta Brutal!!! ^_^

        Claro que as conspirações não existem … e “aqueles” tolos que falam delas (como os abusos em Hollywood e outras coisas bem piores) são apenas invenções de mentes cognitivamente incapazes de absorver o que é real!

  4. Infelizmente muita gente vai acreditar nas palavras deste artigo.

    A elite tudo faz para tentar branquear e ocultar a sua influência e o seu poder.

    A verdadeira conspiração (em que o ZAP colabora) é tentar fazer-nos passar por parvos.

    Por mim podem meter esta notícia pelo vosso “cognitivo” acima!!!

    O mundo está a acordar, devagar, mas está a acordar. Essa é que é a verdade.

  5. Já é pelo menos a segunda notícia que vejo em menos de uma semana a meter todas as conspirações no mesmo saco e a julgar todos os estudiosos pela mesma bitola.
    Viva a ciência pouco rigorosa.

    A verdade é e será sempre só uma e acabará por vir ao de cima.
    Podem haver muitas ideias no mundo das conspirações que estão erradas mas muito mais estão certas e muitas delas facilmente prováveis, para quem tem sentido crítico.
    Procurem o vídeo do wtc7, o outro arranha céus que caiu no 11 de setembro, com fogos em alguns andares e olhem para a parte direita do predio imediatamente antes de ele cair. Se aquilo não é uma explosão controlada eu ligo já ao Pai Natal a cancelar os presentes para este ano.

    • Fazendo, por abuso, recurso a uma expressão conhecida.. caros (e ilustres) colegas : Os olhos não são só dois buracos!!!

      Estando ao alcance de qualquer um, o que me deixa curioso, é o porquê de apenas alguns verem a realidade e outros andarem adormecidos! A conspiração existe sim… caso contrário nem haveria palavra para descrever tal acto, no entanto, nem todas as teorias são válidas (há malucos para tudo.. enfim..).. outras sim.. obviamente. Claro que um acreditar não fundamentado é sinal de patologia cognitiva (se bem que uma amostra tão reduzida, americana por sinal.. não é representativo seja do que for)… mas.. sejamos francos, esse não é desse universo que que o artigo se está a referir!! Mais parece estar a querer moldar mentes (ainda) não treinadas..

      Sempre foi assim… e sempre será : Quem controla as massas detem o poder, e como tal (por muitas voltas que queiram dar), a conspiração é algo intrínseco à sociedade. Portanto, a conspiração existe pela própria definição de poder e controlo!!! E se ela existe.. bom… fico por aqui…

  6. Observei atentamente com sentido critico e espírito escancarado o quadro que me apresentam e vejo nele uma teoria da conspiração contra a teoria da conspiração.

  7. A ZAP deve estar claramente a falar da CNN, que 9 meses a falarem da colusao do Trump com a Russia e com 0 provas até hoje. Conspiracy News Network

  8. a chatice quando um teórico da conspiração acerta,ja sabemos que 9 em 10 ,são maluquinhos,o problema reside naquele que costuma acertar ;- ) esse incomoda muita gente e obriga a ter de pagar para ele se calar :- )

  9. Como criar mentiras na ciência eles nem sabem o que é um teórico da conspiração ,estes são mais teóricos da mentira que artigo de pura falsidade .

RESPONDER

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …