Descoberto o problema cognitivo que afecta os teóricos da conspiração

O nosso cérebro é treinado para ver padrões e explicar o mundo à nossa volta. Como um órgão preditivo, o cérebro está sempre ocupado com essa busca constante, tanto para explicar as coisas como para ter sucesso na sociedade.

Esta capacidade do cérebro ajuda os seres humanos a ver sentido no mundo. Por exemplo, todos nós sabemos que se virmos alguma coisa a vermelho, isso significa que devemos estar atentos ao perigo.

Mas segundo um novo estudo, publicado em agosto no European Journal of Social Psychology, por vezes as pessoas sentem o perigo mesmo quando não há padrões que nos permitam reconhecê-lo – e assim os nossos cérebros criam os seus próprios padrões.

Este fenómeno, chamado percepção de padrões ilusórios, é o que alimenta as pessoas que acreditam em teorias da conspiração. A percepção do padrão ilusório – o acto de procurar padrões que não existem – já foi anteriormente associada à crença em teorias da conspiração, mas essa suposição não tinha sido até agora apoiada em provas empíricas.

Os cientistas britânicos e holandeses responsáveis pelo estudo agora publicado são os primeiros a mostrar que esta explicação está, de fato, correcta, tendo chegado a esta conclusão depois de realizar cinco estudos, com 264 americanos, que se concentraram na relação entre crenças irracionais e percepção de padrões ilusórios.

Estudos iniciais revelaram que a compulsão de encontrar padrões numa situação observável estava, de fato, correlacionada com crenças irracionais. As pessoas que viram padrões em lançamentos de moedas aleatórias e pinturas caóticas e abstractas eram mais propensas a acreditar em teorias conspiratórias e sobrenaturais.

O estudo mostrou como as pessoas podem ser também susceptíveis a influências externas. Ler sobre crenças paranormais ou conspirações causou um “ligeiro aumento na percepção de padrões em lançamentos de moedas, pinturas e vida”, e ler sobre uma teoria da conspiração tornou as pessoas mais propensas a acreditar em outra teoria.

Após uma manipulação da crença numa teoria da conspiração, as pessoas viram eventos no mundo como mais fortemente interligados, o que, por sua vez, desencadeou crenças irracionais não relacionadas”, escrevem os autores.

Os investigadores sugerem que as crenças irracionais nascem da percepção do padrão devido à “tendência automática de dar sentido ao mundo, identificando relações significativas entre estímulos”. Mas as distorções podem acontecer, e o cérebro pode ligar pontos que são inexistentes.

As pessoas são más a avaliar o que é aleatório, e muitas vezes não acreditam que os padrões são coincidências, o que leva a ligações irracionais entre estímulos não relacionados. Por exemplo, só porque o poder social é dominado pelos ricos não significa que as pessoas ricas são satanistas Illuminati – algo em que muitacreditam.

Felizmente, outros cientistas encontraram uma forma de bloquear a omnipresença da percepção de padrões ilusórios: o pensamento crítico.

Anne McLaughlin, professora de psicologia da Universidade Estadual da Carolina do Norte, diz que o pensamento crítico é algo que pode ser ensinado, e que, se as pessoas forem treinadas a seguir o caminho certo, a pseudociência e falsas conspirações podem ser combatidas com a lógica e raciocínio.

Concluindo… o nosso cérebro pode tentar fazer ligações falsas, mas isso não significa que tenhamos mesmo que acreditar nelas.

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Um problema cognitivo que ainda não decifrei: está escrito, no segundo parágrafo, o seguinte: “… que se virmos a (???) em vermelho, …” virmos a quê, por favor??? Não é necessário um desenho em 3D, apenas o término da frase. Obrigado

  2. … “Anne McLaughlin, professora de psicologia da Universidade Estadual da Carolina do Norte, diz que o pensamento crítico é algo que pode ser ensinado, e que, se as pessoas forem treinadas a seguir o caminho certo, a pseudociência e falsas conspirações podem ser combatidas com a lógica e raciocínio.”
    A isto eu chamo de lavagem cerebral… O pensamento crítico deve ser livre e não padronizado em moldes que alguém “ensine” o que se deve ou não pensar. Onde é que esta pseudopsicóloga tirou o curso?

    • o pensamento crítico ensina-se sim, ao contrário do que o Sr. pensa. Pensamento crítico não é divagar na maionese – que é o que muitos destes senhores das teorias da conspiração e da pseudociência fazem. É preciso ter critérios lógicos e científicos e isso só vem do estudo da lógica e da ciência. Não vem da “liberdade” de pensar aquilo que me dá na tineta: porque as tinetas subjectivas hoje são elevadas a verdades absolutas pelos próprios sujeitos é que vivemos no mundo que vivemos hoje em dia. Antes o Descartes dizia: “Penso, logo existo”, hoje vivemos na era idiossincrática e absurda do: “Penso, logo acredito!” Acho triste é este estudo, quer dizer veio “provar” (menos de 300 americanos não é grande amostra) aquilo que já toda a gente sabe: quem lê muitos livros de teorias da conspiração, religiosidades e coisas que tal têm um hábito maior em acreditar nessas mesmas literaturas, do que pessoas cultas que lêem livros de não-ficção como ensaios científicos e filosofia. Enfim, é tudo uma questão de hábitos.

  3. Parabéns pela análise! No artigo publicado só falta dizer uma evidência: “descoberto o problema cognitivo que afecta os teóricos da conspiração”: Em primeiro lugar os teóricos, conspiram de facto, contra as evidências secretas e mafiosas destes pseudo-estudos, que têm por finalidade branquear as posturas criminosas de seitas secretas que dominam o mundo. Não esquecer que, a fotografia do artigo tem o tristemente famoso “olho que tudo vê”. Este simbolo está associado à maçonaria, aos illuminati e aos poderosos do clube de bilderberg. O artigo miserável, visa unicamente confundir os incautos e levá-los a crer que “aquilo que se fala, sobre os donos do mundo” (as tais seitas secretas) resultam de padrões ilusórios. Ou seja, o que as classes dominadas, imaginam (quer este artigo fazer crer) são meras teorias que não fazem sentido e que tudo no mundo acontece por acaso. Infelizmente não é assim, pesquise-se na internet sobre illuminatis, maçonarias e Bilderbergs para se ficar a saber sobre a teia monstruosa que domina a humanidade.

    • Lamento discordar: É impossível haver humanos (ou para-humanos) com desejo de dominar ou escravizar seres humanos. Nunca houve nem nunca haverá. Tudo o que se diz sobre escravatura nunca existiu. A portentosa criação do chamado 1º Mundo nada teve a ver com gente a trabalhar a salário perto ou igual a Zero. Isso só foi inventado agora, para os nossos filhos. Esta última, nada tebe a ver com a chamada crise financeira de 2008. Por sua vez, esta “crise” nada teve a ver com o Banco Goldman-Sachs, que vendeu produtos financeiros 100 vezes piores que os do BES com a classificação máxima pelas “agências de rating” (que nos chamavam lixo).
      Ainda assim, é absolutamente por acaso que esse mesmo banco tenha fornecido primeiros-ministros e semelhantes aos países anglo-saxónicos incl. australia, canadá, etc), responsáveis por bancos centrais (ex.: BCE), etc, não é segredo, é investigar um nico na wikipedia. Nada disto é propositado, Tem de ser obra do acaso, não há volta a dar, garantem-me as ‘autoridades’ que me rodeiam. Ah, o e “cherne” Barroso ter ido a correr para esse mesmo banco também é fruto do acaso, ai de quem discordar.

      • Resposta Brutal!!! ^_^

        Claro que as conspirações não existem … e “aqueles” tolos que falam delas (como os abusos em Hollywood e outras coisas bem piores) são apenas invenções de mentes cognitivamente incapazes de absorver o que é real!

  4. Infelizmente muita gente vai acreditar nas palavras deste artigo.

    A elite tudo faz para tentar branquear e ocultar a sua influência e o seu poder.

    A verdadeira conspiração (em que o ZAP colabora) é tentar fazer-nos passar por parvos.

    Por mim podem meter esta notícia pelo vosso “cognitivo” acima!!!

    O mundo está a acordar, devagar, mas está a acordar. Essa é que é a verdade.

  5. Já é pelo menos a segunda notícia que vejo em menos de uma semana a meter todas as conspirações no mesmo saco e a julgar todos os estudiosos pela mesma bitola.
    Viva a ciência pouco rigorosa.

    A verdade é e será sempre só uma e acabará por vir ao de cima.
    Podem haver muitas ideias no mundo das conspirações que estão erradas mas muito mais estão certas e muitas delas facilmente prováveis, para quem tem sentido crítico.
    Procurem o vídeo do wtc7, o outro arranha céus que caiu no 11 de setembro, com fogos em alguns andares e olhem para a parte direita do predio imediatamente antes de ele cair. Se aquilo não é uma explosão controlada eu ligo já ao Pai Natal a cancelar os presentes para este ano.

    • Fazendo, por abuso, recurso a uma expressão conhecida.. caros (e ilustres) colegas : Os olhos não são só dois buracos!!!

      Estando ao alcance de qualquer um, o que me deixa curioso, é o porquê de apenas alguns verem a realidade e outros andarem adormecidos! A conspiração existe sim… caso contrário nem haveria palavra para descrever tal acto, no entanto, nem todas as teorias são válidas (há malucos para tudo.. enfim..).. outras sim.. obviamente. Claro que um acreditar não fundamentado é sinal de patologia cognitiva (se bem que uma amostra tão reduzida, americana por sinal.. não é representativo seja do que for)… mas.. sejamos francos, esse não é desse universo que que o artigo se está a referir!! Mais parece estar a querer moldar mentes (ainda) não treinadas..

      Sempre foi assim… e sempre será : Quem controla as massas detem o poder, e como tal (por muitas voltas que queiram dar), a conspiração é algo intrínseco à sociedade. Portanto, a conspiração existe pela própria definição de poder e controlo!!! E se ela existe.. bom… fico por aqui…

  6. Observei atentamente com sentido critico e espírito escancarado o quadro que me apresentam e vejo nele uma teoria da conspiração contra a teoria da conspiração.

  7. A ZAP deve estar claramente a falar da CNN, que 9 meses a falarem da colusao do Trump com a Russia e com 0 provas até hoje. Conspiracy News Network

  8. a chatice quando um teórico da conspiração acerta,ja sabemos que 9 em 10 ,são maluquinhos,o problema reside naquele que costuma acertar ;- ) esse incomoda muita gente e obriga a ter de pagar para ele se calar :- )

  9. Como criar mentiras na ciência eles nem sabem o que é um teórico da conspiração ,estes são mais teóricos da mentira que artigo de pura falsidade .

Responder a FSC Cancelar resposta

Erro clínico. Centenas de hóspedes em quarentena em hotel da Austrália vão ter de fazer teste ao VIH

Centenas de pessoas que estiveram em quarentena no hotel Victoria, na Austrália, vão ter de fazer o teste de doenças transmitidas pelo sangue, incluindo VIH, devido a um erro dos profissionais de saúde daquele local …

Forças Armadas dos EUA estão a adquirir coletes à prova de bala adaptados para mulheres

As Forças Armadas dos EUA estão a dar grandes passos no que diz respeito à igualdade de género. A instituição está a começar a mudar os seus coletes à prova de bala, de forma a …

Abstenção do PCP no OE2021? É um excelente indicador, diz Costa

O primeiro-ministro, António Costa, considerou um “excelente indicador” o PCP ter anunciado a abstenção no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) e resultado de um entendimento “para ter um bom orçamento para o próximo ano”. “É …

Egito abre restaurante com vista de luxo para as pirâmides de Gizé

O Egito inaugurou um novo restaurante com vista panorâmica para as pirâmides. O investimento faz parte de uma tentativa de reavivar o turismo no país. O Egito revelou novas instalações para os visitantes no planalto nas …

Novo recorde. Portugal regista mais 3.669 casos de covid-19

Portugal regista este sábado 3.669 novos casos de infeção com o novo coronavírus, responsável pela covid-19, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 21 mortes relacionadas com a covid-19, segundo …

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …