Foi descoberto o “primeiro grande” de todos os dinossauros

Paleontólogos argentinos fizeram uma surpreendente descoberta que revela que os dinossauros gigantes apareceram pelo menos 25 milhões de anos antes do que se pensava. Eles encontraram o “primeiro grande”, o saurópode mais antigo de todos.

Os saurópodes, dinossauros herbívoros gigantes, com pescoço comprido, já andavam pela Terra há cerca de 205 milhões de anos, no chamado período Triássico. Esta é a surpreendente conclusão a que chegaram paleontólogos argentinos depois de terem descoberto o saurópode mais antigo de todos.

Baptizado Ingentia prima – que em Latim significa “primeiro grande” -, este dinossauro viveu onde é, actualmente, o noroeste da Argentina. Com uma altura de entre 7 a 10 metros e cerca de 10 toneladas de peso, este dinossauro era três vezes maior do que os maiores dinossauros do Triássico, como referem os investigadores no artigo científico publicado no Nature Ecology & Evolution.

“Antes desta descoberta, pensava-se que o gigantismo se tinha desenvolvido durante o período Jurássico, há aproximadamente 180 milhões de anos, mas o Ingentia prima viveu no fim do Triássico, há entre 210 a 205 milhões de anos“, refere Cecilia Apaldetti, investigadora do Instituto e Museu de História de Ciências Naturais da Universidade de San Juan, na Argentina, em declarações divulgadas pelo Sci-news.com.

A análise aos fósseis de dois esqueletos parciais destes saurópodes, que foram encontrados na Formação de Quebrada del Barro, na província argentina de San Juan, permitiu apurar que a nova espécie tinha “uma estratégia de crescimento desconhecida até agora“, como sublinha Cecilia Apaldetti.

(h) Jorge A. González / Agencia CTyS-UNLaM

“Tal como as estações de crescimento podem ser observadas numa árvore, os cortes ósseos no Ingentia prima mostram que tinha um crescimento cíclico e sazonal“, explica o paleontólogo Ignacio Cerda da Universidade Nacional do Rio Negro, em declarações citadas pelo Sci-news.com.

“Mas o que é surpreendente, é que o tipo de tecido que estava depositado nos ossos, durante estes períodos de crescimento, é diferente dos outros saurópodes que conhecíamos até agora”, acrescenta o cientista.

Cerda sustenta que “o crescimento cíclico era comum entre os saurópodes do Triássico primitivo”, mas aponta que “nenhuma outra espécie excedia os 3 metros em comprimento e as 3 toneladas em massa corporal”.

“A diferença” é que o Ingentia prima tinha uma velocidade de crescimento mais rápida. E para essa circunstância contribuíam “as cavidades” dos ossos que “aliviavam o peso” da espécie e lhe permitiam “adquirir um tamanho corporal maior”, sustenta o investigador Oscar Alcober do Instituto e Museu de História de Ciências Naturais da Universidade de San Juan.

“Estas cavidades pneumáticas indicam que a nova espécie tinha sacos de ar altamente desenvolvidos e um sistema respiratório muito eficiente, semelhante ao que acontece nos pássaros modernos, que também o ajudavam a manter o seu corpo fresco, apesar do tamanho grande”, conclui Cecilia Apaldetti.

Jorge A. González

Ingentia prima, o “primeiro grande” dos dinossauros.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Friends: regresso da série está em negociações

De acordo com o The Hollywood Reporter, encontram-se a decorrer negociações que podem levar a uma reunião da série intemporal Friends. Este retorno seria um trunfo exclusivo da plataforma HBO Max, que ainda não foi …

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …