Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas.

Em 2018, um estudo científico revelou que o tardígrado Acutuncus antarcticus poderia estar em risco de extinção devido às alterações climáticas. Agora, uma segunda espécie, Ramazzottius varieornatus, demonstrou uma fraqueza semelhante.

“Os espécimes utilizados neste estudo foram obtidos nas calhas de um telhado de uma casa localizada em Nivå, na Dinamarca. Avaliámos o efeito das exposições a altas temperaturas em tardígrados ativos e dessecados, e também investigámos o efeito de um breve período de aclimatação em animais ativos”, explica o biólogo Ricardo Neves, da Universidade de Copenhaga, citado pelo Science Alert.

Para tardígrados ativos que não foram habituados a temperaturas mais altas, a população atingiu uma taxa de mortalidade de 50% depois de passar 24 horas a uma temperatura de 37,1ºC.

Um breve período de aclimatação de duas horas a 30°C, seguido de duas horas a 35°C, elevou esse limiar de mortalidade para 37,6°C. Portanto, a aclimatação parece ter melhorado a taxa de sobrevivência.

Os tardígrados dessecados, por sua vez, foram capazes de suportar temperaturas muito mais elevadas. Os cientistas observaram uma taxa de mortalidade de 50% após 24 horas numa temperatura de 63,1°C. Outras experiências revelaram que as criaturas morreriam muito mais rapidamente quando as temperaturas são ainda mais altas.

Em 2006, um outro estudo científico mostrou que os tardígrados dessecados podiam sobreviver a temperaturas de até 151°C num período de até 30 minutos. O que este novo estudo demonstra agora é que a taxa geral de sobrevivência dos tardígrados diminui acentuadamente quanto mais a temperatura for mantida em alturas insalubres.

“Podemos concluir que os tardígrados ativos são vulneráveis a altas temperaturas, embora pareça que estas criaturas podem habituar-se ao aumento da temperatura no seu habitat natural”, afirma Neves, cujo estudo foi publicado na revista Scientific Reports.

“Tardígrados dessecados são muito mais resistentes e podem suportar temperaturas muito mais altas. No entanto, o tempo de exposição é claramente um fator limitador que restringe a sua tolerância”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Flamengo conquista Supertaça sul-americana. É o quinto título de Jesus no Brasil

O Flamengo, do treinador português Jorge Jesus, conquistou na quarta-feira a Supertaça sul-americana de futebol, ao vencer os equatorianos do Independiente Del Valle por 3-0, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. Depois do empate a …

Descoberto primeiro animal que não precisa de oxigénio para viver

Respirar oxigénio é uma característica fundamental dos animais multicelulares, mas os cientistas acabam de descobrir, pelo menos, um que não precisa de o fazer para sobreviver. É muito provável que tenha aprendido que todos os organismos …

"Marte está vivo". Sonda InSight regista mais de 170 eventos sísmicos no Planeta Vermelho

Resultados dos primeiros dez meses de exploração da sonda InSight da NASA revelaram que o Planeta Vermelho é um mundo com atividade sísmica ativa. "Marte está vivo e a cada diz que passa começo a ter …

Um planeta pode ter sido "roubado" do Sistema Solar

Uma nova análise de astrónomos da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, revelou que as estrelas "roubam" planetas umas às outras - e isso também poderá ter acontecido no nosso próprio Sistema Solar. Quase tudo o …

Netflix passa a mostrar "top 10" diário de séries e filmes

A Netflix disponibiliza, desde esta segunda-feira (24), uma nova feature para os utilizadores do serviço de streaming: uma lista com os 10 filmes e as 10 séries mais vistas no país em cada dia. Esta nova …

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …