Descoberto açúcar que pode substituir o glifosato

(dr) Klaus Brilisauer

A Universidade de Tübingen já apresentou um pedido de patente.

Uma equipa de cientista da Universidade de Tübingen, na Alemanha, descobriu uma substância de origem natural que tem os mesmos efeitos do glifosato, um dos herbicidas mais utilizados em todo o mundo, que tem causado controvérsia devido aos seus riscos para a saúde e para o meio ambiente.  

A alternativa natural é uma molécula de açúcar libertada por um tipo de cianobactérias, também apelidade de algas verde-azuladas. Os cientistas levavam a cabo estudos apenas para analisar a bactéria, descobrindo a molécula de açúcar por mero acaso.

A cianobactéria em questão, a Synechococcus elongatus, é uma bactéria de água doce e é bastante “egoísta”. O micro-organismo excreta o açúcar 7-desoxi-Sedoheptulose (7dSh) para inibir o desenvolvimento de estirpes de bactérias concorrentes. A inibição é tão bem-sucedida que os cientistas quiseram saber o que há por de trás do mecanismo.

Klaus Brilisauer e os seus colegas Stephanie Grond e Karl Forchhammer descobriram que o 7dSh age sobre a mesma via metabólica que o glifosato. “[O açúcar] age sobre outra enzima, mas é a mesma via metabólica, a chamada via do xikimato”, explicou Brilisauer em entrevista à Deutsche Welle. O efeito é o mesmo: as plantas tratadas com o açúcar vêm o seu crescimento interrompido.

Através desta via, que é, no fundo, uma rota metabólica, plantas e microrganismos produzem importantes aminoácidos. Tendo em conta que este tipo de metabolismo não existe em formas mais avançadas de vida, como humanos ou animais, o açúcar acaba por ser inofensivo para a saúde e para o ambiente. “Tratamos embriões de peixe-zebra com uma dose bem alta e não registamos nenhum efeito negativo”, disse Brilisauer.

Contudo, importa frisar, a nova substância não pode ainda ser utilizada porque precisa de ser testada fora dos laboratórios. Além disso, está também pendente uma autorização para o seu uso como herbicida.

“Já estamos a conversar com parceiros“, disse Brilisauer. Num momento inicial, os parceiros em causa deverão testar a substância, e só depois será submetido para aprovação um pedido para o uso como. O processo pode levar 18 meses ou até mais, mas Brilisauer mostra-se otimista.

“Esperamos uma boa capacidade de degradação e baixa eco-toxicidade”, afirmou. Na prática, porém, é precisamente a capacidade de degradação que pode arruinar o uso da substância. Isto é, se se degradar muito rapidamente no terreno, a substância não será capaz de desenvolver o seu efeito inibidor no crescimento das ervas daninhas.

Brilisauer não tem receio que a Bayer, a gigante produtora de glifosato, apresente objeções à entrada de uma nova alternativa natural ao mercado. “A longo prazo, o glifosato vai desaparecer do mercado de qualque forma”, afirmou, dando conta que a Bayer até seria bem-vinda para participar no desenvolvimento da substância.

A Universidade de Tübingen já apresentou um pedido de patente.

De acordo com a Plataforma Transgénicos Fora, o glifosato é o herbicida mais usado em Portugal, sendo classificado pela Organização Mundial de Saúde como um carcinogéneo provável para o ser humano.

PARTILHAR

RESPONDER

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …

Governo italiano vai contratar 60 mil pessoas para vigiar distanciamento social

O Governo italiano vai contratar "assistentes cívicos" para garantir que os cidadãos cumprem o distanciamento social. Depois de mais de dois meses confinados nas suas casas para conter a propagação do coronavírus, os italianos começaram a …

Rio volta a admitir que PSD viabilize Orçamento Suplementar do Governo

O presidente do PSD afirmou hoje que viabilizará ao Governo uma proposta de Orçamento Suplementar, "como tudo indica que é", que proceda à adaptação de medidas a tomar até ao final do ano para o …

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil a ser publicado gratuitamente online

A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", vai publicar um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que será disponibilizado 'online', gratuitamente e em formato de série, a partir …

Empresa portuguesa cria cabine que faz desinfeção total em 25 segundos

A Starmodular, uma empresa com sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, criou um sistema destinado a espaços abertos ao público que permite a desinfeção total em 25 segundos para evitar a propagação da Covid-19, …

TAP duramente criticada por marginalização do Norte. Rio fala em "empresa regional"

Rui Rio foi apenas uma das várias vozes que criticaram o novo plano de voo da TAP, em que a maioria das ligações repostas são de Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa também demonstrou a sua …

Teatros e cinemas podem reabrir, mas com um lugar de intervalo

Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espetadores, que serão obrigados a usar máscara. Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir, a …