Desaparecimento da pintura mais cara do mundo terá sido premeditado

Justin Lane / EPA

Frank Zöllner acredita que o súbito desaparecimento do Salvator Mundi depois de este ter sido adquirido num leilão por um príncipe saudita, foi premeditado.

Na opinião do investigador alemão, autor do mais completo trabalho sobre Leonardo da Vinci e um dos principais especialistas na obra do artista renascentista, faz tudo parte de “uma campanha de desinformação para tornar o quadro ainda mais interessante”.

A pintura, que se acredita ter sido executada total ou parcialmente por Da Vinci, foi vendida por um valor recorde de 400 milhões de euros em 2017. Depois de esta ter sido comprada por Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud, parente afastado da família real da Arábia Saudita, foi anunciado que a pintura de Cristo seria a estrela do novo Louvre de Abu Dhabi, que abriu portas em novembro desse ano.

Porém, o quadro nunca apareceu. Os funcionários do museu dizem desconhecer o seu paradeiro, o ministério da Cultura saudita recusa-se a fornecer informações e o Louvre de Paris, que tinha interesse em exibir o Salvator Mundi na grande exposição dos 500 anos da morte de Leonardo, em outubro, diz desconhecer o que se passou.

Para Frank Zöllner, tudo não passa de uma “manobra repugnante” para aumentar o valor e interesse da pintura, datável de depois de 1570.

“O Salvator Mundi é a descoberta mais importante das últimas décadas. Isso torna-o importante, mas a sua venda corrompeu ligeiramente a nossa perspetiva do quadro. Todas as manipulações do público, o carácter dos compradores, as quantias de dinheiro envolvidas – tudo isto é irritante. Agora, desapareceu. Ou parece ter desaparecido”, declarou o especialista ao Observador.

O investigador alemão acredita que os proprietários da pintura estão à espera de a colocar na grande exposição do Louvre, com curadoria de Vincent Delieuvin e Louis Frank, para lhe dar “um bocadinho mais de autentificação”.

“Não a puseram na exposição de setembro de 2018 em Abu Dhabi porque fazê-la desaparecer durante um bocado e fazê-la reaparecer em Paris em outubro este vai tornar a pintura mais famosa. E é possível que o Louvre lhe dê um bocadinho mais de aprovação”, afirmou ainda Frank Zöllner.

Apesar de se acreditar que Leonardo da Vinci esteve envolvido na produção do quadro, vários especialistas continuam a questionar e a pôr em causa a sua autoria, que chegou a ser atribuída a Bernardo Luini, que fazia parte do círculo do pintor florentino. Esta teoria voltou a ser defendida muito recentemente pelo historiador de arte Matthew Landrus.

As incertezas relativamente à atribuição do Salvator Mundi a Leonardo da Vinci baseiam-se em três pontos principais. Primeiro, ao contrário de outras pinturas originais do artista renascentista, o Salvator Mundi não é referido em nenhuma das fontes antigas.

Por outro lado, só é possível traçar o seu percurso com certeza a partir do século XX, quando reapareceu no mercado depois de ter sido adquirido por um colecionador britânico, Charles Robinson. Anteriormente a isso sabe-se apenas que pertenceu, em meados do século XVII, a Carlos I de Inglaterra e que foi leiloado pelo filho do duque de Buckingham em 1763.

Outro problema diz respeito ao estado de conservação do quadro. Em 2005, depois de ter sido adquirido por um consórcio de comerciantes de parte que pagou apenas cerca de dez mil euros, foi alvo de um restauro que o danificou gravemente. O início do restauro não está documentado na sua totalidade e a publicação de todos os documentos, anunciada várias vezes desde 2011, ainda não aconteceu. Isso faz com que seja impossível dar por encerrado o processo de autentificação.

Ainda assim, Frank Zöllner acredita que a pintura foi “desenhada por Leonardo, executada pela sua oficina e possivelmente retrabalhada por si”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …