Desaparecimento da pintura mais cara do mundo terá sido premeditado

Justin Lane / EPA

Frank Zöllner acredita que o súbito desaparecimento do Salvator Mundi depois de este ter sido adquirido num leilão por um príncipe saudita, foi premeditado.

Na opinião do investigador alemão, autor do mais completo trabalho sobre Leonardo da Vinci e um dos principais especialistas na obra do artista renascentista, faz tudo parte de “uma campanha de desinformação para tornar o quadro ainda mais interessante”.

A pintura, que se acredita ter sido executada total ou parcialmente por Da Vinci, foi vendida por um valor recorde de 400 milhões de euros em 2017. Depois de esta ter sido comprada por Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud, parente afastado da família real da Arábia Saudita, foi anunciado que a pintura de Cristo seria a estrela do novo Louvre de Abu Dhabi, que abriu portas em novembro desse ano.

Porém, o quadro nunca apareceu. Os funcionários do museu dizem desconhecer o seu paradeiro, o ministério da Cultura saudita recusa-se a fornecer informações e o Louvre de Paris, que tinha interesse em exibir o Salvator Mundi na grande exposição dos 500 anos da morte de Leonardo, em outubro, diz desconhecer o que se passou.

Para Frank Zöllner, tudo não passa de uma “manobra repugnante” para aumentar o valor e interesse da pintura, datável de depois de 1570.

“O Salvator Mundi é a descoberta mais importante das últimas décadas. Isso torna-o importante, mas a sua venda corrompeu ligeiramente a nossa perspetiva do quadro. Todas as manipulações do público, o carácter dos compradores, as quantias de dinheiro envolvidas – tudo isto é irritante. Agora, desapareceu. Ou parece ter desaparecido”, declarou o especialista ao Observador.

O investigador alemão acredita que os proprietários da pintura estão à espera de a colocar na grande exposição do Louvre, com curadoria de Vincent Delieuvin e Louis Frank, para lhe dar “um bocadinho mais de autentificação”.

“Não a puseram na exposição de setembro de 2018 em Abu Dhabi porque fazê-la desaparecer durante um bocado e fazê-la reaparecer em Paris em outubro este vai tornar a pintura mais famosa. E é possível que o Louvre lhe dê um bocadinho mais de aprovação”, afirmou ainda Frank Zöllner.

Apesar de se acreditar que Leonardo da Vinci esteve envolvido na produção do quadro, vários especialistas continuam a questionar e a pôr em causa a sua autoria, que chegou a ser atribuída a Bernardo Luini, que fazia parte do círculo do pintor florentino. Esta teoria voltou a ser defendida muito recentemente pelo historiador de arte Matthew Landrus.

As incertezas relativamente à atribuição do Salvator Mundi a Leonardo da Vinci baseiam-se em três pontos principais. Primeiro, ao contrário de outras pinturas originais do artista renascentista, o Salvator Mundi não é referido em nenhuma das fontes antigas.

Por outro lado, só é possível traçar o seu percurso com certeza a partir do século XX, quando reapareceu no mercado depois de ter sido adquirido por um colecionador britânico, Charles Robinson. Anteriormente a isso sabe-se apenas que pertenceu, em meados do século XVII, a Carlos I de Inglaterra e que foi leiloado pelo filho do duque de Buckingham em 1763.

Outro problema diz respeito ao estado de conservação do quadro. Em 2005, depois de ter sido adquirido por um consórcio de comerciantes de parte que pagou apenas cerca de dez mil euros, foi alvo de um restauro que o danificou gravemente. O início do restauro não está documentado na sua totalidade e a publicação de todos os documentos, anunciada várias vezes desde 2011, ainda não aconteceu. Isso faz com que seja impossível dar por encerrado o processo de autentificação.

Ainda assim, Frank Zöllner acredita que a pintura foi “desenhada por Leonardo, executada pela sua oficina e possivelmente retrabalhada por si”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministra volta atrás, descarta congelamento das carreiras e admite aumentos na Função Pública

Esta segunda-feira, a ministra da Administação Pública disse, em entrevista à Antena 1, que não poda excluir o congelamento das carreiras. Já na quarta-feira, em declarações à TSF, Alexandra Leitão mudou o discurso. Em entrevista à …

Cientistas identificam a região com o ar mais limpo à face da Terra

Uma equipa de cientistas da Universidade Estadual do Colorado (EUA) identificou a região atmosférica que possui o ar mais limpo à face da Terra. Os especialistas, liderados pela professora Sonia Kreidenweis, descobriram que a camada limite …

Abono extra e complemento de estabilização. Governo cria dois novos apoios cumulativos para quem perdeu rendimentos

O Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) do Governo vai incluir dois novos apoios para trabalhadores e famílias que perderam parte dos seus salários nos últimos três meses devido à pandemia de covid-19. A notícia …

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …