Derrocada em Miguel Bombarda obriga a corte de trânsito no Porto

Manuel de Sousa / Wikimedia

-

Uma derrocada num edifício da rua Miguel Bombarda, no Porto, e o risco de ruína da fachada obrigaram hoje ao encerramento do centro de saúde e ao corte do trânsito de parte da artéria, constatou a Lusa no local.

Fonte da Proteção Civil municipal revelou à Lusa que “o risco é a fachada cair”, pelo que parte da rua foi cortada à circulação automóvel para “realizar já” os “trabalhos de mitigação dos estragos”, com vista a “salvaguardar a segurança na via pública” antes do regresso do mau tempo.

Por precaução, foi encerrada a Unidade de Saúde Familiar de S. João, instalada no número 234 daquela rua, num edifício contíguo ao da derrocada, indicou a mesma fonte, presente no local.

A fonte da Proteção Civil explicou ainda que os trabalhos com vista a evitar novas derrocadas têm de realizar-se “ainda hoje, por causa das previsões de mau tempo” para terça-feira.

O Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto foi informado do desabamento de “uma das paredes de um edifício” pelas 13:07.

O corte de trânsito na rua Miguel Bombarda começa a seguir ao cruzamento daquela artéria com a rua do Rosário.

Fonte dos Bombeiros Voluntários do Porto revelou à Lusa que aquela corporação respondeu, pelas 14h05, a um pedido do Batalhão de Sapadores Bombeiros para retirar, de “uma casa comercial”, um vidro “a ameaçar cair para a via pública”.

De acordo com a mesma fonte, a situação será resultado do “mau tempo”.

Protecção Civil retira “elementos instáveis” de prédio

O comandante do Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto, Rebelo de Carvalho, revelou ao fim da tarde estarem em preparação trabalhos para eliminar do prédio “os elementos instáveis” que podem cair na via pública.

A intenção é “manter a fachada” do imóvel privado e “tentar fixá-la”, mas Rebelo de Carvalho admitiu à Lusa tratar-se de um “trabalho minucioso”, alvo de uma “avaliação contínua” em função dos elementos que forem sendo retirados.

Para “reduzir o perigo dos elementos instáveis que possam cair na via pública”, a Proteção Civil do Porto aguarda pela chegada das máquinas que vão auxiliar as operações, ainda sem previsão quanto ao tempo que poderão demorar.

“É um trabalho delicado. Vamos tentar que seja o mais rápido possível, em segurança”, frisou Rebelo de Carvalho, esclarecendo que o imóvel devoluto é privado e que o seu proprietário está no local a acompanhar a situação.

Rebelo de Carvalho recusou tratar-se de uma demolição e frisou que a intenção é não mexer nas “peças que apresentem segurança”.

O comandante esclareceu ainda que depois da derrocada de parte do edifício, perto das 13h, foi “criado um perímetro de segurança” e, “após uma inspeção e avaliação”, tomada a “decisão de encerrar o centro de saúde situado no edifício contíguo”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …