Deputado crítico da especulação imobiliária acusado de querer despejar inquilinos de edifício histórico

Câmara Municipal de Braga

Sé Catedral de Braga

Os arrendatários do espaço cultural dizem que empresa do deputado socialista quer transformar o edifício histórico de Braga num negócio de alojamento local.

O deputado Hugo Pires será gerente e sócio de uma empresa de investimentos imobiliários que vai despejar os arrendatários de um espaço cultural instalado desde há décadas num edifício histórico do centro de Braga, noticia o Jornal Económico.

O espaço cultural, onde ficava a antiga livraria Mavy, foi arrendado, em 2012, por Ana e Filipe Morgado e cujo contrato de arrendamento é válido até 2034. Porém, em 2015, o edifício foi penhorado e submetido a venda judicial, tendo sido comprado pela empresa do deputado socialista – CRIAT Imobiliária – por cerca de 285 mil euros.

O processo de aquisição ficou concluído em 2017 e desde então que a empresa estará a tentar despejar os arrendatários do espaço cultural. Em declarações ao jornal, os irmãos dizem que a CRIAT pretende abrir um negócio de Alojamento Local no edifício, classificado como imóvel de interesse público e património da cidade de Braga.

O jornal escreve que, além de ser gerente e sócio da empresa, Hugo Pires desempenhou, até 2017, funções de vereador da Câmara Municipal de Braga, responsável pela Divisão de Apoio aos Departamentos Técnicos. Segundo os irmãos, foi o próprio que, em 2013, “emitiu um parecer técnico positivo de alteração de uso comercial do espaço” que viria a adquirir.

Questionado pelo Económico, o deputado do PS, coordenador do Grupo de Trabalho – Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas de Cidades, responsável por delinear a nova Lei de Bases da Habitação, negou ser gerente da empresa e diz ser só “sócio minoritário”.

Hugo Pires também nega a existência de uma ação de despejo e afirma que “o que está previsto acontecer é a entrega desse espaço por ordem do tribunal“.

“A empresa adquiriu um imóvel por via judicial, livre de ónus ou encargos. Ou seja, o tribunal vendeu um prédio, onde supostamente não estava ninguém”, declarou ainda o deputado ao Observador, explicando que o espaço cultural “não tem contrato” e “está lá ilegalmente”. O socialista garante ainda que a CRIAT “tentou chegar a um entendimento” com os inquilinos, mas que estes “nunca responderam”.

Sobre a intenção de o edifício vir a ser transformado num Alojamento Local, o deputado também considerou essa informação “incorreta” e diz que o projeto de arquitetura, que já deu entrada na autarquia, “destina-se a habitação permanente e comércio”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Benfica renova com Ferro até 2024

O Benfica renovou o contrato com o jovem defesa-central até 2024, revelou, esta quinta-feira, o clube encarnado no seu site oficial. A renovação do contrato com Ferro já tinha sido tema na conferência de imprensa de …

Acordo para o Brexit garante milhões aos homens mais ricos do Reino Unido

Os três homens mais ricos do Reino Unido acabaram de ficar mais ricos apenas com o acordo entre o Governo de Boris Johnson e a União Europeia para o Brexit. O anúncio de acordo fez …

Funcionários da Groundforce julgados por furto de malas no Aeroporto de Lisboa

23 funcionários da Groundforce vão ser julgados por furto de centenas de objetos tirados de dentro de bagagens no Aeroporto de Lisboa. 23 funcionários da Groundforce, que trabalhavam no Aeroporto de Lisboa até 2016, vão ser …

Clássico entre Barcelona e Real Madrid adiado

As duas equipas espanholas têm de chegar a um acordo para uma nova data, até à próxima segunda-feira, para a realização do clássico da 10.ª jornada. O jogo FC Barcelona-Real Madrid, agendado para 26 de outubro, …

Dez escolas fechadas em Lisboa por protestos contra falta de funcionários

As 10 escolas do Agrupamento Vergílio Ferreira, em Lisboa, não abriram as portas, esta sexta-feira, devido a um protesto de trabalhadores não docentes, revoltados com a falta de pessoal. A paralisação irá prolongar-se durante toda …

"Casillas apoiou-me desde o momento em que cheguei", diz Marchesín

O guarda-redes argentino falou da sua adaptação ao novo clube, destacando que o seu antecessor, do qual não esconde a sua grande admiração, o apoiou desde que chegou ao FC Porto. Na semana passada, Agustín Marchesín …

Zoo de Paris apresenta Blob, uma estranha criatura amarela sem cérebro e com quase 720 sexos

O zoológico de Paris exibe desde esta quarta-feira um estranho organismo unicelular criado em laboratório: parece um fungo, mas interage como um animal. De acordo com a agência AFP, a estranha criatura, batizada de bolb (bolha), …

Apesar das críticas, Venezuela conquista um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Venezuela conquistou um assento no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, depois de uma votação, esta quinta-feira, na Assembleia Geral da ONU. O Brasil ficou com a outra vaga destinada aos países da …

Amália Rodrigues apoiou secretamente a causa antifascista

A fadista Amália Rodrigues, que chegou a ser acusada de estar ao serviço do Estado Novo, financiou presos políticos e apoiou a causa antifascista durante a ditadura, revela uma investigação publicada pela revista Visão Biografia. Numa …

FC Porto pode ser obrigado a criar equipa de futebol feminino

A UEFA deverá obrigar todas os emblemas que participem nas competições europeias a ter uma equipa de futebol feminino. O objetivo é promover o desporto e aumentar o número de jogadoras. O FC Porto pode vir …