Deputado crítico da especulação imobiliária acusado de querer despejar inquilinos de edifício histórico

Câmara Municipal de Braga

Sé Catedral de Braga

Os arrendatários do espaço cultural dizem que empresa do deputado socialista quer transformar o edifício histórico de Braga num negócio de alojamento local.

O deputado Hugo Pires será gerente e sócio de uma empresa de investimentos imobiliários que vai despejar os arrendatários de um espaço cultural instalado desde há décadas num edifício histórico do centro de Braga, noticia o Jornal Económico.

O espaço cultural, onde ficava a antiga livraria Mavy, foi arrendado, em 2012, por Ana e Filipe Morgado e cujo contrato de arrendamento é válido até 2034. Porém, em 2015, o edifício foi penhorado e submetido a venda judicial, tendo sido comprado pela empresa do deputado socialista – CRIAT Imobiliária – por cerca de 285 mil euros.

O processo de aquisição ficou concluído em 2017 e desde então que a empresa estará a tentar despejar os arrendatários do espaço cultural. Em declarações ao jornal, os irmãos dizem que a CRIAT pretende abrir um negócio de Alojamento Local no edifício, classificado como imóvel de interesse público e património da cidade de Braga.

O jornal escreve que, além de ser gerente e sócio da empresa, Hugo Pires desempenhou, até 2017, funções de vereador da Câmara Municipal de Braga, responsável pela Divisão de Apoio aos Departamentos Técnicos. Segundo os irmãos, foi o próprio que, em 2013, “emitiu um parecer técnico positivo de alteração de uso comercial do espaço” que viria a adquirir.

Questionado pelo Económico, o deputado do PS, coordenador do Grupo de Trabalho – Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas de Cidades, responsável por delinear a nova Lei de Bases da Habitação, negou ser gerente da empresa e diz ser só “sócio minoritário”.

Hugo Pires também nega a existência de uma ação de despejo e afirma que “o que está previsto acontecer é a entrega desse espaço por ordem do tribunal“.

“A empresa adquiriu um imóvel por via judicial, livre de ónus ou encargos. Ou seja, o tribunal vendeu um prédio, onde supostamente não estava ninguém”, declarou ainda o deputado ao Observador, explicando que o espaço cultural “não tem contrato” e “está lá ilegalmente”. O socialista garante ainda que a CRIAT “tentou chegar a um entendimento” com os inquilinos, mas que estes “nunca responderam”.

Sobre a intenção de o edifício vir a ser transformado num Alojamento Local, o deputado também considerou essa informação “incorreta” e diz que o projeto de arquitetura, que já deu entrada na autarquia, “destina-se a habitação permanente e comércio”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …