Brexit: Londres vai dar “carência de dois anos” aos cidadãos da UE

O Governo britânico adiantou esta terça-feira que vai dar “um período de carência” de dois anos após o Brexit aos cidadãos comunitários residentes no Reino Unido que decidirem solicitar residência permanente no país.

O Ministério Interior e o Ministério para o Brexit do Reino Unido informaram em comunicado conjunto que estabeleceram uma série de “garantias adicionais” para cidadãos da União Europeia perante a saída britânica do bloco comum europeu, que será efetivada, previsivelmente, a 29 de março de 2019.

Londres enviou estas propostas a Bruxelas como parte de um “documento técnico” com o qual espera avançar nas negociações sobre as condições de saída do Reino Unido da UE.

O documento assegura que os funcionários responsáveis por avaliar as solicitações de residência permanente de cidadãos europeus vão ter a flexibilidade necessária para assegurar que os pedidos não são contestados por “aspetos técnicos menores”. Os cidadãos cuja solicitação tiver sido rejeitada, vão poder recorrer da decisão.

“Deixamos claro que os cidadãos europeus que vivem no Reino Unido dão uma enorme contribuição ao nosso país e queremos que fiquem“, assegura no comunicado a ministra de Interior, Amber Rudd. O ministro para o Brexit, David Davis, afirmou que “salvaguardar os direitos dos cidadãos comunitários” é a “principal prioridade”.

Após cinco rodadas de negociações, os 27 membros restantes da UE ainda não deram sinal verde para passar a uma segunda fase, na qual será abordada a futura relação comercial entre Londres e a União.

Bruxelas insiste que, antes de discutir assuntos comerciais, são necessários “avanços suficientes” quanto aos direitos dos cidadãos europeus após o Brexit, o futuro status da fronteira entre a República da Irlanda e a região britânica da Irlanda do Norte, assim como o acerto de contas devidas pelo Reino Unido ao restante bloco.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, assegurou que espera acordar um período de transição de “dois anos” com a UE para que o Reino Unido mantenha o acesso ao mercado único durante esse tempo.

O plano anunciado hoje facilita o pedido de residência permanente por europeus, diminuindo a burocracia e tornando parte do processo digital, “otimizado e amigável para o usuário”.

No que toca aos cidadãos que já receberam a residência permanente, também se devem registar através do novo sistema digital, mas o Governo prevê que o processo seja “simples e de baixo custo”.

// EFE

 

PARTILHAR

RESPONDER

Houve "zero negociação" com o PSD. Nome de Vitalino Canas e Correia Campos estão por um fio

Os nomes de representantes da Assembleia da República para órgãos externos são propostos pela maior força política - o PS -, mas só são aprovados se houver um amplo consenso entre o PS e o …

Contas do PSD congeladas por não ter pago a serralheiro em campanha de 2017

As contas do Partido Social Democrata (PSD) estão congeladas por falta de pagamento de serviços a um serralheiro que prestou serviços ao partido numa campanha eleitoral de 2017, avança o Jornal de Notícias. Em causa está, …

Conseguimos "ouvir" ao ler os lábios de alguém (e já sabemos como)

Um estudo recente sugere que, quando vemos uma pessoa a falar, a nossa atividade cerebral é sincronizada com a voz do locutor através da leitura dos lábios. Este fenómeno acontece mesmo quando não conseguimos interpretar …

"Classe pura". Ingleses rendidos a Bruno Fernandes

O Manchester United goleou esta quinta-feira o Club Brugge (5-0), conseguindo o apuramento para os "oitavos" da Liga Europa, numa partida em que o recém-chegado Bruno Fernandes esteve em destaque. O médio português ex-Sporting conseguiu …

Governador do Rio de Janeiro defende destituição de Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu na quinta-feira a destituição do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, após este ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens WhatsApp, com a convocação de uma manifestação contra …

Pelo menos 33 soldados turcos mortos em bombardeamento na Síria

Um ataque do exército sírio na província de Idlib, na Síria, causou esta quinta-feira a morte de pelo menos 33 militares turcos. Os números, inicialmente avançados pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), dava conta de …

Razia na Liga Europa com direito a lenços brancos. Todas as equipas portuguesas foram eliminadas

Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting foram eliminados nos 16 avos de final da Liga Europa. Portugal passou assim de ser o clube com mais representantes nesta prova europeia a um dos poucos sem …

Este animal marinho produz óvulos e espermatozóides ilimitados ao longo da sua vida

Um minúsculo animal marinho, chamado Hydractinia, foi analisado ao pormenor por uma equipa de investigadores que descobriu aquela que pode ser considerada uma habilidade muito rara desta criatura. Hydractynia consegue produzir ilimitadamente células germinativas, que são …

Há um segundo português internado no Japão por suspeitas de coronavírus

Um segundo português está hospitalizado no Japão “por indícios relacionados” com o Covid-19, também tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess,. “Dois dos tripulantes portugueses do Diamond Princess tiveram de ser hospitalizados, no Japão, por indícios …

Há um planeta gigante incrivelmente perto da Terra

Há um planeta gigante, com dimensões próximas das de Neptuno, a 90 anos-luz da Terra. É dos exoplanetas mais próximos do nosso planeta. Detetado pela primeira vez pelo "caçador" de planetas Kepler (NASA), a existência deste …