Demolição de ponte centenária “única” para alargar via gera indignação

Câmara Municipal de Povoação

Ponte da Ribeira do Além, Açores, ilha de São Miguel, Açores.

A decisão da autarquia da vila de Povoação, na ilha de São Miguel, nos Açores, de demolir uma ponte centenária para construir uma nova, mais larga, para escoar melhor o trânsito, está a gerar revolta. A infraestrutura é “única” na ilha, segundo um investigador.

Os moradores de Povoação, na ilha de São Miguel, nos Açores, têm-se manifestado contra o projecto de demolição da chamada Ponte Nova, situada na Ribeira do Além.

O director regional das Obras Públicas e Comunicações, Frederico Furtado Sousa, explica ao Correio dos Açores que a demolição vai mesmo avançar, com o intuito de construir uma nova ponte, mais larga, para facilitar o escoamento do trânsito e permitir “melhorar a segurança rodoviária” e pedonal.

A actual ponte centenária não permite “a circulação pedonal em condições de segurança, nem a passagem, em simultâneo nos dois sentidos de viaturas pesadas”, acrescenta Furtado Sousa.

A futura ponte a construir em betão armado, que vai ter uma via de 7 metros de largura e passeios de ambos os lados, visa ainda dar maior vazão ao caudal da ribeira, para evitar as cheias que são frequentes na zona.

Mas a obra está a gerar indignação e os moradores apelam a uma solução que permita manter a ponte centenária que é única na região, segundo o investigador José de Mello, embora não esteja classificada.

“Tem dois arcos abatidos que são únicos nas pontes da ilha de São Miguel, não conheço nenhuma outra ponte com estas características, e tem um conjunto que não se repete em nenhuma outra parte da ilha de S. Miguel que é a casa ao meio”, sustenta José de Mello em declarações à TVI24.

No seu perfil do Facebook, o investigador deixa um “apelo ao bom senso” para que “salvem a ponte antes que seja tarde”, reforçando que é “um exemplar único na ilha de São Miguel e talvez nos Açores”.

“A demolição da ponte coloca em causa a harmonia do conjunto patrimonial/cultural do território” e o seu desaparecimento “constituirá uma grande perda para o património arquitectónico na área da engenharia civil”, diz ainda.

A ponte é descrita no site All from Azores como um “símbolo de arquitectura civil”, destacando-se que remonta “aos testemunhos da arquitectura romana” e que foi “reconstruída na primeira metade do séc. XX”, depois de “a cheia de 2 de Novembro de 1896” a ter destruído.

Os moradores consideram que a demolição da ponte é “desonrar os antepassados“, como diz a moradora Lisarda Franco na TVI24. “Isto é uma pena porque são pontes bonitas, bem feitas, que estão aqui já há mais de 100 anos, já passaram por várias cheias e mantêm-se de pé”, acrescenta Lisarda Franco.

Assim, pedem uma solução alternativa que permita manter a Ponte Nova, embora defendam a construção de uma ponte mais preparada para o trânsito actual.

Entretanto, os moradores estão também preocupados com a ponte provisória que foi construída como alternativa de passagem enquanto decorrem as obras. Temem que as chuvas possam causar uma enxurrada com consequências trágicas para a população.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% dos médicos só fazem "fantochadas"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …

Polícia antimotim dispersa manifestantes em Hong Kong com gás lacrimogéneo

A polícia antimotim de Hong Kong carregou hoje com gás lacrimogéneo sobre manifestantes que tinham erigido uma barricada no bairro de Kwun Tong, no Este da antiga colónia britânica. Embora os protestos tenham decorrido de forma …

Eleições. CDU vai manter campanha clássica, mas dispensa o "lombo assado"

O chefe do maior partido da Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta comunistas e ecologistas, assumiu enfado com carne assada nas jornadas e ações de esclarecimento pelo país, mas garante uma campanha eleitoral nos cânones …

Bloco quer mais funcionários públicos e quotas por raça nas universidades

O BE afirma, no programa eleitoral disponibilizado hoje na íntegra, que "é o partido que quer e pode impedir uma maioria absoluta", um resultado nas eleições legislativas que faria Portugal "voltar ao passado da arrogância …

Balas com defeito que encravam armas. PSP confirma, mas diz que não é um problema

A Polícia de Segurança Pública (PSP) confirma que estão a ser utilizadas algumas balas com defeito que até encravam as armas, nos treinos dos candidatos a agentes na Escola Prática de Polícia. Mas garante que …