Degelo no Monte Evereste está a expor corpos de vários montanhistas desaparecidos

O derretimento acelerado do gelo no monte Evereste, no Nepal, está a fazer com que vários corpos de montanhistas sejam encontrados, alguns de pessoas desaparecidas há vários anos.

A montanha mais alta do mundo já foi escalada por mais de 4.800 pessoas e aproximadamente 300 montanhistas morreram no local, uma vez que escalar até o topo de um pico de montanha coloca as pessoas em risco de congelamento, hipotermia, psicose, avalanches, queda de pedras e queda em fendas.

Porém, ainda dois terços estão desaparecidos, o que faz com que vários operadores de expedição fiquem preocupados com a quantidade de corpos que podem vir a aparecer com o degelo. O degelo surge como consequência das alterações climáticas e do início da primavera.

Ang Tshering Sherpa, antiga presidente da Associação do Montanhismo no Nepal, afirmou: “Por causa do aquecimento global, a capa de gelo e os glaciares estão a derreter de forma muito rápida e os corpos que permaneceram enterrados durante estes anos estão agora a aparecer”.

“Nós vamos retirando os corpos de alguns montanhistas que morreram nos últimos anos, mas os corpos daqueles que morreram há mais tempo e que continuavam enterrados no gelo estão agora a ser expostos“, acrescentou ainda Sherpa.

O reaparecimento dos corpos dos montanhistas tem levantado problemas devido a uma lei Nepalense que requer o envolvimento de agências governamentais nestas situações.

No ano de 2017 já tinha aparecido um corpo na zona 1 e no glaciar de Khumbu, local onde têm surgido mais corpos nos últimos anos. Segundo um funcionário de uma organização não governamental da região, o nível do gelo tem caído a pique nestas zonas. “Temos reparado que o nível do gelo tem diminuído e é por isso que os corpos estão a ser expostos agora”, referiu o funcionário.

Há quatros anos, alguns estudos divulgaram que os lagos do glaciar de Khumbu estavam a aumentar devido ao degelo e, durante o ano passado, um grupo de investigadores descobriu que o gelo daquela área estava mais quente que aquilo que era esperado, alcançando uma temperatura mínima de -3.3º C.

Especialistas lembram que recuperar corpos nos locais mais altos dos Himalaias é dispendioso e complicado devido à altitude – pode custar mais de 61 mil euros. Além disso, Alan Arnette, um montanhista, afirmou que muitos alpinistas gostam de permanecer nos locais onde morrem a escalar e que por isso esta situação representa um problema muito pessoal.

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …