Impostos ajudam défice a cair 543 milhões

O défice orçamental, registado em contas públicas, atingiu os 4.980,6 milhões de euros até julho, uma melhoria de 542,8 milhões de euros face ao mesmo período do ano passado, segundo a Direção-Geral do Orçamento (DGO).

De acordo com a síntese de execução orçamental divulgada esta quinta-feira pela DGO, esta evolução do défice das administrações públicas entre janeiro e julho “resultou de um crescimento da receita (2,8%) superior ao da despesa (1,3%)”.

Já o saldo primário (que exclui os encargos com a dívida pública) foi de 315,5 milhões de euros até julho, “valor que compara favoravelmente com o registado no período homólogo”, um défice de 585,1 milhões de euros.

A DGO relata que o comportamento da receita “reflete principalmente o aumento da receita fiscal e contributiva“, tendo o Estado arrecadado mais de 21 mil milhões de euros em impostos até julho.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou uma “boa notícia” os números do défice orçamental, mas avisou que “o trabalho tem de continuar” até ao final do ano.

“Tudo o que seja reduzir o défice é uma boa notícia, agora, é um trabalho para continuar até ao fim do ano, porque estamos a comparar com o ano anterior”, afirmou aos jornalistas, durante uma visita à secular Feira de S. Mateus, em Viseu.

O PSD acusou o Governo de mascarar os números da execução orçamental ao cortar no investimento público e aumentar os pagamentos em atraso, sendo esta a receita para “fazer com que a despesa pareça ser menor”.

O Presidente da República discordou desta leitura, considerando que o que se passa é que “o Governo decidiu cativar uma série de verbas”.

“Eu acho que essa cativação vai ser convertida em definitiva, vai haver um corte definitivo. Portanto, quando a oposição diz que provavelmente a cativação é uma dissimulação, eu percebo o ponto de vista, porque acha que o Governo ainda vai gastar”, referiu.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, “o Governo não tem margem para gastar, portanto, a cativação converte-se em corte definitivo”.

Já a vice-presidente do CDS-PP, Cecília Meireles, defendeu que o valor do défice ontem divulgado é “particularmente preocupante”, sublinhando igualmente o aumento dos impostos indiretos e os pagamentos em atraso expressos na síntese de execução orçamental.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Obrigado Costa. Ainda bem que isso não se deve a um aumento de impostos. Ah espera, não… houve um aumento nos combustíveis… que para mim representam cerca de 12 euros por mês…. Obrigadinho Costa

  2. Reduzir défice numa perspectiva de redução da despesa é sempre complexo. Reduzir despesa nos custos intermédios é correcto, tornar mais transparente o sistema de concursos, etc, também, agora, reduzir despesa numa perpectiva social, isto é, baixar reformas ( que numa maioria são miseräveis ), retirar comparticipações no SNS aos mais frageis, etc, não me parece correcto. Resta assim, a redução do defice por via do encaixe resultante de impostos e aqui, há duas vias: ou sobrecarga sobre quem sempre e continua a contribuir ou, numa outra via, um combate mais intenso à fuga e evasão fiscal.
    Como muitos parecem tentar fazer crer ( aos mais distraídos claro ), reduzir defice por esta via significa mais impostos, ora, não quer dizer que seja bem assim. Da esquerda à direita ( honra seja feita ) tem havido nos ultimos anos um aumento e uma preocupação maior em combater a economia paralela ( fuga aos impostos )cujo valor se situa nas dezenas de biliões de euros. A titulo de exemplo, recordo-me de ler aqui comentários sobre a ” ridicula”, como muitos chamaram, cobrança de impostos aos vendedores de bola de berlim na praia. Pois é, há é muita gente neste país a vender a “bolinha de berlim” e fatura, por dia, 1000€, sim, leram bem, 1000€/DIA o que significa que muito estupidinho que criticou o governo e as finanças pela iniciativa se calhar ganha 530€/MES E AINDA PAGA IMPOSTOS SOBRE ESSE VALOR. Ora se quem ganha uns miseráveis 530€/mes paga impostos, porque carga de água os “coitadinhos” que vendem bolas na praia faturam 1000€ por DIA, não pagam nada de imposto (já pra não falar nas contribuições oriundas do trabalho para a Seg. Social)? Como este exemplo há muitos outros, vai desde o gajo das obras, à oficina, à feirante, etc, etc.
    Portanto, o que me parece é que alguma gente se incomoda com bons resultados.

RESPONDER

Na Etiópia, os apagões da Internet afetam a vida de milhares de pessoas

A Internet desempenha um papel decisivo na transformação da vida de milhares de etíopes e é por isso que as paralisações têm um enorme impacto económico.  Entre janeiro e o final de março, os habitantes da …

É urgente moldar as áreas urbanas de África para suportar futuras pandemias

Quando o tema é a Covid-19, o poder das cidades provém do número de interações entre pessoas, empresas e mercados que estes centros populacionais permitem. Apesar de todas as suas virtudes, a verdade é que …

Incêndio em Chernobyl pode ter provocado valores de radiação acima do normal

Um fogo florestal atingiu este domingo a zona interditada da central nuclear de Chernobyl, mas as informações sobre o aumento dos níveis de radiação são contraditórias. O fogo já consumiu 100 hectares de floresta, disse Yehor …

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …