Algemado e encapuçado. Daniel Prude morreu asfixiado por polícias em Nova Iorque

Fernando Veludo / Lusa

Vídeos de um homem negro que morreu de asfixia, depois de ter sido algemado, encapuçado e subjugado por polícias, foram divulgados na quarta-feira, com ativistas a exigirem que os agentes envolvidos sejam despedidos e acusados da morte.

O caso aconteceu no final de março, com a morte a ocorrer em 30 desse mês, mas o vídeo só foi conhecido na quarta-feira.

Daniel Prude, que corria nu pelas ruas de Rochester, uma cidade a oeste de Nova Iorque, morreu por asfixia, depois de um grupo de polícias lhe ter enfiado um capuz na cabeça e pressionado a sua cara contra o chão durante dois minutos, conforme as gravações divulgadas na quarta-feira pela sua família.

A morte ocorreu em 30 de março, depois de Prude ter sido desligado do suporte de vida, sete dias depois do incidente com a polícia de Rochester.

A sua morte não recebeu atenção pública até quarta-feira, quando a sua família realizou uma conferência de imprensa e divulgou os vídeos das câmaras dos uniformes dos polícias e relatórios escritos, que obtiveram através de um requerimento de acesso a registos públicos.

Os vídeos mostram Prude, que tinha retirado as suas roupas, a obedecer quando a polícia lhe ordenou para se sentar no chão e pôr as mãos atrás das costas. Depois, colocaram-lhe um capuz especial na cabeça, usado para evitar que os detidos cuspam e mordam.

Na altura, Nova Iorque estava nos primeiros dias da pandemia.

Prude pediu que lhe retirassem o capuz. Então, um agente atirou-lhe a cabeça para o chão e outro agente manteve-a forçada contra o chão, com as mãos, enquanto um terceiro lhe colocava um joelho nas costas. Prude deixou de se mexer e falar.

Nas imagens veem-se médicos a assisti-lo antes de ser colocado numa ambulância.

A morte de Prude foi considerada um homicídio causado por “complicações de asfixia em contexto de constrangimento físico”.

Prude era de Chicago e tinha acabado de chegar a Rochester para visitar a família.

A polícia tinha respondido a uma chamada do irmão de Daniel, Joe, para 911 (número de emergência nos Estados Unidos) para informar que o irmão tinha saído de casa e que estava com problemas mentais.

Várias pessoas concentraram-se na quarta-feira nas proximidades do Edifício de Segurança Pública de Rochester, que está a servir de comando policial, durante a conferência de imprensa.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, os polícias envolvidos não foram suspensos de funções.

As circunstâncias da morte de Daniel Prude foram semelhantes à de George Floyd, um afro-americano morto às mãos da polícia de Mineápolis, cerca de dois meses depois, cuja história deu origem a massivos protestos anti-racistas e contra a violência policial, nos Estados Unidos e um pouco por todo o mundo.

O episódio mais recente de violência policial aconteceu em Kenosha, Wisconsin, onde Jacob Blake, um homem negro, foi atingido nas costas com sete tiros por um polícia em frente aos filhos, tendo ficado paraplégico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada" perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu hoje …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …

Benfica anuncia surto e pode parar duas semanas. Vieira é um dos infetados

Foram identificados 17 novos casos de covid-19 no SL Benfica. Em comunicado, o clube remete à DGS a decisão de parar durante duas semanas. O Benfica detetou 17 novos casos de covid-19 entre jogadores, equipa técnica …

Estátua de mulher da elite pré-hispânica encontrada no México

Uma estátua, com 500 anos, de uma jovem mulher com um grande ornamento na cabeça foi descoberta, no início de janeiro, no centro do México. De acordo com o site Live Science, a estátua de dois …