Daesh está a usar “escudos humanos” em Mossul

metrod / Flickr

Mosul, Iraque

Mossul, Iraque

Os Estados Unidos acusam o grupo terrorista de estar a usar civis como “escudos humanos” em Mossul, impedindo que as forças iraquianas avancem no terreno.

Questionado pelos jornalistas se os civis estão a ser usados pelo Daesh como barreira em Mossul, o representante do Pentágono e capitão Jeff Davis não tem dúvidas: “Absolutamente”.

Estão a ser mantidos ali contra a sua vontade. Não vimos nenhuma mudança no último dia que indique que as pessoas estão a sair da cidade ou a fugir”, afirmou na terça-feira, citado pela BBC.

Moradores contactados pela Reuters contaram ainda que o grupo terrorista está a impedir as pessoas de fugir e colocou algumas em prédios estratégicos que podem ser alvo de ataques aéreos.

Há pelo menos 1,5 milhões de pessoas que permanecem na cidade iraquiana, com cinco mil extremistas prontos a enfrentar as forças iraquianas.

Agora, de acordo com novas informações divulgadas pelo ACNUR, 900 pessoas conseguiram entretanto fugir, cruzando a fronteira com a Síria, e estão agora num campo de refugiados.

Este é o primeiro grande grupo de civis que consegue escapar à cidade desde que, na segunda-feira, o Governo iraquiano anunciou a sua ofensiva para libertar Mossul do grupo terrorista.

Desde segunda-feira que as forças iraquianas tentam entrar na cidade, movendo-se pelo sul, enquanto que os aliados curdos avançam pelo leste. Estarão agora a 30 ou a 40 quilómetros da cidade.

A coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, confirmou que dez aldeias dos arredores já foram libertadas.

No entanto, é esperado que o progresso desta ofensiva seja lento, depois do comandante curdo Sirwan Barzani ter alertado que devem ser precisos dois meses até a conquista estar concluída.

Face à preocupação de que esta ofensiva pode provocar um êxodo em massa de civis, o Presidente Barack Obama já informou que há “planos e infraestruturas” no local para lidar com essa questão.

No entanto, e apesar das Nações Unidas estarem a trabalhar para ter centros de acolhimento fora da cidade, pode não ser suficiente.

De acordo com Lise Grande, coordenadora humanitária da ONU para o Iraque, para já só existe espaço para 200 mil pessoas.

A União Europeia também já avisou que esta ofensiva pode levar a que vários militantes do Daesh regressem à Europa.

O controlo dos terroristas na cidade já dura há mais de dois anos e Mossul é considerada a “capital do Califado”.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O mesmo se passa em Alepo, na Síria, mas aí os EUA têm uma posição diametralmente oposta: apoiam os seus inimigos (Al-Qaeda e EI), a bem das boas relações com a Arábia Saudita, um regime obscurantista no qual os direitos humanos não são garantidos!
    Tanta hipócrisia!

  2. Por muito que tente entender o que se passa nesta guerra no Médio Oriente, em que tem vários protagonistas em confronto, cada vez entendo menos. Mas possivelmente é mesmo essa a intenção. Quando tudo fazia crer que a estratégia dos Estados “convencionais” era arrumar de uma vez por todas com os cães do Daesh, parece que afinal, o que está em causa, é a afirmação estratégica de cada estado na região. Há uma série de cumplicidades que não são estendíveis à luz do raciocínio do comum dos mortais. Lembram-se de a Turquia estar à beira de um conflito com a Rússia, motivado pelo abate de um avião russo, que supostamente teria entrado em espaço aéreo turco? – Passados dois ou três meses, parecem ser agora os maiores amigos do mundo … ainda bem, fico feliz por isso!
    Também não entendo essa coisa de a Arábia Saudita ser o maior aliado do Daesh … afinal, eles estão na coligação ou no auto proclamado Daesh.
    Por favor, alguém me explique estas e outras dúvidas que tenho, caso contrário, espero que Deus me leve antes que dê em doido-

RESPONDER

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …