Daesh está a preparar ataques nas praias do sul da Europa

El Mundo

Terrorista do Daesh ameaça a Península Ibérica, num vídeo publicado a 30 de janeiro

Terrorista do Daesh ameaça a Península Ibérica, num vídeo publicado a 30 de janeiro

Terroristas do grupo extremista Daesh, ou Estado Islâmico, pretendem executar ataques com armas químicas e biológicas no Reino Unido e em outros países europeus. Os planos passam também por ataques a praias em Itália, França, Espanha.

A preocupação foi manifestada esta terça-feira pelos participantes da Security and Counter Terror Expo, uma conferência de segurança internacional realizada em Londres.

De acordo com o chefe adjunto do Departamento de Contraterrorismo da Comissão Europeia, Jorge Berto Silva, o grupo terrorista está a tentar obter armas químicas, biológicas, radioativas e nucleares (CBRN).

Este temor surgiu, segundo cita o Telegraph, depois dos atentados em Bruxelas, quando se descobriu que a célula terrorista estava a filmar, secretamente, o exterior da casa de um oficial belga relacionado com o setor nuclear.

“Com armas CBRN, existe uma preocupação justificada”, afirmou Jorge Berto Silva.

O subsecretário geral adjunto da divisão de riscos emergentes da NATO, Jamie Shea, também observou que “nós sabemos que eles querem adquirir este tipo de armas”.

“Isto vai ficar ainda pior antes de melhorar”, alertou.

A NATO alertou que o Estado Islâmico está a dividir-se em dois grupos, um responsável pela proteção do auto-proclamado califado no Iraque e na Síria, e outro focado na criação de células terroristas na Europa para executar ataques.

Os participantes da conferência apontaram que o Daesh tem vindo a desenvolver novos métodos para contornar as medidas de segurança e realizar ataques, como a possibilidade de implantar bombas nos corpos dos militantes suicidas e invadir o sistema de veículos não tripulados.

Ataques em praias

Anteriormente, o jornal alemão Bild tinha noticiado que o Daesh estaria a preparar ataques em praias do sul da Europa, nomeadamente em Itália, França, Espanha.

De acordo com o jornal, os serviços secretos da Itália receberam a informação sobre os planos do Daesh – que seriam levados a cabo com o apoio dos aliados nigerianos do Boko Haram – através de uma fonte africana, retransmitindo a informação aos congéneres alemães do BND.

O jornal relatava que os bombistas suicidas planeavam fazer-se passar por vendedores ambulantes e atacar através de engenhos explosivos enterradas na areia debaixo de espreguiçadeiras, ou mesmo utilizando armas automáticas.

Os alvos seriam, mais precisamente, a Costa del Sol, o sul de França e as duas costas italianas.

Uma ação semelhante, realizada a 26 de junho do ano passado por Seifeddine Rezgui, num complexo turístico de Port El Kantaoui, na Tunísia, causou 38 vítimas mortais.

“Podia ser uma nova dimensão do terror”, afirmou uma fonte dos serviços secretos alemães, citada pelo Bild. “É complicado proteger as praias”.

ZAP / SN

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E perante isto o governo português estupidamente declara à imprensa que quer tornar as praias do Algarve nas mais seguras da Europa.
    Nada melhor como este anuncio para provocar e atrair o terrorismo!
    Que o façam, óptimo, mas sem anuncios

RESPONDER

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …

Passes baixam para 70 e 80 euros para utentes da região Oeste

Os passes nos transportes públicos para Lisboa vão baixar para 70 euros para utentes de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, e para 80 euros dos restantes concelhos da região. A …

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …

Já se sabe como é que planetas florescem a partir de pequenos pedaços de poeira

Uma equipa de investigadores validou uma teoria que pode explicar como é que os planetas crescem a partir de pequenos pedaços de poeira interestelar. O crescimento de um pequeno pedaço de poeira até um planeta inteiro …

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as abelhas esfomeadas (e isso é má notícia)

Apesar de não haver humanos na Zona de Exclusão de Chernobyl, a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986, e apesar do nível …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …