Dados pessoais de 2,4 milhões de portugueses vazados livremente na dark web

Dados pessoais de mais de 2,4 milhões de portugueses foram pirateados e expostos livremente na dark web: a parte obscura da internet, inalcançável através dos comuns motores de busca e muito usada pelo crime organizado.

Nomes, números de telemóvel, endereços de email, locais de trabalho e habitação e estado civil são alguns dos dados que foram vazados num único ficheiro. De acordo com o Expresso, este ficheiro tem o identificador único de utilizador do Facebook. Ainda não foram identificados os criadores deste documento que continua disponível da dark web.

As autoridades já estão a pôr e recomendam que as pessoas alterem a palavra-passe e adotem a autenticação de dois fatores no Facebook e noutras redes sociais. Desta forma, o utilizador é avisado sempre que há um acesso suspeito à conta.

A informação pode ser útil para cópias de cartão de telemóvel, disseminação de códigos maliciosos ou ataques com e-mails, mensagens ou SMS forjados.

“Acreditamos que estes dados são antigos e foram obtidos a partir de uma falha que eliminámos em agosto de 2019″, reagiu a Facebook à fuga de dados.

Através dos comunicados da rede social é possível encontrar uma associação entre a falha que a Facebook terá eliminado e uma queixa junto das autoridades portuguesas em janeiro de 2021. A queixa teve como alvo os líderes de uma startup portuguesa chamada Oink and Stuff, que desenvolve aplicações para uso no Google Chrome e Microsoft Edge.

Segundo a Facebook, a Oink and Stuff desenvolveu extensões que permitiam recolher dados pessoais dos internautas a partir das respetivas contas do Facebook. Em causa estão quatro extensões (Web for Instagram plus DM, Blue Messenger, Emoji Keyboard e Green Messenger) que extraíam, sem qualquer aviso, dados pessoais dos utilizadores quando se conectavam ao Facebook.

Resta saber se há uma relação entre as extensões da Oink and Stuff e a fuga de dados de 2,4 milhões de portugueses, escreve o Expresso.

A Oink and Stuff não é a única suspeita das autoridades. A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) também está de olho numa fuga de dados de 214 milhões de pessoas que utilizavam Facebook, Instagram e LinkedIn.

Na sua origem esteve um ataque a uma empresa chinesa especializada em pequenos jogos, disponibilizados nas redes sociais: a SocialArks.

Enquanto as suspeitas não são sanadas, recomenda-se aos utilizadores que atentem a chamadas de números desconhecidos e evitem fornecer dados pessoais; evitem links ou anexos de emails enviados por desconhecidos; evitem downloads disseminados por grupos de utilizadores; e como já referido mudem as palavras-passe das redes sociais e adotem a autenticação por dois fatores.

  Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Num momento único, astrónomos viram uma anã branca a "ligar e desligar"

Pela primeira vez, uma equipa de astrónomos usou o Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) para ver uma anã branca a desligar e ligar abruptamente.  Em astronomia, uma anã branca é um remanescente estelar composto principalmente por …

Pela primeira vez, o Princípio da Equivalência de Einstein foi verificado em quasares

Investigadores conseguiram medir o desvio para o vermelho gravitacional em quasares e assim estender o teste a regiões muito distantes de onde a luz foi emitida quando o nosso Universo era jovem. De acordo com a …

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …