Depois da tempestade, a cólera. Confirmados 139 casos na Beira

(H) IFRC / Finnish Red Cross / Benjamin Suomela

O número de casos de coléra na Beira, capital da província moçambicana de Sofala, devastada pelo ciclone Idai, subiu para 139, disse esta quinta-feira o diretor nacional de Saúde de Moçambique.

“O número total de casos até hoje é de 139”, afirmou Ussein Isse, em declarações aos jornalistas, acrescentando que cinco novos casos surgiram na quarta-feira e que desde então não se registaram mais em consequência da doença.

Na província de Sofala, foram instalados nove centros de tratamento de cólera e uma campanha de vacinação deverá iniciar-se no princípio da próxima semana, prevendo-se que um milhão de pessoas da província de Sofala possam ser vacinadas.

De acordo com o departamento das Nações Unidas dos Assuntos Humanitários, foram ainda detetados 2.500 casos de diarreia aguda na região.

O ciclone Idai provocou, desde 14 de março, inundações extensas e as águas estagnadas, corpos em decomposição e a falta de higiene nas populações são propícias ao aparecimento de propagação da cólera, além de malária e surtos de diarreia.

O balanço provisório da passagem do ciclone Idai indica 468 mortos em Moçambique, onde a área submersa é de cerca de 1.300 quilómetros quadrados, segundo estimativas de organizações internacionais.

O ciclone assolou também Maláui e Zimbabué, pelo que pelo menos 2,8 milhões de pessoas nos três países africanos foram afetados. A cidade da Beira, no centro litoral de Moçambique, foi uma das mais afetadas pelo ciclone, na noite de 14 de março, e a ONU alertou que 400 mil pessoas desalojadas necessitam de ajuda urgente, avaliada em mais de 40 milhões de dólares (mais de 35 milhões de euros).

Duas semanas depois da tempestade, milhares de pessoas continuam à espera de socorro em áreas atingidas por ventos superiores a 170 quilómetros por hora, chuvas fortes e cheias, que deixaram um rasto de destruição em cidades, aldeias e campos agrícolas. Portugal é um dos países que enviaram técnicos e ajuda para Moçambique.

Presidente anuncia medidas para minimizar impacto do Idai

Visando reduzir o impacto do Idai, o Presidente moçambicano anunciou algumas medidas, num pacote que inclui a redução de taxas em eletricidade e transportes e assistência médica gratuita. As medidas serão aplicadas “nos distritos afetados até dezembro de 2019”, disse Filipe Nyusi numa declaração à nação deita a partir da cidade da Beira.

O Governo moçambicano decidiu suspender todas as taxas cobradas no sistema nacional de saúde e está a organizar uma campanha de vacinação contra a cólera. Na distribuição de eletricidade, o executivo de Filipe Nyusi vai reduzir para metade o valor da fatura da indústria e comércio. Os agricultores vão beneficiar de uma distribuição gratuita de mil toneladas de sementes, além de 100 mil utensílios agrícolas.

Nos transportes ferroviários, o Governo moçambicano também vai reduzir em 50% as tarifas para os passageiros nas linhas de Sena e Machipanda, que atravessam a região centro, afetada pelo ciclone, bem como no transporte de materiais de construção. Para os alunos afetados, o executivo de Filipe Nyusi decidiu redistribuir livros e cadernos escolares.

“O Governo vai acelerar ainda o processo de reabilitação dos sistemas de água, energia, escolas e vias de acesso para permitir a rápida normalização da vida”, concluiu. As medidas vão constar de um plano de reconstrução da província, um documento que está ainda a ser elaborado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marte pode ter tido dois reservatórios de água (e nenhum oceano de magma)

Meteoritos marcianos analisados por cientistas sugerem que o Planeta Vermelho pode não ter tido um oceano de magma global, ao contrário da Terra. O mesmo estudo indica que Marte recebeu água de, pelo menos, duas …

Além de sermos bons ouvintes, também deveríamos tentar comunicar com extraterrestres

Desde há muito tempo que os seres humanos são fascinados pela ideia de não estarmos sozinhos no Universo. Um cientista sugere que para além de tentar escutar sinais extraterrestres, deveríamos também investir em enviar mensagens …

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …