CDS tem a “chave” da geringonça açoriana (mas ainda não sabe de que lado vai ficar)

PSD/Açores

José Manuel Bolieiro, vice-presidente do PSD

Os Presidentes do PSD e do PS já se reuniram com o líder regional do CDS, Artur Lima. O dilema é entre suportar um executivo PS ou integrar uma coligação à direita. A decisão dos centristas será decisiva para o futuro da governação dos Açores.

A chave para decidir o futuro da governação da região está agora nas mãos do CDS. Depois do PS ter perdido a maioria absoluta e com uma maioria de direita no parlamento regional, o PSD já sonha com uma geringonça com o CDS, PPM, Iniciativa Liberal e Chega. Desta forma seria possível que José Manuel Bolieiro chegasse à presidência do governo regional.

Contudo, a maior incógnita é o CDS-Açores, presidido por Artur Lima, que ainda não decidiu para que lado é que cairá. Ainda assim, para o PS ou PSD governarem não basta a presença dos três deputados centristas.

De qualquer forma, o PS ou PSD irão precisar sempre do apoio do CDS. O PS já procurou dispensar o apoio do partido de Artur Lima, substituindo-o pelo da Iniciativa Liberal, sendo que juntando o BE, PAN e IL, os socialistas conseguiriam os 29 deputados que precisam.

O deputado liberal eleito, Nuno Barata, já esteve no parlamento ao serviço do CDS quando os centristas viabilizaram o primeiro governo socialista da região. Porém, em declarações ao Público disse que seria “muito difícil” viabilizar um governo socialista.

De acordo com o Público, os presidentes do PS e PSD, Vasco Cordeiro e Bolieiro, já se deslocaram à Terceira para se reunirem com Artur Lima, mas os centristas ainda não decidiram quem apoiar. Ainda assim, com tudo em aberto, parece existir nos bastidores do CDS uma tendência para alinhar com uma solução à direita.

Para além de razões ideológicas, o CDS prefere a abertura de um novo ciclo político e tem resistências quanto a garantir a permanência do PS no poder.

Os sociais-democratas têm como solução preferencial uma parceria com o CDS e PPM, e contar com apoio do Chega e da Iniciativa Liberal no parlamento. O PSD não excluí um apoio do PAN, por isso José Manuel Bolieiro já se reuniu com Pedro Neves.

Como refere o Público, dentro do PSD acredita-se que esta é uma oportunidade histórica para retirar o PS do poder e, por isso, a formação de um bloco central nem sequer é discutida. A existência de uma coligação à direita para acabar com os 24 anos de governação socialista chegou a perder força com as declarações de André Ventura na noite eleitoral, que excluiu um acordo com o PSD.

Neste momento, a maior incógnita é mesmo a posição do CDS. Apesar dos dirigentes regionais realçarem que a estrutura centrista nos Açores é autónoma, as declarações do presidente nacional do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, podem ajudar a perceber de que forma vai ser tomada a decisão. “Não será certamente por culpa do CDS que não tiraremos o PS do governo regional dos Açores”, disse o líder do CDS.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …