Cristiano Ronaldo: 242 milhões? “Não quero”

4

Daniel Hambury / EPA

Cristiano Ronaldo no Arsenal-Manchester United

Cristiano Ronaldo no Arsenal-Manchester United (3-1)

Jogador do Manchester United recusou (mais uma) oferta de valores astronómicos, apresentada por um clube da Arábia Saudita.

Cristiano Ronaldo recebeu nova proposta árabe, e milionária. Mas não aceitou.

O jornal Marca indica que o Al-Hilal estava disponível para pagar 121 milhões de euros por época ao português, ao longo das próximas duas temporadas.

242 milhões de euros em salários, no total, que o jogador não aceitou porque quer continuar na Europa, nos melhores campeonatos de futebol do planeta.

Refira-se que o mercado de transferências fechou na Europa mas na Arábia Saudita ainda se podem inscrever jogadores. No Al-Hilal jogam, entre outros, Marega, Carrillo, Matheus Pereira e Vietto. Paulo Nunes é treinador-adjunto.

Esta não é a primeira proposta do género: em Julho deste ano um clube, também da Arábia Saudita, até pagava mais (270 milhões por dois anos).

Mas Cristiano, apesar das alegadas aproximações a Chelsea, Atlético de Madrid, Marselha, Nápoles e Sporting, continua no Manchester United – embora não seja titular habitual.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

4 Comments

    • Quem já trabalhou na direção de empresas da Arábia Saudita e de outros países da região sabe como as coisas são. Algo que geralmente custa um milhão de euros, lá pode custar 5 ou 6 milhões. Ninguém liga ao dinheiro como no resto do mundo. Cheques em branco, etc. Nada-se em dinheiro. Ele nasce a um ritmo alucinante. Há verdadeiramente fontes a jorrar dinheiro permanentemente. No entanto, tudo isso irá acabar à medida que as economias ocidentais evoluem para o abandono do paradigma do petróleo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.