Cristiano e Atlético: 10 pontos-chave

1

Armando Babani / EPA

Entre o “inviável” que se ouve nos bastidores do Atlético de Madrid, as pessoas próximas do português não afastam essa possibilidade.

Daqui a pouco a temporada futebolística começa em muitos países da Europa e continua sem se saber onde jogará Cristiano Ronaldo em 2022/23.

Claro que não se sabe onde centenas de futebolistas vão jogar na próxima época mas o caso do português será o mais mediático do planeta.

O Manchester United partiu para digressão, Cristiano não viajou e o seu futuro continua em aberto.

O Atlético de Madrid é o destino apontado mais vezes, nos últimos dias. O avançado poderia voltar a morar em Madrid por empréstimo do clube inglês.

O jornal Marca indica que, nos bastidores do Atlético, circula a noção de que “é inviável” contratar o capitão da selecção portuguesa; mas as pessoas mais próximas de Cristiano não excluem essa possibilidade.

O mesmo diário desportivo deixa uma lista de 10 pontos-chave no rumor mais forte do mercado deste ano, nesta altura.

O Atlético de Madrid não tem dinheiro para este investimento. Nem para os salários, nem para pagar pelo seu passe. Mas o impacto comercial e a venda de camisolas poderiam pagar rapidamente a sua contratação.

É preciso vender ou emprestar jogadores, para Cristiano chegar; Morata, Saúl e Lemar estarão perto da saída.

Cristiano Ronaldo estará disponível para baixar o seu salário, se assinar pelo Atlético. Não será grande problema nas negociações.

Os quarto e quinto pontos têm a ver com a vontade de Cristiano jogar na Liga dos Campeões. E não faltam muitas opções de topo, na lista de equipas que estarão na próxima edição desse torneio.

No entanto, haverá pessoas próximas do madeirense que tentam manter o futebolista em Manchester. O empresário Jorge Mendes não está nessa lista.

Obviamente o Real Madrid também entra no pensamento de Cristiano Ronaldo. A direcção e os adeptos do seu antigo clube não gostariam de ver a sua “lenda” no vizinho e rival. E falta saber como reagiriam os adeptos do Atlético à sua contratação.

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, estará a favor da sua contratação. Ficaria à espera dos seus golos.

A conclusão espanhola é de que não é altura de afastar o cenário de ver Cristiano Ronaldo com a camisola do Atlético de Madrid, daqui a poucas semanas.

Entretanto, nesta segunda-feira a Sky Sports reforça: a direcção do Manchester United não vai vender o passe de Cristiano Ronaldo. Nem procura uma alternativa.

  ZAP //

1 Comment

  1. Não acredito nada nesta treta patrocinada pela imprensa madridista. Entendo-a como uma manobra para fazer regressar o moço madeirense ao Real Madrid. Mas, admitindo que o absurdo se possa concretizar, o At. Madrid não terá qualquer problema financeiro para o contratar, terá, queira ou não, que vender João Félix. Exceto se o João concordar, coisa em que não acredito, os dois são incompatíveis, pessoal e como jogadores e o João nunca aceitaria ser um servente de Cristiano, facto mais que demonstrado na incompatibilidade dos dois na seleção. Pode acontecer, duvido que os dirigentes do At. Madrid sejam tão estúpidos que se arrisquem a trocar um decadente CR pela perda de JF para o vizinho Real Madrid.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.