Cria de elefante a arder vence prémio de fotografia Sanctuary Wildlife

A imagem de dois elefantes em chamas, incluindo uma cria, a fugir de uma multidão no leste da Índia foi a vencedora do Prémio Sanctuary Wildlife Photography Award 2017.

A fotografia foi tirada em Bengala Ocidental, no distrito de Bankura, onde são comuns problemas decorrentes do contacto entre humanos e elefantes. Ao anunciar o prémio, um representante da Sanctuary Asia referiu que “este tipo de humilhação é frequente“.

A fotografia, que ilustra o conflito entre humanos e elefantes na Índia, mostra uma multidão a atirar bolas de fogo aos dois elefantes, e capta o momento em que dois elefantes atravessam a rua em chamas.

Biplab Hazra, fotógrafo de vida selvagem por paixão, disse ao New Indian Express que nunca tinha visto “um incidente do género em 14 anos de carreira de fotógrafo de vida selvagem. Estava totalmente concentrado em tirar a fotografia”.

O elefante é um animal omnipresente na Índia, onde vive mais de 70% da população global da espécie. No entanto, os aldeões da região queixam-se dos estragos que os animais provocam nas suas casas e plantações.

O prémio é uma tentativa de consciencialização sobre a prática de violência contra os elefantes da Índia. Mas esta conquista não trava a quantidade de habitats e rotas de elefantes, que continuam a ser devastados pelo homem.

Segundo Hazra, “a cria pode não ter sido intencionalmente incendiada pelos moradores, mas atirar bolas de fogo em manadas de elefantes tem sido uma prática comum nesta zona de Bengala Ocidental”. Na sua página de Facebook, a Sanctuary Asia criticou a “total indiferença com que os governos central e regional tratam a situação“.

Estes incidentes são habituais no distrito de Bankura. No ano passado, um elefante enfurecido atirou uma pessoa ao ar e esmagou-a. Meses depois, o governo de Bengala Ocidental atribuiu veículos – os Airavat – às equipas florestais, para que conseguissem evitar que os elefantes seguissem por caminhos com povoações.

No entanto, a iniciativa não resolveu a situação – que não melhorou muito desde então.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A tristeza que me assola ao ver ” seres humanos” a fazer mal a animais que já ali viviam, muito antes desses ditos “seres humanos” irem viver para lá. A maldade dessas pessoas….
    Tenho pena que os cérebros dessa gente não dê para mais….
    E se pegassem fogo aos filhos deles?
    Será que iriam gostar?
    Que tristeza!:(

  2. O pior vai ser quando essa cria crescer, depois aderiram-se que ela do nada ataque humanos, como aconteceu num país em África, só depois de estudos feitos chegaram à conclusão que os elefantes que atacavam humanos tinham sido crias das quais seus progenitores tinham sido mortos por humanos por causa do marfim.

  3. Talvez não sejam os elefantes que estão a mais na Índia mas sim o homem, só a capital tem o dobro da população de Portugal isto é incrível e ao vermos a atmosfera dessa cidade dá para perguntar, planeta por quanto mais tempo aguentas?.

  4. Grande parte da população da India é lixo e que só causam problemas ao próprio país e ao planeta, quem procede assim com animais que vivem no mêsmo planeta que nós não merece viver, sinto muito mas é a verdade.

RESPONDER

Dois satélites "reformados" podem estar prestes a colidir na órbita da Terra

Dois satélites desativados passarão muito próximos um do outro em 29 de janeiro e, de acordo com a empresa de rastreamento de satélites LeoLabs Inc, há uma probabilidade de 1 em 100 de colidirem. Embora a …

FC Porto 2-1 Gil Vicente | “Dragão” afasta crise com reviravolta

O FC Porto voltou a sorrir. Após dois desaires – ambos diante do Braga – nos últimos três jogos, os “azuis-e-brancos” regressaram aos triunfos e derrotaram o Gil Vicente por 2-1 esta terça-feira, num embate …

Aeroporto de Southampton tem uma equipa canina para acalmar os passageiros

O Aeroporto de Southampton, no Reino Unido, tem uma equipa canina para acalmar os nervos dos passageiros que não gostam muito de andar de avião. Se alguma vez aterrar em Southampton, no Reino Unido, não se admire …

"Padres-robôs" dão bênçãos, fazem casamentos e até funerais

A Inteligência Artificial está a pavimentar o seu caminho em várias religiões espalhadas pelo mundo. "Padres-robôs" são capazes de dar bênçãos, fazer casamentos e até funerais. Há um novo padre em Kodaiji, um templo budista com …

Livro sugeria que o 11 de setembro tinha sido "orquestrado pela CIA". Editora obrigada a corrigir

A editora francesa Ellipses Publications teve que corrigir um livro de História no qual era sugerido que os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos (EUA), foram "orquestrados pela CIA". Segundo noticiou …

Paulo Coelho vai destruir rascunho de livro infantil escrito com Kobe Bryant

O escritor brasileiro Paulo Coelho anunciou hoje que pretende apagar o rascunho de um livro infantil que se encontrava a escrever em conjunto com o antigo basquetebolista norte-americano Kobe Bryant, que morreu no domingo num …

Encontrado famoso navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos

Os destroços de um navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos foram descobertos na costa da Florida, nos Estados Unidos. O SS Cotopaxi - um navio mercante norte-americano - deixou Charleston, na …

Ana Gomes diz que diretiva europeia sobre branqueamento de capitais é aplicável a Rui Pinto

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes disse hoje em Lisboa que pode aplicar-se ao ‘hacker’ Rui Pinto a diretiva europeia sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, sem esperar pela transposição de legislação sobre o …

"Há grandes chances de Jesus sair em maio para o FC Porto", diz Carlos Alberto

Carlos Alberto, atual comentador desportivo e antigo jogador do FC Porto, acredita que os 'dragões' vão avançar para a contratação de Jorge Jesus, em maio. Recentemente, a ideia de Jorge Jesus no FC Porto tem ganho …

Raras lesmas cor-de-rosa fluorescente sobreviveram aos incêndios na Austrália

Uma rara espécie de lesma cor-de-rosa fluorescente (Triboniophorus aff. graeffei) conseguiu sobreviver aos incêndios que assolaram a Austrália no início de janeiro e que deixaram milhões de animais mortos e outros tantos sem abrigo. Tratam-se …