Covid-19. Medição de temperatura corporal pode fazer mais mal do que bem

Cientistas sugerem que medir a temperatura corporal à entrada de espaços fechados pode ajudar a propagar o novo coronavírus. Apenas 28% dos casos confirmados em Portugal apresentaram febre como um dos sintomas.

A medição da temperatura corporal à entrada de espaços públicos está a tornar-se cada vez mais comum devido à pandemia de covid-19. Aliás, a própria Direção-Geral da Saúde recomenda que empresas, estabelecimentos comerciais e outros espaços fechados o façam para impedir a propagação do novo coronavírus.

No entanto, cientistas sugerem que esta prática pode, pelo contrário, ajudar a covid-19 a espalhar-se, escreve o Popular Science.

“Nunca houve dados quem mostrem que isto impediu qualquer transmissão [da covid-19]”, diz Eric Topol, vice-presidente executivo da Scripps Research. “A medição da temperatura não tem valor. Deveria ser abandonada”.

A Scripps Research é uma instituição norte-americana de investigação médica sem fins lucrativos que se concentra na pesquisa e educação nas ciências biomédicas.

A ideia de medir a temperatura corporal para filtrar pessoas contaminadas data da epidemia de SARS, na viragem do milénio. A sua utilidade ainda é debatida, apesar de a temperatura corporal ser um indicador confiável, já que pelo menos 86% dos infetados apresentava febre como sintoma.

“As medições de temperatura são baratas, fáceis e rápidas de executar, e realizaram muito bem a triagem para o SARS 1 em 2002/2003”, disse Mara Aspinall, professora da Universidade Estadual do Arizona, à Popular Science por email.

Todavia, a situação acaba por ser diferente com o SARS-CoV-2, o vírus causador da covid-19. Aspinall explica que este coronavírus apresenta diferenças importantes “que tornam as verificações de temperatura quase inúteis”.

Em Portugal, apenas 28% dos casos confirmados apresentaram febre como um dos sintomas da doença, revela o boletim epidemiológico desta quarta-feira da Direção-Geral da Saúde.

Aliás, até mesmo os pacientes que eventualmente apresentam este sintoma são frequentemente contagiosas antes de se verificar o aumento da temperatura corporal.

A medição de temperatura também pode ser ineficaz particularmente durante o inverno, quando o vírus da gripe, que conta com a febre como um dos sintomas, é mais comum. Além disso, pode dar uma sensação de falsa segurança às pessoas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vim viver no Brasil faz alguns anos… por alguns anos… aqui o problema é quererem encostar o aparelho, tenho sempre de me chatear com esse pessoal à entrada. A encostar pode passar o virus de pessoa para pessoa… até porque aqui é quente, basta a pessoa espirrar na mão ou estar infectada ou num “lenço” e limpar o suor com ela(e).. como vejo a acontecer tantas vezes!

    • o virus é transmitido pelas vias respiratorias. unica e exclusivamente pelo contacto da boca ou nariz com particulas do virus é que o mesmo poderia ser transmitido. distanciamento fisico e utilizaçao mascaras em locais fechados com uma higienizaçao adequada das mãos e objetos que levemos a boca. é isso malta, o resto podem e devem viver a vida.

  2. Em resumo, os entendidos não se entendem quanto às características do vírus e muito menos quanto ao combate na erradicação do mesmo, uns dizem “não” outros dizem “sim”, fica tudo por “nim”.

RESPONDER

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …