Costa pessoalmente já escolheu operadora (e outras mudanças se avizinham)

(cv) Altice

-

Inicialmente eram só rumores. E chegaram a ser desmentidos. No fim do mês passado, a trama adensou-se: a Altice confirmava que estava a negociar a aquisição da Media Capital, um dos maiores grupos de comunicação social a operar em Portugal.

Posto um ponto final às dúvidas, o gigante francês comprou mesmo a dona da TVI. O que vai mudar com a Altice na Media Capital?

Se a tradição ainda for o que era, para começar a Altice vai querer reduzir pessoal na operação da holding portuguesa. Está a ser assim na PT, onde a empresa anunciou intenções de despedir três mil pessoas numa próxima reestruturação, e também foi assim na francesa SFR, onde a redução deverá chegar aos cinco mil postos de trabalho.

Em 2012, quando entrou na Cabovisão, dispensou 100 dos 370 trabalhadores da empresa.

Em declarações que geraram polémica, o primeiro-ministro, António Costa, já veio manifestar apreensão quanto ao futuro dos trabalhadores na PT Portugal, e disse mesmo que “pessoalmente, enquanto consumidor de telecomunicações”, já tirou conclusões face ao panorama existente no mercado nacional.

“Por mim, já fiz a minha escolha da companhia que utilizo“, disse, numa alusão crítica à Altice, depois de ter apontado “falhas graves” a uma das operadoras no incêndio de Pedrógão Grande – comentário que a líder do CDS, Assunção Cristas, qualificou de “indigno de um primeiro-ministro”.

No entanto, a empresa não confirma para já qualquer decisão quanto aos recursos humanos da Media Capital. No comunicado que envia à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários (CMVM), as principais mudanças enunciadas têm a ver com o desenvolvimento das várias áreas de negócio do grupo.

Numa conferência de imprensa dada esta sexta-feira, o CEO da Altice, Michel Combes, afirmou que “qualquer país estaria satisfeito com o investimento que estamos a fazer”, anunciando que esta aposta em Portugal é feita para “que o país esteja entre os melhores”.

De Bucelas… para o mundo

Uma das principais alterações no negócio da Media Capital é o objetivo traçado pela Altice de que a Plural sirva como “um núcleo de produção de conteúdos global. O grupo francês tem feito significativos avanços na produção de conteúdos internacionais, tendo mesmo lançado este ano a série internacional Riviera.

No documento enviado à CMVM é explicado que outra das metas passa pela exportação de conteúdo português para outros dos mercados em que a empresa opera, com especial foco nos Estados Unidos e na França.

“A maioria dos programas da Media Capital já são produzidos pela empresa com a sua própria produtora. Queremos também aplicar esse talento em produzir programas para os nossos outros canais”, avança Combes.

A Altice sublinha ainda que “quer fornecer mais conteúdos a todos os consumidores portugueses num mundo digital e, como tal, disponibilizar mais oferta centrada em formatos e produção locais”.

A expansão digital, que poderá passar pela fusão dos portais Sapo e IOL, agora pertencentes à mesma empresa, estará associada também ao desenvolvimento de novos canais, serviços e formatos televisivos nos compromissos assumidos pela Altice nesta aquisição.

É ainda realçada a importância de “melhorar o alcance dos canais fundamentais”, como o TVI24. O canal de informação da TVI continua a ser, apesar das melhorias recentes, menos visto que a concorrente SIC Notícias, sendo frequentemente ultrapassada também pela RTP3 e CMTV.

ZAP // Lusa / Espalha Factos

PARTILHAR

RESPONDER

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …