Costa pediu esclarecimentos a Jucker sobre discriminação a Durão

partidosocialista / Flickr

O primeiro-Ministro António Costa

O primeiro-Ministro António Costa

O primeiro-ministro revelou que pediu esta sexta-feira esclarecimentos ao presidente da Comissão Europeia sobre o tratamento que o executivo comunitário decidiu dar ao seu antigo presidente Durão Barroso, tendo Jean Claude Juncker ficado de enviar uma resposta por escrito.

“Eu perguntei ao presidente da Comissão, pedi aliás esclarecimentos, sobre a decisão tomada relativamente ao dr. Durão Barroso comparativamente a outros antigos membros da Comissão que estariam em situações similares”, declarou António Costa, à saída de uma cimeira informal de líderes europeus, em Bratislava.

“É preciso também assegurar que não há nenhum tratamento discriminatório relativamente a ninguém, independentemente da avaliação que façamos da decisão do dr. Durão Barroso, que é para já uma decisão pessoal”, acrescentou António Costa,.

O primeiro-ministro sublinhou que “é necessário assegurar e garantir que nenhum português é objeto de qualquer tipo de atitude discriminatória”.

Costa adiantou que o presidente da Comissão ficou de enviar “uma resposta por escrito esclarecendo os critérios que determinaram esta decisão de retirar privilégios a Durão Barroso, diferenciada de outras decisões aplicadas a outras pessoas em aparentes idênticas situações”.

“Aguardo a explicação por escrito do presidente Juncker. Sei o que ele me disse agora, ele ficou de responder por escrito, aguardarei a resposta”, completou.

Questionado sobre se a polémica em torno da ida de José Manuel Durão Barroso para a Goldman Sachs pode afetar a candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, António Costa rejeitou tais “confusões”, afirmando que “não vale a pena misturar uma coisa com a outra”, pois “são coisas completamente distintas”.

Durão Barroso, antigo presidente da Comissão Europeia e do PSD, considerou que as posições do executivo comunitário sobre a sua ida para a Goldman Sachs – designadamente a retirada de privilégios como ser recebido como antigo presidente e a análise das suas novas funções por um comité de ética – são discriminatórias contra si e contra o banco de investimento.

“Estas alegações não têm fundamento e são absolutamente injustas”, sustentou Durão Barroso numa carta enviada esta semana ao atual presidente da Comissão Europeia, “são discriminatórias contra mim e contra a Goldman Sachs.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …