Durão Barroso queixa-se de discriminação

O antigo presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso considera que as recentes posições do executivo comunitário sobre a sua ida para a Goldman Sachs são discriminatórias contra si e contra o banco de investimento, além de inconsistentes.

Numa carta enviada a Jean-Claude Juncker, seu sucessor na presidência do executivo comunitário, à qual o Financial Times teve acesso, Durão Barroso aponta que “tem sido argumentado que o mero facto de trabalhar com a Goldman Sachs levanta questões de integridade“, mas sustenta que, embora “todos tenham direito à sua própria opinião, as regras são claras e devem ser respeitadas”, o que considera que não tem sido o caso.

“Estas alegações não têm fundamento e são absolutamente injustas. São discriminatórias contra mim e contra a Goldman Sachs“, escreve Durão Barroso na carta enviada ao atual presidente da Comissão Europeia.

Na semana passada, Juncker, em resposta a questões suscitadas pela Provedora de Justiça europeia, Emily O’Reilly, sobre a nomeação de Barroso para administrador não-executivo na Goldman Sachs Internacional (GSI), informou que um comité de ética analisará o contrato do antigo presidente da Comissão com o banco norte-americano de investimento, e que já deu instruções ao seu gabinete para tratar José Manuel Barroso como qualquer outro lobista com ligações a Bruxelas, em hipotéticas futuras visitas.

Na carta agora enviada a Juncker, Durão Barroso aponta que, embora não tenha, por princípio, qualquer objeção a uma análise pelo comité de ética, ficaria preocupado se uma decisão sobre o seu estatuto “já tiver sido tomada”.

“Se for este o caso, gostaria de entender como é que esta decisão foi tomada, por quem, e com que base”, escreve o ex-presidente da Comissão, que reforça que “não só essas ações são discriminatórias, como parecem ser inconsistentes com decisão tomadas relativamente a outros antigos membros da Comissão”.

Desde a nomeação de Barroso para a Goldman Sachs, a Comissão tem insistido que a mesma respeita os princípios sobre conflito de interesses consagrados no Código de Conduta, que fixa um período mínimo de 18 meses para a assunção de novos compromissos por parte dos ex-comissários europeus.

A nomeação de Barroso para a Goldman Sachs foi tornada pública 20 meses após a sua saída da Comissão Europeia, a que presidiu durante 10 anos (2004 a 2014).

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Este Sr. devia defender-se como defende Portugal e os portugueses, ou seja, deveria dizer que já esperava uma decisão desta da UE, que eles têm toda a razão, e de que iria fazer todos os possíveis para que a UE ainda lhe fizesse pior do que está a fazer 😉

  2. Deixa de ser porco montês, faz mais alguma coisa pela família , lembra-te que eras um MRPP dos mais ferrenho?, Tinha alguma consideração por ti,mas deitas-te tudo a perder, não és Europeu, és um cobarde

RESPONDER

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …